Gustavo Gómez rasga elogios a Luxemburgo e aprova Felipe Melo como zagueiro

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação_G. Gómez falou com a imprensa em OrlandoUm dos destaques do setor defensivo do Palmeiras, o zagueiro Gustavo Gómez está muito satisfeito com o trabalho realizado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo durante a pré-temporada na Flórida, nos Estados Unidos. Ciente da experiência do comandante palestrino, o jogador contou que os ensinamentos do treinador têm sido muito importantes para a evolução da equipe dentro das quatro linhas.

“Temos poucos treinos ainda, mas estamos aprendendo bastante com o professor. Ele quer um time rápido, intenso, e o grupo está muito bem”, disse. “Estamos fazendo treinos muito intensos. É um treinador muito bom, motivador. Estamos treinando muito bem no dia a dia, fazendo o que o professor quer. Ele quer um time intenso, com posse de bola, mas que também pressione e recupere a bola rapidamente. Estamos em um bom caminho”, completou o camisa 15, que mostrou otimismo com o futuro do Verdão em 2020.

“O Palmeiras tem um elenco muito bom, com vários jogadores que foram campeões. O elenco é muito bom, muito qualificado. Acho que estamos bem e seguros que brigaremos pelas competições que jogaremos”, declarou.

Gómez falou sobre a possibilidade de ter Felipe Melo ao seu lado na zaga palmeirense. “Todos sabem que o Felipe tem muita qualidade para jogar no meio de campo ou na zaga. Ele tem bom físico, impulsão e posicionamento. Acho que poderá nos ajudar tranquilamente”, comentou, citando também os garotos recém-promovidos das categorias de base do Alviverde.

“É muito importante para o clube ter jogadores da base (no elenco principal), e eles mereciam estar aqui. Estavam fazendo bons campeonatos e são jogadores de muita qualidade. Eles estão aproveitando os treinos, e nós os ajudaremos sempre”, finalizou o paraguaio.

O Palmeiras finalizou na tarde desta terça-feira (14), em Orlando, nos Estados Unidos, a preparação para o confronto com o Atlético Nacional-COL, na quarta (15), às 20h30 (22h30 de Brasília), pela primeira rodada da Florida Cup.

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação_Vanderlei Luxemburgo promoveu treino tático e esboçou possível time titular

O técnico Vanderlei Luxemburgo esboçou o provável time titular e realizou diversos ensaios. A equipe testada foi Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Patrick de Paula, Bruno Henrique e Lucas Lima; Dudu, Luiz Adriano e Raphael Veiga.

Luxemburgo e sua comissão foram bem ativos e orientaram bastante na atividade. No fim, o elenco aprimorou bolas paradas e finalizações.

Esta é a primeira participação do Palmeiras no torneio norte-americano. Quatro times participam e cada um jogará duas partidas – o campeão será definido por pontos corridos. Em caso de empate, será realizada cobrança de pênaltis com um ponto extra dado ao vencedor. Além dos colombianos, o Verdão enfrenta o New York City FC-EUA, no sábado (18), às 16h (horário de Brasília). O Corinthians é o outro participante do torneio.

RETROSPECTO CONTRA O ATLÉTICO NACIONAL

Foram três jogos na história contra o Atlético Nacional-COL e três vitórias palestrinas. O primeiro embate aconteceu em duelo amistoso no dia 28 de janeiro de 1960 e terminou com vitória por 2 a 1, no estádio Atanásio Girardot, em Medellín (COL). Os outros dois foram disputados na primeira fase da Copa Libertadores de 2006: no Palestra Italia, o Alviverde venceu por 3 a 2, com gols de Marcinho, Edmundo e Douglas. No Atanásio Girardot, Corrêa e Leonardo Silva anotaram os gols da vitória por 2 a 1.

PALMEIRAS X TIMES COLOMBIANOS

O Palmeiras já disputou 24 jogos contra equipes colombianas, e o retrospecto é de 17 vitórias, quatro empates e três derrotas, com 49 gols e 23 sofridos. O duelo mais recente foi um triunfo por 3 a 0 no Allianz Parque sobre o Júnior Barranquilla, em abril do ano passado. O primeiro foi justamente o amistoso de 1960 contra o Atlético Nacional.

PALMEIRAS NOS ESTADOS UNIDOS

O Palmeiras faz a pré-temporada nos Estados Unidos pela primeira vez. O clube esteve nos EUA anteriormente em julho de 1997, na intertemporada, para a disputa da Taça Amizade, contra o New England Revolution-EUA (o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari venceu por 1 a 0, gol de Euller, e ficou com a taça). Na sequência, o time disputou também a Rebook Cup contra o Junior Barranquilla-COL e Necaxa-MEX, mas ficou com o terceiro lugar da competição, que também contava com o Borussia Mönchengladbach-ALE.

TORNEIOS INTERNACIONAIS

A participação mais recente do Palmeiras em um torneio amistoso internacional aconteceu no início da temporada de 2016, em Montevidéu, quando participou da Copa Antel. O time foi vice-campeão após superar o Club Libertad-PAR e empatar sem gols com o anfitrião Nacional na decisão (foi superado nos pênaltis por 4 a 3). A última excursão internacional foi realizada em 2018, na parada da Copa do Mundo, com amistosos disputados no Panamá e na Costa Rica contra Árabe Unido, Independiente Medelín e Liga Alajuelense.

A equipe Sub-20 do Palmeiras foi superada por 1 a 0 pelo Goiás na tarde desta terça-feira (14), na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, e se despediu da Copa São Paulo de Futebol Júnior na terceira fase.

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_Apesar das chances criadas, o Palmeiras não conseguiu marcar contra o Goiás

O Verdão lutou durante os 90 minutos. Marcelinho, Fabricio e Gabriel Silva criaram oportunidades boas no primeiro tempo, mas pararam no goleiro. Já no segundo tempo, o time palestrino teve um pênalti não marcado após toque de mão do defensor adversário dentro da área – o árbitro assinalou a infração fora. Apesar do gol goiano, o Palmeiras foi para cima e ainda criou perigo, mas não conseguiu igualar.

Formado por atletas remanescentes do elenco Sub-20 do ano passado e de garotos promovidos da categoria Sub-17, o Palmeiras retorna aos torneios oficiais na disputa do Campeonato Paulista, em meados do mês de março – a equipe briga pelo tetracampeonato consecutivo. O time ainda disputa na temporada 2020 o Brasileiro e a Copa do Brasil (atual campeão).

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_O Sub-20 do Palmeiras foi superado pelo Goiás na Copinha

Palmeiras Sub-20: Magrão; Ramon, Henri, Helderson e Vanderlan (Hiago); Danilo (Patrick de Lucca (Garcia)), Miqueias (Lincon) e Gabriel Silva; Marcelinho (Guilherme Vieira), Lucas Cordeiro (Gregory) e Fabricio. Técnico: Wesley Carvalho.

Departamento de Comunicação
Thiago Kimori

Os ingressos destinados à torcida do Palmeiras para o jogo contra o Ituano, que acontecerá na quarta-feira (22), às 19h15, no Estádio Novelli Júnior, em Itu-SP, pela primeira rodada do Campeonato Paulista, estão à venda pelo site www.totalticket.com.br. Os palestrinos podem adquirir entradas para os seguintes setores: Arquibancada Visitante, Central Visitante e Coberta Visitante – não há limite de ingressos por CPF.

Nas bilheterias do Novelli Júnior, a comercialização ocorre entre os dias 14 e 22 de janeiro, das 8h às 18h, caso haja disponibilidade.

Os valores dos ingressos são:
Arquibancada Visitante – R$ 80,00 [R$ 40,00 meia-entrada]
Central Visitante – R$ 100,00 [R$ 50,00 meia-entrada]
Coberta Visitante – R$ 120,00 [R$ 60,00 meia-entrada]

Serviço:

>Bilheterias do Estádio Novelli Júnior
Endereço: Rua Gildo Guarnieri, s/n
Vila Leis, Itu/SP
CEP 13304-080
Horário de atendimento: 14 a 22 de janeiro, das 8h às 18h
*Não há limite de ingressos por CPF

A Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer, e a Sociedade Esportiva Palmeiras seguirão juntos em 2020. Desde 2019, o município é sede do futebol feminino do Verdão, que neste ano disputa a elite do Campeonato Brasileiro. A confirmação de renovação da parceria ocorreu no último sábado, 11, pela manhã, durante apresentação das novas contratadas da equipe na Academia de Futebol, em São Paulo. O secretário da pasta, Sandro Saltori, representou o prefeito Jaime Cruz.

Bruno Ulivieri_Em 2019, Vinhedo foi a sede do time feminino do Palmeiras

“Vinhedo foi escolhida para ser a sede do Palmeiras feminino em 2019 e nós nos sentimos muito honrados. Desde que a equipe começou a mandar seus jogos aqui no Estádio Nelo Bracalente, o popular Campo do Aquário, já arrecadamos mais de quatro toneladas de alimentos. Além disso, a cidade ganhou uma grande atração e também incentivo para a prática do futebol feminino. Estamos muito felizes com a sequência dessa parceria de sucesso”, destacou o prefeito Jaime Cruz.

Por conta da parceria, o Estádio Nelo Bracalente está passando por uma reestruturação do gramado. As obras incluem também revitalização dos vestiários, instalação de para-raios e sala de controle de doping. Os custos com a readequação do gramado são por conta do Palmeiras.

As novas contratadas são as atletas Karen, goleira; Rosana, polivalente; Angelina, Ary Borges e Stefany, meio-campistas; Ottilia, atacante; e Agustina, zagueira.

O Palmeiras subiu para a divisão principal do Campeonato Brasileiro e já se prepara para disputar um clássico paulista logo na estreia da competição. A partida está prevista para 9 de fevereiro, contra o Corinthians, com mando alviverde.

“Ter o Palmeiras por mais um ano é motivo de muito orgulho. Fortalece o município e oferece ao vinhedense uma oportunidade ímpar de lazer, que é assistir a jogos profissionais e de altíssima qualidade. O Verdão já é de casa”, completou o secretário de Esportes e Lazer, Sandro Saltori.

Neste ano, assim como em 2019, os ingressos para as partidas realizadas em Vinhedo continuarão sendo trocados por alimentos não perecíveis. Os itens são destinados ao Fundo Social de Solidariedade e beneficiam mensalmente 120 famílias carentes.

Divulgação_Os torcedores colaboraram com o Fundo Social de Solidariedade trocando alimentos não perecíveis por ingressos

Thiego Marques conquista bronze em torneio de judô paralímpico no Canadá

O judoca paralímpico Thiego Marques conquistou no último domingo (12) a medalha de bronze no Judo Americas Championship, torneio considerado o Pan-Americano da modalidade, realizado em Montreal, no Canadá.

Divulgação _ Thiego (primeiro da direita para a esquerda) é um dos brasileiros cotados aos Jogos Paralímpicos de Tóquio

O atleta palestrino, que compete na categoria dos pesos ligeiros masculinos (até 60kg), venceu duas das três lutas que disputou durante o torneio que inaugurou as competições oficiais da categoria na temporada 2020.

Para o judoca, esse foi mais um torneio importante na carreira. “Foi uma experiência muito boa, todos os adversários foram difíceis e tive a oportunidade de conhecer outros oponentes que estarão nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020”, destaca.

No total, o Brasil contou com 12 atletas na delegação e encerrou a competição com nove medalhas. A também judoca do Verdão, Alana Maldonado, foi convocada para o torneio, mas não pôde participar por conta do tratamento de uma lesão no joelho.

O próximo compromisso de Thiego será o German Open, disputado no mês de fevereiro, na Alemanha. O atleta ainda vai competir na Inglaterra, Japão e Cazaquistão antes dos Jogos Paralímpicos.

Fabio Menotti/Palmeiras _ Ramon marcou um dos gols na vitória por 3 a 0 contra o SertãozinhoO time Sub-20 do Palmeiras enfrenta o Goiás nesta terça-feira (14), às 17h, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, pela terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O duelo, que terá um dos classificados às oitavas de final do torneio, tem entrada gratuita para os palmeirenses e transmissão do SporTV.

Somadas todas as etapas da competição até a terceira fase, o Verdão acumula três vitórias e um revés, com oito gols marcados e dois sofridos. Os adversários até aqui foram União-MT (3×1), Petrolina-PE (2×0), Ferroviária (0x1) e Sertãozinho-SP (3×0). O time alviverde terminou a classificatória na vice-liderança do Grupo 17.

“Fiquei muito feliz com o gol no último jogo. Treino bastante aquela batida e fui recompensado no tempo certo, ajudando o time a passar de fase. Teremos um jogo bastante duro contra o Goiás com ou sem chuva, mas vamos brigar até o último instante por um lugar nas oitavas de final”, declarou o lateral-direito Ramon.

O duelo contra a equipe goiana será especial para Wesley Carvalho. Ao treinar o time na partida, ele se tornará o técnico com mais partidas à frente do Palmeiras na história da Copinha, com 18 jogos. Ele supera a marca de Godê, que teve 17 no comando do Verdão nos anos 70. Com 12 vitórias, dois empates e três derrotas até aqui, Wesley também é o treinador com o maior número de triunfos no torneio pelo Alviverde.

A 51ª Copa São Paulo teve inicialmente 128 clubes divididos em 32 sedes na primeira fase. Os dois melhores de cada grupo avançaram para a segunda etapa. São seis duelos eliminatórios no total, todos em jogo único, com final marcada para 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu. O Verdão busca o título inédito do torneio e foi vice-campeão nas edições de 1970 e 2003.

Após sessões de treinos físicos e técnicos, o treinador Vanderlei Luxemburgo comandou na manhã desta segunda-feira (13), em um campo do Omni Resort at ChampionsGate, em Orlando-EUA, uma atividade tática.

Em um primeiro momento a ênfase foi a fase defensiva. Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez, Diogo Barbosa, Matheus Fernandes e Bruno Henrique formaram a principal linha. Outras também foram testadas.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_No segundo dia de treinamentos em Orlando, a comissão de Luxemburgo comandou movimentações táticas

Na sequência, a parte ofensiva contou principalmente com Veron e Dudu nas pontas, e Luiz Adriano como referência.

Além das movimentações já mirando as ideias de jogo, os atletas alternaram também com um circuito de velocidade e arrancadas ao lado do campo, sob o comando do preparador físico Antônio Mello.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_O Palmeiras treinou no Omni Resort at ChampionsGate na manhã desta segunda-feira (13)

O Verdão volta a treinar nesta tarde, às 16h (horário local), no mesmo local, com a atividade fechada para a imprensa.

Visita 

Um dia depois do ex-zagueiro Cléber foi a vez do ex-goleiro Bruno visitar seu antigo clube. Campeão da Copa do Brasil de 2012 pelo Alviverde, Bruno, residindo nos Estados Unidos há anos, reviu ex-companheiros e funcionários de sua época.

> Clique aqui e confira as fotos do treino.

Filme sobre reforma do Palestra Italia estreia no cinema do Shopping Bourbon

Departamento de Comunicação
Thiago Kimori

O filme Segundo Tempo, dirigido por Rogério Zagallo, foi lançado oficialmente na última quinta-feira (23), no cinema do Shopping Bourbon, em São Paulo-SP. A produção, que faz parte do projeto Palestra Itália.Doc junto com o filme Primeiro Tempo e a série Intervalo, mostra com detalhes a transformação do estádio Palestra Italia em Allianz Parque, incluindo o último jogo do antigo Palestra, a demolição, todos os passos da reforma e a primeira partida oficial da nova arena.

Clique aqui e garanta já o seu ingresso!

“O filme encerra um projeto de dez anos que começou com o filme Primeiro Tempo, filmado em 2010. A estrutura do roteiro era uma ideia aparentemente simples: documentar o último dia de um jogo oficial no Palestra Italia antigo e depois o primeiro jogo na nova arena. O projeto cresceu na sua complexidade somando-se a ele a produção da série Intervalo. As filmagens se esticaram por quatro anos e meio, a edição e finalização por mais um ano, depois entramos na etapa de festivais de cinema em 2017 e 2018 até finalmente chegarmos ao lançamento comercial em 2020. Foram muitos anos de trabalho, mas o resultado final me deixa muito feliz porque conseguimos documentar uma etapa histórica de transformação de um estádio centenário de uma maneira única. E agora, finalmente, esta história poderá ser vista por um público maior”, comentou Zagallo.

Produzido pela Oka Comunicações, Segundo Tempo mostra imagens poderosas de máquinas, aço e concreto, misturadas com lembranças afetivas de ex-jogadores, funcionários e torcedores do Maior Campeão do Brasil. O filme traz depoimentos de personalidades ligadas à história do clube como Ademir da Guia, César Maluco, Oberdan Cattani, Marcos, Evair, entre outros.

“O estádio foi se transformando junto com a cidade, o bairro e o futebol, mas se manteve sempre no mesmo local. Isso tornou a relação do torcedor palmeirense com seu estádio um caso muito especial. A história segue, o palco sagrado continua lá, adaptando-se às transformações de cada época. Esta não é a primeira transformação do estádio e, provavelmente, não será a última”, concluiu o diretor.

Para mais informações: www.palestraitaliadoc.com.br

Serviço:

>Exibição do filme Segundo Tempo

Local: Itaú Cinemas – Bourbon Shopping São Paulo
Endereço: Rua Palestra Italia, 500 – Perdizes – São Paulo/SP
Duração: 87 minutos
Direção: Rogério Zagallo

Sub-12 do Palmeiras busca bicampeonato da Copa Cidade Verde

A equipe Sub-12 do Palmeiras disputa entre os dias 12 e 17 de janeiro, em Três Coroas-RS, a 15ª edição da Copa Cidade Verde, torneio que reúne clubes de todo o país em diversas faixas etárias. O Verdão briga pelo bicampeonato do torneio, já que venceu nesta categoria em 2019.

Divulgação _ A equipe palmeirense é formada por atletas nascidos em 2008
A equipe palmeirense é formada por atletas nascidos em 2008 (Foto: Divulgação)

O time alviverde está no Grupo A, ao lado de Olaria-RJ, Progresso-RS e Escolinha da Chape-RS. Também participam do torneio Sub-12 em 2020 os clubes Avaí, Igrejinha-RS, Projeto Fabrício Souza-RS, Cacique Sports-RS, Boavista-RJ, São José-RS, Pelotas-RS, Acadêmicos da Bola-RS, Londrina-PR, Casa Lar-SC, CFA Clube de Campo-SC, Cruzeiro-RS, Campo Bom-RS e União-RS.

Na primeira fase, as equipes que estão nas chaves A, B e C duelam dentro de seus respectivos grupos, enquanto os clubes de D e E jogam entre si. Os oito times com melhor aproveitamento de pontos avançam à segunda fase da competição, que tem sua grande final marcada para 17 de janeiro.

O Sub-12 do Palmeiras é comandado no torneio por Rodrigo Jordão, técnico do Sub-11. Vale lembrar que os garotos nascidos em 2008 são os atuais vice-campeões estaduais e disputam competições de categoria Sub-12 neste ano.

“Daremos início à transição da categoria Sub-11 para a Sub-12. Saímos do formato de 9×9 em campo reduzido para o formato de 11×11 em tamanho oficial. O torneio tem um ótimo nível técnico e competitivo, contando com diversas escolas diferentes. Equipes aguerridas que, sem sombra de dúvidas, contribuirão bastante com o processo de formação dos nossos meninos além da ótima experiência cultural que a competição irá nos oferecer”, declarou Jordão.

No ano passado, o Sub-12 do Palmeiras foi campeão da Copa Cidade Verde após derrotar o Avaí, nos pênaltis. Em 2019, a base alviverde faturou 34 títulos, recorde absoluto do clube na história da formação de atletas – o anterior era de 23 taças, número obtido em 2018.

14ª Copa de Futebol Cidade Verde – 2020

FINAL

17/01 – 20h: Palmeiras x Avaí (Sandense)

SEMIFINAL

16/01: Palmeiras 3 x 1 Campo Bom-RS (Mundo Novo)
Gols: Lucas Soares, Fred e João Paulo

QUARTAS DE FINAL

15/01: Palmeiras 3 x 0 Projeto Fabrício Souza-RS (Campo da ASMUTC)
Gols: Henry, Derick e Vinicius Lima

PRIMEIRA FASE

12/01: Palmeiras 4 x 0 Olaria-RJ (Mundo Novo)
Gols: Henry, João Paulo, Lucas Soares e contra

13/01: Palmeiras 4 x 0 Progresso-RS (Sandense)
Gols: Vinicius Lima, João Paulo, Bernardo e Derick

14/01: Palmeiras 7 x 1 Escolinha da Chape-RS (Mundo Novo)
Gols: Vinicius Lima (2), João Paulo (2), Henry, Derick e Wilker

Palmeiras vence Sertãozinho e se classifica para terceira fase da Copinha

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_Ramon anotou um golaço de falta na vitória contra o SertãozinhoEm Araraquara-SP, o Sub-20 do Palmeiras venceu o Sertãozinho por 3 a 0, na Arena da Fonte Luminosa, neste domingo (12), e se classificou para a terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Os três gols alviverdes foram marcados no segundo tempo por Fabricio, Ramon e Lucas Cordeiro.

> Clique aqui e confira as fotos da partida

Contra o Sertãozinho, Wesley Carvalho completou 17 partidas pelo Verdão na Copinha e se tornou um dos técnicos que mais comandou o clube na competição, igualando a marca de Godê, que treinou a base alviverde nos anos 70. Além disso, com 12 vitórias, dois empates e três derrotas em 17 jogos, Wesley é o treinador com maior números de triunfos no torneio na história do Palmeiras.

Na próxima fase, o Verdão encara o Goiás, que superou a Ferroviária neste domingo (12), também em Araraquara-SP – o duelo está marcado para terça-feira (14), às 17h, na Fonte Luminosa. O time palestrino terminou a fase classificatória em segundo lugar no Grupo 17, com seis pontos conquistados (duas vitórias e uma derrota), atrás apenas da Ferroviária, líder da chave com nove pontos.

A 51ª Copa São Paulo tem a participação de 128 clubes divididos em 32 sedes na primeira fase. Os dois melhores de cada grupo avançaram para a segunda etapa. São seis duelos eliminatórios no total, todos em jogo único, com a final marcada para o dia 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu. O Verdão busca o título inédito do torneio e foi vice-campeão nas edições de 1970 e 2003.

Antes do início da partida, um minuto de silêncio foi respeitado em homenagem ao ex-goleiro Valdir Joaquim de Morais, que faleceu neste sábado (11), aos 88 anos, em Porto Alegre-RS, vítima de falência múltipla dos órgãos. Além de ser considerado um dos melhores arqueiros da história do clube, Valdir foi o pioneiro no treinamento específico da posição no Brasil.

O jogo

O Palmeiras começou a partida com mais posse de bola e sendo mais incisivo. A equipe alviverde criou diversas chances de finalizar, principalmente com Gabriel Silva — o goleiro Maicon, porém, levou a melhor em boa parte delas, enquanto outras foram chutadas para fora. A estratégia do Sertãozinho, por sua vez, era o contra-ataque liderado por João Pedro, levando perigo ao gol de Magrão em poucas oportunidades. O primeiro tempo terminou em um empate em 0 a 0.

O Verdão voltou do intervalo com Miqueias no lugar de Tomás. Arriscando mais na metade final, o Sertãozinho obrigou o goleiro Magrão a fazer boas defesas para impedir que o adversário abrisse o placar. Para segurar o ímpeto dos mandantes, o Palmeiras apostou na ofensividade: aos 15 minutos, Gabriel Silva desviou para a área, Marcelinho cruzou rasteiro e Fabricio ficou sozinho para completar. (Sertãozinho 0 x 1 Palmeiras)

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_ Fabricio abriu a contagem para o Verdão

Sem dar chance para o Sertãozinho se recuperar, o Maior Campeão do Brasil continuou pressionando no ataque. Aos 17, Ramon cobrou falta da intermediária, no ângulo esquerdo, e ampliou a vantagem palestrina no marcador. (Sertãozinho 0 x 2 Palmeiras)

A chuva, que caía desde o primeiro tempo, ficou mais forte no final da partida, dificultando as condições de jogo para as duas equipes. Mesmo assim, o Verdão conseguiu marcar o terceiro, aos 30 minutos. Marcelinho dominou na entrada da área, girou e chutou forte para o gol. A bola desviou em Lucas Cordeiro e entrou, sem chances para Maicon. (Sertãozinho 0 x 3 Palmeiras)

Durante a segunda etapa, Guilherme Vieira, Hiago, Lucas Cordeiro, João Pedro e Garcia substituíram Gabriel Góes, Vanderlan, Fabricio, Gabriel Silva e Marcelinho. Os raios e trovões que atingiam a região fizeram com que a arbitragem suspendesse a partida, que ficou paralisada por 26 minutos. Em virtude da má situação do campo, o final de jogo foi confuso e nenhum dos times conseguiu criar nada.

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_O Sub-20 do Palmeira encara o vencedor do duelo entra Ferroviária e Goiás na próxima fase

Palmeiras Sub-20: Magrão; Ramon, Henri, Helderson e Vanderlan (Hiago); Danilo e Gabriel Góes (Guilherme Vieira), Tomás (Miqueias), Gabriel Silva (João Pedro) e Marcelinho (Garcia); Fabricio (Lucas Cordeiro). Técnico: Wesley Carvalho.

Começou a pré-temporada do Palmeiras em Orlando, no estado da Flórida, nos Estados Unidos da América.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_O Palmeiras treinou em um dos campos do Omni Resort at ChampionsGate

Sob o comando da comissão do técnico Vanderlei Luxemburgo, o elenco realizou na manhã deste domingo (12), em um dos campos do Omni Resort at ChampionsGate, exercícios de alongamento (por conta da longa viagem de sábado, 11) e atividades técnicas, com ênfases na posse de bola, na aproximação e na marcação alta.

À tarde, às 15h30 (horário local), o Verdão volta a trabalhar no complexo esportivo, com a movimentação aberta para a imprensa. A estreia do Maior Campeão do Brasil na Florida Cup será na quarta (15), diante do Atlético Nacional, da Colômbia, no estádio do Orlando City (Exploria Stadium).

Treino da tarde 

À tarde, o grupo alviverde colocou em prática trabalhos técnicos em campo reduzido e também aprimorou fundamentos, sobretudo cruzamentos e finalizações.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_O elenco palmeirense trabalhou fundamentos no treino da tarde

Visita de respeito 

Morando na Flórida há anos, o zagueiro Cléber compareceu ao treino e reviu Vanderlei Luxemburgo, com quem foi bicampeão paulista (94 e 96) e bi brasileiro (93 e 94), entre outras conquistas. A dupla relembrou histórias e deu muita risada.

> Galerias:
Fotos do Treino em Orlando – Manhã (12/01/2020)
Fotos do Treino em Orlando – Tarde (12/01/2020)

Divulgação _ Valdir Joaquim de Morais acumula 480 atuações com o manto alviverdeO eterno goleiro palmeirense Valdir Joaquim de Morais (defendeu o Verdão entre 1958 e 1968) faleceu no início da tarde deste sábado (11), aos 88 anos, em Porto Alegre, cidade onde nasceu e também onde residia. O ex-arqueiro palestrino estava internado na emergência do Hospital Moinhos de Vento desde a madrugada da última terça-feira (07), após passar mal. O quadro de Valdir piorou e seu falecimento foi confirmado há algumas horas por falência múltipla dos órgãos.

Desde 2016, Valdir de Morais estava debilitado devido ao fato de ter sofrido um AVC. Em 2017, o guarda-metas fraturou o fêmur e passou a ficar de cama. O estado do emblemático personagem do futebol brasileiro, no entanto, se agravou nos últimos meses, sendo que ficou ainda mais crítico nas últimas semanas.

O corpo do ídolo palmeirense será velado no Cemitério ‘São Miguel e Almas’, neste domingo (12), das 08h30 às 16h00 e, em seguida, será cremado.

Valdir de Morais deixa a esposa Yvonne Carvalho de Morais, de 87 anos, com quem foi casado por sete décadas, os filhos Renato Carvalho de Morais, 64 anos, e Denise Carvalho de Morais, de 59. Seus netos – ambos filhos de Renato – são Danny Morais (atualmente jogador do Santa Cruz, de 34 anos) e Suanny Morais, de 37. Além disso, Valdir tinha cinco bisnetos: Bernardo, Matheus e Henrique (filhos de Danny Morais); além de Sofia e Thomás (filhos de Suanny)

HISTÓRICODivulgação_Goleiro Valdir posa para foto durante treino no Parque Antarctica

Valdir é considerado um dos melhores guarda-metas do Verdão em todos os tempos. E, além de fazer história dentro de campo, o gaúcho também deu sua contribuição para o Palmeiras atuando como técnico e preparador de goleiros – foi um vanguardista brasileiro no exercício desta função no Brasil

CARREIRA

Valdir de Morais iniciou sua carreira no extinto Renner de Porto Alegre em 1947, tendo por lá jogado até 1958, onde foi campeão gaúcho antes de se transferir ao Palmeiras para fazer história e se tornar um dos atletas mais vencedores do clube. Como goleiro, destacava-se pela impulsão e elasticidade, boa colocação, coragem nas saídas de gol, reflexo apurado e ótima reposição de bola. Tornou-se um dos goleiros mais completos de sua geração e um dos melhores da história. Foi o pioneiro no treinamento específico da posição, colaborando para o aperfeiçoamento técnico no Brasil. Valdir de Morais também foi o responsável pela preparação dos goleiros da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1982. Valdir de Moraes também foi treinador da equipe principal do Palmeiras, sempre como interino.

HOMENAGEM

Para homenagear Valdir de Morais, figura ímpar no futebol Brasileiro, o Palmeiras, em 2018, reestruturou seu núcleo técnico e batizou a sala oficial da comissão técnica com o nome de ‘Valdir Joaquim de Morais’, devido à importância do arqueiro não só dentro de campo, como jogador e ídolo, mas também por seu papel histórico de precursor de uma nova função no futebol (a de preparador de goleiro) e por mudar a forma de pensar o esporte dentro quatro linhas.

[album]

CHEGADA AO PALMEIRAS

Foi em 1958 que se cruzaram os caminhos de Palmeiras e Valdir. À época, o Verdão dava início a uma nova era de sua história, reformulando o elenco na tentativa de montar um superesquadrão. Com a contratação do treinador Oswaldo Brandão e a venda do craque Mazzola para a Itália após a Copa do Mundo (que, naquele período, rendeu uma verdadeira fortuna para o clube), os dirigentes alviverdes não pouparam esforços para reforçar a equipe.

Com Brandão no comando, chegaram naquele ano pelo menos sete jogadores de qualidade, entre os quais estava Ênio Andrade, que indicou o goleiro Valdir ao então treinador do Palmeiras – Ênio e Valdir foram companheiros de time quando defendiam o Renner de Porto Alegre.

Naquele período, o goleiro Valdir já era visto como um atleta de qualidade, pois tinha integrado a Seleção Gaucha e havia sido campeão gaúcho pelo Renner (1954) e campeão pan-americano pela Seleção Brasileira (1956). No entanto, a consagração só veio mesmo quando passou a defender o Verdão.

Valdir chegou ao Palmeiras para ser titular e, apesar de medir 1,75 de altura (estatura considerada baixa para goleiros), o gaúcho fazia grandes atuações e ganhou posição de destaque no time.

Divulgação_Valdir de Morais durante treino em seus tempos de atleta profissional do Verdão

VALDIR BRILHA NO VERDÃO

Divulgação_Com 480 jogos, Valdir de Morais é o 3º goleiro com mais partidas pelo clube (atrás de Marcos, com 532, e de Leão, com 620)O goleiro Valdir debutou no Palmeiras em 1958. Naquele ano, também estrearam no time alguns ótimos jogadores, como Chinesinho, Julinho Botelho, Américo, Geraldo Scotto, Zequinha e Romero. Na temporada seguinte, em 1959, juntou-se ao elenco o já consagrado Djalma Santos. Estes nomes foram uma espécie de embrião do time que, anos mais tarde, ganhou a alcunha de “Academia”, pelo futebol de classe e tecnicamente apurado.

Em 1959, o Palmeiras vivia o maior jejum de títulos da sua história até então. A última conquista alviverde havia sido o Campeonato Mundial Interclubes, em 1951. A tarefa que parecia árdua foi realizada com eficiência pela nova legião de craques do Verdão, que conseguiram tirar o Palmeiras da fila com a conquista do Campeonato Paulista de 1959, diante do Santos de Pelé. Foi neste episódio histórico que o goleiro Valdir e seus companheiros de time ganharam credibilidade.

Desde 1954, com a saída do legendário Oberdan Catani, o Palmeiras procurava um goleiro à altura do antecessor. E, em pouco tempo, o gaúcho Valdir provou ser este homem. Com grandes atuações desde a sua chegada, Valdir de Morais tornou-se ídolo. Foi o primeiro goleiro da história do Palmeiras a se sagrar campeão brasileiro (1960) e ser finalista da Copa Libertadores (1961).

“O Valdir foi um dos maiores goleiros que eu vi jogar. Ele não fazia festa, pose nas defesas, nada disso. Ele ‘apenas’ tinha uma colocação fora de série. Se o atacante não tivesse tranquilidade, perdia o gol. O Valdir tinha uma presença que espantava os adversários”, conta o ex-atacante César Maluco.

Divulgação_Valdir esteve presente em um dos momentos mais importantes da história do Palmeiras: o dia em que o clube representou a Seleção Brasileira por completo

Durante a década de 60 inteira, com exceção de 1969 (época em que o craque passou a defender o Cruzeiro), Valdir fez história no Alviverde, colecionando títulos e condecorações. Em 1965, o goleiro deixou seu nome registrado na súmula da partida que inaugurou o Mineirão, quando o Verdão foi convidado a representar a Seleção Brasileira por completo, do goleiro ao ponta-esquerda, do técnico ao massagista, inclusive os reservas, num amistoso diante da Seleção Uruguaia. Naquela oportunidade, o Palmeiras (Brasil) venceu a seleção celeste por 3 a 1.

Outro episódio marcante de sua trajetória ocorreu em 1966. Palmeiras e Corinthians se enfrentaram pelo Torneio Rio-São Paulo, e o Verdão vencia o clássico por 2 a 1 quando, aos 43 minutos do segundo tempo, o árbitro Olten Aires de Abreu marcou um pênalti a favor do Alvinegro. Ninguém menos que Mané Garrincha, que teve uma rápida passagem pelo Parque São Jorge, foi para a cobrança. Valdir defendeu o pênalti de Garrincha, e o Alviverde venceu o prélio.

Divulgação_Valdir de Morais ajudou a construir a fama de 'Academia de Goleiros' que o Palmeiras leva; da esq p/ dir: Leão, Marcos, Sérgio, Oberdan Cattani, Velloso e Valdir de Morais

DESPEDIDA

Divulgação_Após encerrar a carreira, Valdir de Morais foi treinador de goleiros e ensinou os principais arqueiros de gerações posteriores à sua, como por exemplo o Marcos (foto)No dia 16 de maio de 1968, o gaúcho Valdir de Morais se despedia do Palmeiras. Foi diante do Estudiantes de La Plata (Argentina) que o arqueiro realizou sua derradeira partida com a camisa do Verdão. Na ocasião, o jogo foi válido pela final da Copa Libertadores, e a vitória por 2 a 0 deu o título aos argentinos.

Valdir defendeu a meta alviverde durante dez anos consecutivos. Ao longo deste período, a lenda acumulou 480 jogos com a camisa do Verdão, tornando-se o goleiro que mais vezes havia atuado pelo Palmeiras até então. Mais tarde, foi superado em números de partida por Emerson Leão (620) e Marcos (532).

Ao deixar o Palmeiras em 1968, o gaúcho ainda defendeu o Cruzeiro de Porto Alegre e encerrou sua brilhantíssima carreira por lá, em 1969.

PIONEIRISMO

Dois anos depois de pendurar as chuteiras, Valdir foi convidado pelo técnico Oswaldo Brandão para ser seu auxiliar no novo desafio que encararia à frente do Palmeiras. Valdir, porém, sugeriu fazer um trabalho específico com os goleiros – era a primeira vez na história que um especialista da posição seria o responsável pelo treinamento dos arqueiros. Brandão prontamente aceitou.

Divulgação_Como preparador, Valdir de Morais integrou a comissão da Seleção Brasileira e vários outros clubes, trabalhando com os principais técnicos do paísO gaúcho, então, passou toda a década de 70 no Palmeiras. Na década seguinte, exerceu a mesma função no São Paulo, onde permaneceu até meados dos anos 90, antes de voltar ao Palestra Italia. Participou das Copas de 1982 e 1986 como auxiliar-técnico de Telê Santana, trabalhou como coordenador técnico no Corinthians no fim dos anos 90 e teve mais duas passagens pelo Verdão até deixar o cargo em 2011.

“Como o primeiro na carreira de preparador de goleiros, ele foi muito importante para o Palmeiras e para o futebol brasileiro. Ele passou esta escola para as demais equipes e, por isso, está marcado na história. Hoje, essa é uma profissão. Sem contar a ‘Academia de Goleiros’ que se iniciou no Verdão. A maioria aprendeu coisas sobre colocação, reflexo e outras habilidades com ele”, destaca César Maluco.

Ao todo, Valdir contabiliza 42 títulos na carreira, incluindo as conquistas como jogador e membro de comissão técnica. Pelas mãos do preparador, passaram craques da posição como Leão, Gilmar, Zetti, Rogério Ceni e Marcos.

Divulgação_Valdir faleceu um dia após os 60 anos de um dos principais títulos de sua carreira e também do Verdão: o Paulista de 1959 em cima do Santos de Pelé; nesta foto, recebeu das mãos de Marcos placa em homenagem aos 50 anos daquela ocasião (portanto, há exatos 10 anos e um dia)

CAMPEÃO DO 1º BRASILEIRO PELO VERDÃO

Ao longo de sua carreira, Valdir de Morais acumulou algumas glórias folclóricas com a camisa do Verdão, como a de ter participado da campanha que rendeu à equipe esmeraldina o primeiro Campeonato Brasileiro de sua história, em 1960 – a Taça Brasil. Vale lembrar que este também foi o primeiro Nacional conquistado dos 14 que hoje o clube possui (sendo dez Brasileiros, três Copas do Brasil e uma Copa dos Campeões). Pode se dizer, portanto, que Valdir foi peça fundamental para que o Alviverde construísse a fama que tem: de ser o Maior Campeão do Brasil.

1º GOLEIRO BRASILEIRO A DISPUTAR UMA FINAL DE LIBERTADORES

Alguns momentos emblemáticos também ajudaram a fazer de Valdir um personagem singular na história do Palmeiras. Em 1961, o gaúcho foi o primeiro goleiro brasileiro a disputar uma final de Libertadores, logo na segunda edição do torneio. Além disso, em 1965, o eterno guarda-metas palestrino esteve presente no histórico embate do dia 07 de setembro, quando o Palmeiras, por completo, representou a Seleção Brasileira em partida diante do Uruguai, valendo a Taça Independência: naquela oportunidade, o Palmeiras (Brasil) venceu a Celeste Olímpica por 3 a 1 e faturou o troféu.

VALDIR COM A CAMISA 1 DO VERDÃO

Jogos: 480
Vitórias: 291
Empates: 93
Derrotas: 96
Títulos: Campeonato Paulista em 1959, 1963 e 1966; Campeonato Brasileiro em 1960, 1967 (Torneio Roberto Gomes Pedrosa) e 1967 (Taça Brasil); Torneio Rio-São Paulo em 1965

Nome: Valdir Joaquim de Morais*
Nascimento: 23/11/1931
Falecimento: 11/01/2020
Naturalidade: Porto Alegre-RS
Período: 1958 a 1968
Clube anterior: Renner-RS
Posição: Goleiro
Jogos: 480 (291 vitórias, 96 empates e 93 derrotas)
*Seu verdadeiro nome termina com Morais, mas ficou conhecido como Moraes por engano.

DADOS
Estreia: Palmeiras 7×1 Ituano (28/09/1958)
Último jogo: Palmeiras 0x2 Estudiantes-ARG (16/05/1968)
Principais títulos: Campeonato Paulista em 1959, 1963 e 1966; Campeonato Brasileiro em 1960, 1967 (Torneio Roberto Gomes Pedrosa) e 1967 (Taça Brasil); Torneio Rio-São Paulo em 1965

Priscila Pedroso/Palmeiras _ A gaúcha Stefany discursou em LIBRAS e reforçou o discurso de que 'o Palmeiras é de todos'

A manhã deste sábado (11) foi diferente na Academia de Futebol. As sete atletas contratadas para reforçar a equipe feminina de futebol do Palmeiras em 2020 foram apresentadas aos jornalistas em coletiva de imprensa que ficou marcada pela mescla de discursos jovens, experientes e também inclusivos das novas caras do Verdão para a temporada.

Discursaram aos presentes Alberto Simão, diretor executivo da modalidade, e as novas atletas: a goleira Karen, a polivalente Rosana, as meio-campistas Angelina, Ary Borges e Stefany e a atacante Ottilia. Antes das entrevistas, as Palestrinas treinaram no campo da Academia de Futebol e realizam novas atividades no gramado do Allianz Parque neste domingo (12), às 10h, em evento aberto à torcida.

Pela primeira vez na história, inclusive, uma atleta surda veste as cores do Verdão no futebol. Stefany, campeã mundial de futsal de surdos em 2019, foi uma das mais perguntadas na coletiva e respondeu a todos através da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), com gestos traduzidos simultaneamente por sua mãe, Rose, e por um intérprete da língua.

 

Confira abaixo os destaques das atletas apresentadas para a temporada 2020:

Angelina

“Estou muito feliz de estar aqui. Tem sido incrível aprender coisas novas com o elenco, principalmente com a Stefany. Creio que até o final da temporada todas nós conseguiremos falar e ensinar LIBRAS. Nosso elenco é muito bom. As meninas que já estavam aqui no ano passado têm muita qualidade e isso acirra a briga por posições. Vamos trabalhar bastante neste ano, pois viemos para agregar”.

Priscila Pedroso/Palmeiras _ Angelina é a atual capitã da Seleção Brasileira Feminina Sub-20

Ottilia

“É uma alegria muito grande defender essa camisa tanto para mim quanto para os meus pais, que são palmeirenses. Espero que possamos fazer um trabalho muito bom com o grupo neste ano. Vamos buscar os objetivos profissionais de cada uma sempre colocando o conjunto em primeiro lugar, com bons resultados. Estou muito feliz! Quase chorei antes de vir para a mesa (risos)”.

Priscila Pedroso/Palmeiras _ Oriunda de família palmeirense, Ottilia chega para reforçar o ataque alviverde

Karen

“A temporada passada me fez muito bem. Fiz um excelente trabalho no Audax e no Ceilândia e, por essas equipes, pude chamar a atenção do clube para estar aqui hoje. Vou trabalhar muito. A modalidade cresceu bastante e está cada vez mais forte. É um passo de cada vez, e o primeiro deles foi vestir a camisa do Palmeiras”.

Priscila Pedroso/Palmeiras _ Após grandes atuações em 2019, Karen reforça o plantel de goleiras do Palmeiras

Stefany

“Eu sinto um grande prazer por estar aqui. Já fui campeã tanto pelo futsal quanto pelo futebol, e estar no Palmeiras é a realização do sonho de atuar em um time profissional. O clube abriu as portas para mim. Quero representar muito bem essa camisa. Estou me dando muito bem com as meninas e sei que, passo a passo, vou aprender com elas e ensiná-las”.

Priscila Pedroso/Palmeiras _ Stefany (dir.) teve a companhia de sua mãe, Rose, à mesa, e falou com os jornalistas em LIBRAS

Ary

“Fiquei bastante surpresa com o que foi apresentado. O projeto do Palmeiras é muito bom, ambicioso. Acredito que, com as contratações e manutenção de grande parte do elenco, temos muitas coisas para conquistar esse ano. Espero que seja uma boa temporada para o clube e para todas nós”.

Priscila Pedroso/Palmeiras _ Ary foi destaque na disputa da Série A2 do Brasileiro Feminino no ano passado

Rosana

“Desde o primeiro contato do clube falei que ‘queria saber as ideias do projeto’, pois é o que acredito. Achei muito ambicioso, em Vinhedo temos uma estrutura interessante e de projeção muito boa. Acredito muito nesse elenco recheado de talentos e vim para agregar com a experiência que tenho”.

Priscila Pedroso/Palmeiras _ A polivalente Rosana, de 37 anos, chega ao Verdão com premiada bagagem no futebol feminino

Agustina

“Acho que uma das coisas que me fizeram vir para cá foi a estrutura, que chama muito a atenção. O Palmeiras vem com humildade, mas vai dar o que falar dentro do campo. Hoje aqui é minha casa e quero conquistar tudo aqui. Tudo é mais fácil quando o grupo é bom e a comissão está sempre presente”.

Priscila Pedroso/Palmeiras _ 'Surpresa' do dia, Agustina reforça o setor defensivo do Palmeiras em 2020

Fabio Menotti/Palmeiras _ O zagueiro Henri é um dos destaques do time alviverde na CopinhaO time Sub-20 do Palmeiras enfrenta o Sertãozinho-SP neste domingo (12), às 16h, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, pela segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O duelo será transmitido pelo SporTV e tem entrada gratuita aos palmeirenses.

O Verdão terminou a fase classificatória na vice-liderança do Grupo 17, com seis pontos (duas vitórias e uma derrota). Caso supere o Sertãozinho-SP, o time alviverde enfrenta na terceira fase o vencedor da partida entre Ferroviária, primeiro colocado do Grupo 17, e Goiás, segundo lugar do Grupo 18.

“É a primeira Copinha de muitos, e a ansiedade acaba aparecendo. Temos um jogo bastante comunicativo e técnico, e isso será fundamental para nós nessa fase eliminatória. Vamos buscar o melhor jogo em campo para garantir a vaga na próxima fase”, declarou o zagueiro Henri, autor de um dos cinco gols marcados pelo Palmeiras na Copa São Paulo até aqui.

A 51ª Copa São Paulo tem a participação de 128 clubes divididos em 32 sedes na primeira fase. Os dois melhores de cada grupo avançaram para a segunda etapa, que será disputada em formato mata-mata.

Serão seis duelos eliminatórios no total, todos em jogo único, com a final marcada para o dia 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu. O Verdão busca o título inédito do torneio e foi vice-campeão nas edições de 1970 e 2003.

A defensora Agustina Barroso é a mais nova contratada do time feminino de futebol do Palmeiras. A zagueira argentina de 26 anos acertou sua chegada ao Verdão após passagem pelo UAI Urquiza-ARG e atuações na Copa do Mundo Feminina, disputada no ano passado. Pela Seleção, a atleta foi medalhista de prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru.

Priscila Pedroso/Palmeiras _ Agustina é a oitava atleta a reforçar o futebol feminino do Verdão em 2020

Além da presença certa na Seleção de seu país, Agustina já atuou no futebol feminino europeu e do Brasil, com passagens por Madrid CFF-ESP, Osasco Audax-SP, AFC Flyde-ING, Ferroviária-SP e Corinthians. Ela já se sagrou campeã do Clausura (2012) e do Torneo Final (2014) da Argentina, além de ter vencido a Taça Libertadores da América em 2017.

“Estou muito feliz por retornar ao Brasil e também por defender as cores do Palmeiras, um gigante do país. Venho da escola argentina, e sei que não faltará entrega dentro de campo. Vou trabalhar bastante para ajudar o clube a chegar ao lugar mais alto das competições da temporada”, disse a defensora, que também faz papel de lateral-direita.

Ela, assim como a meio-campista Angelina, nascida nos Estados Unidos e naturalizada brasileira, faz parte do grupo de atletas nascidas fora do Brasil que estão no futebol feminino do Palmeiras pela primeira vez na história. Antes delas, o único estrangeiro a integrar equipes da modalidade foi o técnico Filpo Nuñez, que também fez história como treinador da Primeira Academia.

Agustina é a oitava atleta a se juntar ao elenco feminino do Verdão em 2020. Chegaram também ao clube a goleira Karen, a polivalente Rosana, as meio-campistas Angelina, Ary Borges e Stefany e as atacantes Ottilia e Monica. O time estreia na temporada em 09 de fevereiro, contra o Corinthians, pela Série A1 do Campeonato Brasileiro.

Divulgação _ A atleta foi titular da Seleção Argentina na Copa do Mundo Feminina, em 2019

Ficha técnica

Agustina

Nome: Agustina Barroso Basualdo
Data de nascimento: 20/05/1993
Naturalidade: Tandil-ARG
Posição: Zagueira / Lateral-direita
Clubes: UAI Urquiza-ARG, Ferroviária-SP, AFC Flyde-ING, Osasco Audax-SP, Corinthians e Madrid CFF-ESP
Títulos: Torneo Clausura (2012), Torneo Final (2014) e Taça Libertadores da América (2017)

Sub-18 do Palmeiras disputa Copa Santiago contra brasileiros e sul-americanos

A equipe Sub-18 do Palmeiras disputa entre os dias 13 e 26 de janeiro a 32ª edição da Copa Santiago de Futebol Juvenil, na cidade de Santiago-RS. Campeão do torneio em 2018 e vice no ano passado, o Verdão mede forças contra clubes brasileiros e estrangeiros de Paraguai, Peru e Uruguai.

O Alviverde está no Grupo B da competição, ao lado de Juventude-RS, Santos, Cruzeiro de Santiago-RS, Nacional-URU e Alianza Lima-PER. Já o Grupo A é formado por Grêmio, Internacional, São José-RS, Figueirense, Albion-URU e 3 de Febrero-PAR. Os quatro melhores clubes de cada grupo avançam às quartas de final, e o torneio terá sua grande final marcada para o dia 26 de janeiro.

O time será comandado por Hamilton Mendes, treinador da categoria Sub-16 do Verdão. Foram relacionados alguns atletas bicampeões do Mundial de Clubes Sub-17, da Copa do Brasil Sub-17 e da Supercopa Sub-17 do ano passado. O técnico exaltou a qualidade do elenco alviverde formado pela geração nascida em 2002.

“É um torneio bastante nivelado, com grandes clubes nacionais e internacionais. Queremos sempre o melhor lugar nas competições que disputamos, e nesse ano não será diferente. Estamos levando garotos do Sub-17 de 2019, que foram campeões de títulos importantes até a nível mundial. Será o primeiro ano deles como Sub-20 e vejo a Copa Santiago como grande oportunidade para eles iniciarem esse ciclo da melhor maneira possível”, declarou.

Em 2019, o Palmeiras brigava pelo bicampeonato consecutivo da Copa Santiago e ficou com o vice após ser superado pelo Grêmio, nos pênaltis. Já em 2018, o Verdão faturou o título da competição gaúcha ao derrotar o Coritiba na final – naquela ocasião, o atacante Lincon foi eleito o melhor atleta do torneio, enquanto o goleiro Magrão foi o menos vazado. Ambos estão com o time Sub-20 na disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

32ª Copa Santiago de Futebol Juvenil

FASE CLASSIFICATÓRIA:

13/01: Palmeiras 1 x 1 Cruzeiro de Santiago (Alceu Carvalho)
Gol: Luan

15/01: Nacional-URU 1 x 2 Palmeiras (Municipal Nery Cardoso)
Gols: Renan e Pablo Ruan

17/01: Alianza Lima-PER 0 x 1 Palmeiras (Alceu Carvalho)
Gol: Juninho

19/01: Palmeiras 0 x 0 Juventude (Municipal Nery Cardoso)

21/01: Santos 0 x 3 Palmeiras (Alceu Carvalho)
Gols: Luan (2) e Renan

O Palmeiras comemora nesta sexta-feira o aniversário de 60 anos de um dos maiores títulos de sua história. No dia 10 de janeiro de 1960, o Maior Campeão do Brasil derrotou o Santos por 2 a 1 e faturou o Campeonato Paulista de 1959, acabando com um jejum de grandes conquistas que perdurava desde 1951. Pelé abriu o placar no Pacaembu, mas Julinho Botelho e Romeiro marcaram os gols da virada palestrina.

Alviverde e Alvinegro terminaram a competição com os mesmos 63 pontos e, por esse motivo, precisaram decidir o troféu em uma série de três jogos extras realizados no estádio municipal. Nos dois primeiros, disputados em 5 e 7 de janeiro, houve empates por 1 a 1 e 2 a 2.

A elevada qualidade técnica demonstrada pelas duas equipes e o equilíbrio predominante dentro de campo fizeram com que aquele estadual fosse chamado pela imprensa de Supercampeonato Paulista.

Acervo Histórico_Em 1959, o Palmeiras conquistou o Campeonato Paulista ao vencer o Santos de Pepe na final

“Santos e Palmeiras eram as grandes forças do futebol brasileiro naquele momento e protagonizaram um confronto emocionante”, recordou-se o ídolo santista Pepe, em entrevista concedida à TV Palmeiras/FAM. “Tínhamos um grande time, com o Pelé em sua plenitude física e técnica, mas o Palmeiras jogou bem e fez por merecer o título.”

À época, o Verdão vivenciava um período de oito anos sem ganhar taças importantes, iniciado após a conquista do Mundial de 1951. O clube tinha, contudo, um elenco estrelado, montado com o dinheiro da venda do artilheiro Mazzola para o Milan-ITA logo depois da Copa do Mundo de 1958. Faziam parte da constelação verde o lateral Djalma Santos, os meias Zequinha e Chinesinho e o ponta Julinho Botelho, entre outros craques.

Já o Santos, campeão do Torneio Rio-São Paulo em 1959, contava com a espinha dorsal da equipe que ganharia o tricampeonato estadual de 1960 a 1962. Além de Pelé e Pepe, defendiam o time santista nomes consagrados como Zito, Dorval, Jair Rosa Pinto, Pagão e Coutinho.

“Havia uma grande rivalidade entre os dois clubes, mas, fora de campo, éramos todos parceiros, pois estávamos sempre juntos na Seleção Brasileira e na Seleção Paulista”, contou Pepe, rememorando os duelos travados com o amigo Djalma Santos. “Ele sempre me marcava, então nos conhecíamos bem. Passávamos o jogo todo tirando sarro um do outro. O Djalma brincava com a minha calvície e eu respondia falando mal do narigão dele”, lembrou, entre risos.

TV Palmeiras/FAM_Rivais no Paulista, Pepe e os ídolos palmeirenses de 1959 jogavam juntos na Seleção Brasileira

O ídolo santista se emocionou ao rever imagens daquela inesquecível decisão. O Canhão da Vila exaltou, sobretudo, o ponta palmeirense Julinho Botelho, que naquele mesmo ano ainda conduziria o Maior Campeão do Brasil ao primeiro de seus dez títulos nacionais.

“Ele foi um dos principais atacantes da história do futebol brasileiro. E, além de ter sido um excepcional jogador, foi uma excelente pessoa. Era muito inteligente e tinha um comportamento irretocável”, enalteceu.

A campanha do Palmeiras supercampeão paulista de 1959:

41 jogos (30 vitórias, sete empates e quatro derrotas)
112 gols marcados
36 gols sofridos

Ficha técnica do jogo decisivo:

Palmeiras 2 x 1 Santos
Campeonato Paulista de 1959 (Terceiro jogo extra)
Data: 10/01/1960
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo
Árbitro: Anacleto Pietrobom
Palmeiras: Valdir de Moraes; Djalma Santos, Valdemar Carabina, Aldemar e Geraldo Scotto; Zequinha e Chinesinho; Julinho Botelho, Américo, Romeiro e Nardo. Técnico: Oswaldo
Brandão.
Santos: Laércio; Urubatão, Getúlio e Dalmo; Formiga e Zito; Dorval, Jair Rosa Pinto, Pagão, Pelé e Pepe. Técnico: Lula.
Gols: Pelé aos 14 e Julinho Botelho aos 43 do primeiro tempo; Romeiro aos 3 do segundo tempo

A equipe feminina de futebol do Palmeiras realiza neste domingo (12), às 10h, no Allianz Parque, treino aberto aos palmeirenses. A atividade terá a cobrança simbólica de entradas no valor de R$ 1 para testes do sistema de venda de ingresso.

As entradas podem ser adquiridas online neste link a partir deste sábado (11), às 10h, ou no dia do evento, na bilheteria do Portão B da arena (Avenida Francisco Matarazzo) a partir das 08h e pela internet. Os portões serão abertos à torcida às 09h. O acesso ao evento será feito através de ingresso virtual, para quem adquirir a entrada pela internet, e ingresso físico para quem comprar na bilheteria. Sócios Avanti não utilizarão as suas carteirinhas.

No evento, o torcedor palmeirense terá a oportunidade de conhecer as novas contratadas do Verdão para a temporada 2020. Chegaram ao clube a goleira Karen, a polivalente Rosana, as meio-campistas Angelina, Ary Borges e Stefany e as atacantes Ottilia e Monica. O primeiro compromisso da temporada está marcado para fevereiro, contra o Corinthians, pela Série A1 do Campeonato Brasileiro.

Além dos reforços, a maioria das atletas que se sagraram campeãs da Copa Paulista e fizeram grande temporada em 2019 renovou vínculo com o Palmeiras. São elas as goleiras Vivi e Jully, as defensoras Thais, Stella, Thalita Samara, Isabella e Vitória, as meio-campistas Juliana, Nicoly, Maressa, Karla Alves e Carla Nunes e as atacantes Bianca, Lurdinha e Livyan.

As Palestrinas fizeram 30 jogos na temporada passada, com 16 vitórias, oito empates e seis derrotas, com 65 gols marcados e 22 sofridos. Além do título da Copa Paulista, a equipe foi semifinalista da Série A2 do Brasileiro e obteve acesso à elite da competição, bem como avançou à segunda fase do Paulista e brigou por vaga no mata-mata até a rodada final.

As atletas do Verdão se apresentaram em Vinhedo-SP na última quarta-feira (08) para a realização de exames médicos. A equipe treinou com bola a partir do dia seguinte, no estádio Nelo Bracalente, e também estará no gramado da Academia de Futebol neste sábado (11) para a realização de atividades comandadas pelo técnico Ricardo Belli.

Verdão encerra 1ª semana de pré-temporada e viaja com 28 atletas para a Florida Cup

O Palmeiras finalizou na manhã desta sexta-feira (10), na Academia de Futebol, a primeira semana de pré-temporada para o ano de 2020. Após fazerem trabalhos de ativação muscular no centro de excelência, os jogadores foram ao gramado e passaram por um circuito físico de força e potência. Na sequência, depois de almoçarem no refeitório, foram liberados e se reapresentarão no sábado (11) para a viagem aos Estados Unidos.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_O Palmeiras encerrou a preparação para a a Florida Cup nesta sexta-feira (10)

> Clique aqui e confira as fotos do treino.

Durante a semana, além de exames e movimentações físicas na sala de musculação, no campo (com tiros de corrida controlados) e na caixa de areia, o elenco realizou atividades com bola, já implementando as ideias da comissão de Vanderlei Luxemburgo,  como, por exemplo, o jogo propositivo, a posse de bola e a marcação alta.

Ao todo, o Maior Campeão do Brasil embarcará com 28 jogadores para a disputa da Florida Cup, incluindo os jovens Lucas Esteves, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Alan e Gabriel Veron, recém-promovidos do Centro de Formação de Atletas do clube, e os quatro que retornaram após um período de empréstimo: Vinicius Silvestre (CRB-AL), Pedrão (América-MG), Emerson Santos (Internacional) e Wesley (Vitória). O zagueiro Vitor Hugo, que operou a região inguinal no começo de dezembro, seguirá em São Paulo realizando seu cronograma especial de recuperação, enquanto o atacante Angulo está com a Seleção Colombiana para a disputa do Pré-Olímpico.

O Alviverde treinará domingo (12), segunda (13) e terça (14) em dois períodos em solo americano e estreará no torneio na quarta (15), contra o Atlético Nacional-COL. A outra partida será no sábado (18), diante do New York City-EUA. O primeiro duelo pelo Campeonato Paulista será no dia 22, ante o Ituano, no interior paulista, às 19h15.

Lista de convocados para a viagem:

Goleiros: Weverton, Jailson e Vinicius
Laterais: Marcos Rocha, Mayke, Diogo Barbosa, Victor Luis e Lucas Esteves
Zagueiros: Gustavo Gómez, Luan, Pedrão e Emerson Santos
Meio-campistas: Felipe Melo, Bruno Henrique, Ramires, Matheus Fernandes, Gabriel Menino, Patrick de Paula, Gustavo Scarpa, Lucas Lima, Raphael Veiga, Zé Rafael e Alan
Atacantes: Dudu, Luiz Adriano, Willian, Gabriel Veron e Wesley

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Pedrão jogou a Série B do Campeonato Brasileiro de 2019 pelo América-MGInicialmente contratado para o Sub-20, Pedrão desembarcou no time de Palestra Italia em 2017. Devido à sua versatilidade, velocidade e qualidade no desarme, o jovem jogador chamou a atenção e logo teve a oportunidade de treinar com a equipe profissional ao mesmo tempo em que atuava pela base palestrina. Um ano após a sua chegada, em 2018, o defensor já estreou pelo time principal no amistoso contra o Deportivo Árabe, no Panamá. Na temporada passada, ele passou por um período de empréstimo no América-MG.

“Tem sido ótimo para nós estar aqui, isso significa que eles acreditam em nosso trabalho”, declarou. “Darei o meu melhor como sempre dei. Se eu tiver uma oportunidade, será pelo meu trabalho”, completou o atleta, que vê na Florida Cup, disputada nos Estados Unidos, uma ótima chance de apresentar o seu trabalho à comissão técnica palmeirense.

“Não é só uma pré-temporada para nós (risos), é um campeonato importantíssimo. Todos terão a oportunidade de jogar. Não é só um jogo amistoso, vale muita coisa”, comentou.

Apesar de ter apenas 22 anos, Pedrão reconhece que pode ajudar com o amadurecimento dos companheiros recém-promovidos das categorias de base do Palmeiras, já que viveu experiências importantes fora do Maior Campeão do Brasil.

“A gente tem um pouco mais de experiência do que eles por ter jogado um campeonato nacional, jogamos a Série B (do Campeonato Brasileiro), que é diferente da Série A, tem um jogo mais truncado e de força. Se estamos aqui é porque fizemos um ótimo trabalho. Sempre estamos falando alguma coisa para eles quando é possível. Nunca se sabe, eles podem ter a oportunidade de jogar. Passamos para eles esse pouco que aprendemos”, afirmou o defensor.

O zagueiro, inclusive, já quer iniciar a sua trajetória no Verdão conquistando o título do Campeonato Paulista. “Todos os campeonatos são importantes para um clube grande. Se um clube grande passa um ano sem títulos, já sabe como é. O (Vanderlei) Luxemburgo foi o último técnico campeão paulista pelo Palmeiras, e nós buscaremos esse título novamente”, finalizou.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Vinicius passou pela Ponte Preta e o CRB antes de voltar ao VerdãoApós ganhar experiência em empréstimos para Ponte Preta e CRB, o goleiro Vinicius Silvestre foi incorporado ao elenco do Palmeiras para esta temporada. No clube desde 2006, o arqueiro teve diversas convocações para a Seleção Brasileira Sub-15 durante o período em que esteve nas categorias de base do Verdão, ficando conhecido pela qualidade em defesas de penalidades máximas. Em 2013, ele subiu para o time principal e atuou pela primeira vez com o manto palestrino no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.

Mais experiente, o atleta valorizou o planejamento traçado pelo Alviverde no início de sua carreira. “Está sendo excelente. O Palmeiras tinha um plano de carreira a gente, e acredito que a gente foi muito bem. Temos de ter uma mentalidade vencedora e sempre buscar os títulos”, declarou, citando a oportunidade de atuar pela Florida Cup, nos Estados Unidos.

“É a oportunidade da nossa vida. Passamos um tempo fora, uma experiência bacana e pudermos voltar mais bem preparados”, afirmou.

Vinicius também não poupou elogios ao elenco do Maior Campeão do Brasil, principalmente os companheiros de posição. “São grandes jogadores. No meu caso, são grandes goleiros. Estamos vindo para agregar e é uma satisfação muito grande”, falou. “É muito gratificante conviver com o Jailson e o Weverton, eu os admiro dentro e fora de campo. Trabalharei para buscar o meu espaço”, completou.

Por fim, o goleiro se mostrou empolgado por trabalhar com Vanderlei Luxemburgo, inclusive por ser o último treinador a conquistar um Campeonato Paulista pelo clube. “O Luxa (Vanderlei Luxemburgo) foi o último campeão paulista e estamos lisonjeados por trabalhar com ele. O Paulista é superimportante, e o nosso intuito é buscar o título”, projetou o palmeirense.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Wesley foi o segundo maior driblador da Série B do Brasileirão em 2019Atacante de velocidade, Wesley é jogador do Palmeiras desde 2016, com passagens pelo Sub-17 e Sub-20 e inúmeros títulos pelas categorias de base palestrina. Depois de ganhar destaque na base, o jovem de 20 anos foi emprestado para o Vitória em 2019 para completar a sua formação como profissional. No time baiano, ele teve um ótimo desempenho: terminou a última Série B do Campeonato Brasileiro como o segundo maior driblador, anotou cinco gols e deu três assistências na competição.

Agora o atleta vive a expectativa de repetir o mesmo sucesso no time principal do Alviverde. “É um momento único. Fizemos um bom trabalho no ano passado, talvez seja por isso que estamos aqui. Desfrutaremos o melhor”, disse. “Hoje sinto que voltei mais bem preparado, estou pronto para uma oportunidade”, emendou o jogador.

Wesley até brincou com o fato de encontrar jogadores consagrados no elenco palmeirense. “É uma satisfação enorme ter a oportunidade de compartilhar o mesmo espaço com caras que eu joguei no videogame (risos). Não tem explicação”, comentou.

Com bastante vontade de ajudar o Verdão nesta temporada, o atacante acredita que pode colaborar com o time em diferentes funções do ataque. “Eu me sinto à vontade em qualquer uma das posições do ataque, até mesmo de centroavante ou um falso 9”, afirmou o palmeirense.

O Centro de Formação de Atletas do Palmeiras promove entre os dias 12 e 19 de janeiro a 3ª edição da FAM Cup, torneio que tem feito sucesso nos últimos anos a nível nacional na categoria Sub-17. Em 2020, a competição reúne dez equipes, sendo três estrangeiras.

As partidas da primeira fase serão realizados na Academia de Futebol 2, em Guarulhos-SP, no CFA de Cotia-SP, do São Paulo FC, e no Parque São Jorge, do Corinthians. Entre os clubes internacionais, estarão presentes os estreantes Philadelphia Union, dos Estados Unidos, e Bolívia 2022 (projeto promovido pela Seleção Boliviana visando a Copa do Mundo do Catar), além do Red Bull Salzburg, da Áustria, que jogou a edição de 2019 da FAM Cup.

Como organizador, o Verdão participa com dois times formados por atletas das equipes Sub-17 e Sub-16. Além dos estrangeiros, São Paulo, Corinthians, Grêmio, Red Bull Brasil e Jacuipense-BA estarão na FAM CUP. No ano passado, o time Sub-16 alviverde foi bicampeão da Série Prata da competição, enquanto o São Paulo ficou com o troféu da Série Ouro.

O Palmeiras A será comandado por Artur Itiro, treinador da categoria Sub-17. Já o Palmeiras B terá como comandante Rogério Andrade, auxiliar técnico do Sub-17. O intuito da formação dos dois times é observar e testar atletas que vão migrar de categoria em 2020.

“Hoje a FAM Cup é bastante procurada por equipes tanto do Brasil quanto do exterior. A faixa etária de participação já inicia os trabalhos na categoria juvenil, e poder organizar um festival desse porte é interessante para a formação de novos talentos e duplamente importante ao Palmeiras por participarmos com dois times. A cada ano que passa, o torneio ganha visibilidade a nível nacional”, declarou João Paulo Sampaio, coordenador geral das categorias de base do Palmeiras.

Os times estão divididos em dois grupos na primeira fase e, após jogos de todos contra todos dentro das chaves, os dois melhores de cada avançam para as semifinais da Série Ouro, enquanto os terceiros e quartos disputam as semis da Série Prata.

Fabio Menotti/Palmeiras _ A categoria Sub-16 do Verdão é a atual bicampeã da Série Prata da FAM Cup

O Palmeiras tradicionalmente promove competições de formação. Além da FAM Cup, o clube realiza torneios com caráter solidário e integrador, como o Festival Cidade Verde, voltado para crianças de projetos sociais, escolinhas e clubes amadores de São Paulo e do Brasil nas categorias Sub-10 e Sub-12 – a competição ocorreu em dezembro de 2019. A base alviverde também organizou no duas edições da Copa Palmeiras das Comunidades em 2015 e em 2016.

FAM Cup 2020

> Etapa classificatória:

Grupo A: Palmeiras A, São Paulo, Red Bull Salzburg, Jacuipense e Philadelphia Union
Grupo B: Palmeiras B, Corinthians, Red Bull Brasil, Grêmio e Bolívia 2022

1ª rodada (12/01 – domingo)

10h: Palmeiras A 1 x 3 São Paulo – Academia de Futebol 2
Gol: Ruan Ribeiro

10h: Corinthians 5 x 2 Red Bull Brasil – Parque São Jorge

14h30: Palmeiras B 8 x 1 Bolívia 2022 – Academia de Futebol 2
Gols: Giovanni (3), Ruan Santos, Wendell, Clebson, Yago e Victor

16h30: Red Bull Salzburg 3 x 0 Jacuipense – Academia de Futebol 2

2ª rodada (13/01 – segunda-feira)

10h: São Paulo 2 x 1 Jacuipense – CFA Cotia

10h: Philadelphia Union 1 x 3 Palmeiras A – Academia de Futebol 2
Gols: Carlos Matheus, Pedro Lima e Jhonatan

15h: Grêmio 0 x 3 Corinthians – Parque São Jorge

15h: Red Bull Brasil 0 x 1 Palmeiras B – Academia de Futebol 2
Gol: Victor Henrique

3ª rodada (14/01 – terça-feira)

10h: Palmeiras A 1 x 0 Jacuipense – Academia de Futebol 2
Gol: Robert

10h: Red Bull Brasil 3 x 0 Bolívia 2022 – Parque São Jorge

14h30: Red Bull Salzburg 3 x 1 Philadelphia Union – Parque São Jorge

16h30: Palmeiras B 2 x 1 Grêmio – Academia de Futebol 2
Gols: Victor Henrique e Giovanni

4ª rodada (15/01 – quarta-feira)

10h: Corinthians 2 x 0 Bolívia 2022 – Parque São Jorge

10h: São Paulo 1 x 2 Red Bull Salzburg – CFA Cotia

14h30: Jacuipense 3 x 1 Philadelphia Union – Academia de Futebol 2

16h30: Grêmio 1 x 1 Red Bull Brasil – Academia de Futebol 2

5ª rodada (16/01 – quinta-feira)

10h: Palmeiras A 1 x 0 Red Bull Salzburg – Academia de Futebol 2
Gol: Ruan Ribeiro

10h: Philadelphia Union 1 x 4 São Paulo – CFA Cotia

15h: Corinthians 0 x 4 Palmeiras B – Parque São Jorge
Gols: Robert, Miguel, Giovanni e Jean

15h: Bolívia 2022 3 x 7 Grêmio – Academia de Futebol 2

> Semifinais (18/01 – sábado)

Série Ouro

08h30: 1º Grupo A x 2º Grupo B – Academia de Futebol 2
10h: 1º Grupo B x 2º Grupo A – Academia de Futebol 2

Série Prata

14h30: 3º Grupo A x 4º Grupo B – CFA Cotia
16h: 3º Grupo B x 4º Grupo A – CFA Cotia

> Finais (19/01 – domingo)

Série Prata: 09h, na Academia de Futebol 2

Série Ouro: 11h, na Academia de Futebol 2

O ano já começou com convocações para a equipe feminina do Palmeiras. A meio-campista Angelina e a atacante Lurdinha foram chamadas nesta quinta-feira (09) pelo técnico Jonas Urias para um período de treinamentos com a Seleção Feminina Sub-20, em Teresópolis-RJ, visando a disputa do triangular final da Liga Conmebol Sul-Americana Sub-19, em fevereiro, na Venezuela.

Bruno Ulivieri_A atacante Lurdinha foi convocada para a Seleção Sub-20 pela primeira vez

As atletas, que fazem parte da equipe principal do Verdão e se preparam para estrear na Série A1 do Brasileiro Feminino, estarão em período de treino entre os dias 23 de janeiro e 06 de fevereiro. Essa é a primeira vez que a autora do primeiro gol no retorno alviverde ao futebol feminino, Lurdinha, é convocada para a categoria Sub-20.

“Estou muito feliz com essa oportunidade de vestir a camisa do meu país. A temporada passada foi muito boa para o Palmeiras e sei que 2020 tem tudo para ser ainda melhor. Vou agarrar a oportunidade para, quem sabe, pintar na lista final da Liga Sul-Americana”, destaca.

O Brasil conquistou a classificação para o torneio ao vencer a etapa sul da competição. Nessa oportunidade, a meio-campista palmeirense Juliana Passari foi destaque junto com uma das contratações do Verdão para a temporada, a capitã da seleção, Angelina, que coleciona passagens pela Canarinho.

A Liga Conmebol Sul-Americana Feminina Sub-19 serve de preparação para o Campeonato Sul-Americano Sub-20. Os finalistas do torneio continental se classificam para a Copa do Mundo Feminina Sub-20, sediada neste ano no Panamá e na Costa Rica.

CBF_Angelina foi contratada para reforçar o elenco do Palmeiras em 2020

Líder dentro e fora de campo, Felipe Melo inicia mais uma temporada com grandes objetivos em mente. Em busca de mais títulos com a camisa do Palmeiras, o experiente jogador não descarta, inclusive, atuar como zagueiro em 2020, seguindo a ideia proposta pelo técnico Vanderlei Luxemburgo em sua chegada ao Verdão.

“O jogador de futebol tem a missão de entender que deve jogar em outras posições quando necessário. Já joguei na frente, atrás, de meia-atacante, de zagueiro… Eu me coloquei à disposição para poder ajudar. Quando eu cheguei, eu disse que o meu objetivo era ajudar o Palmeiras a conquistar títulos. O treinador (Luxemburgo) já chegou, expôs tudo o que pensa e eu me coloco à disposição para ajudar”, disse o atleta, que fez questão de exaltar a qualidade do comandante palmeirense.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Felipe Melo (à esquerda) falou com a imprensa após o treino desta quinta-feira (09)

“Acho que temos de dar mais valor ao brasileiro e ao produto nacional. No ano passado, o Jorge Jesus fez um ótimo trabalho no Flamengo, o Jorge Sampaoli no Santos, e o Luxemburgo também no Vasco. Temos de dar valor ao produto nacional. As pessoas que vêm de fora são deuses, não podemos esquecer o que o pessoal daqui fez por nós. Ele já tem uma história linda aqui, e continuará escrevendo a sua história. É um cara que nos ajudará muito com a experiência e a gana de ganhar ainda mais títulos importantes para fazer com que o Palmeiras volte à rota de títulos”, falou.

No próximo sábado (11), o Palmeiras embarca para a Flórida, nos Estados Unidos, para participar do torneio amistoso Florida Cup, que será realizado entre 13 e 20 de janeiro – os adversários do Maior Campeão do Brasil serão o Atlético Nacional, da Colômbia, e o New York City, clube local, nos dias 15 e 18, respectivamente. Para Felipe Melo, este contato com equipes de outros países é importante para a evolução do time dentro de campo.

“Se o chefe (Luxemburgo) falou que usará como pré-temporada, faremos isso. O importante é entrarmos na primeira competição oficial, que é o Campeonato Paulista, focados para ganhar a competição. Faz anos que o Palmeiras não ganha o Paulista, inclusive o último foi com o Luxemburgo (em 2008). É sempre bom estar em campo jogando contra outras escolas do futebol, podemos aprender também. É válido”, concluiu o jogador.

Dudu é um dos principais nomes da história recente do Palmeiras. Com 293 jogos, 68 gols, 75 assistências e três títulos conquistados pelo Verdão, sendo decisivo em todos eles, o camisa 7 completará cinco anos de clube no próximo sábado (11), uma marca rara no futebol atual. Mais experiente desde a sua chegada ao Maior Campeão do Brasil, o palestrino espera usufruir de sua longa vivência na equipe alviverde para auxiliar os garotos recém-promovidos das categorias de base.

“Eles fizeram um bom trabalho na base, ganharam vários títulos. Temos de ter calma com eles, paciência, porque não é qualquer um que chegará, botará a camisa e jogará logo de cara. Temos de orientá-los. Espero que eles possam ser úteis para a gente, que eles possam nos ajudar e que a gente os ajude”, afirmou, agradecendo o carinho demonstrado por Gabriel Veron na entrevista coletiva da última quarta-feira (08), na Academia de Futebol.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Dudu (à direita) está perto de completar cinco anos de clube

“Fico feliz por ele gostar de mim e ter carinho. Eu também passei por isso de ir da base para o time profissional do Cruzeiro, e eu também admirava os jogadores do profissional. São excelentes meninos, que já demonstraram talento nos jogos em que atuaram. Espero que eles possam evoluir ainda mais e nos ajudar. Temos de ter calma porque ele (Veron) tem apenas 17 anos. Sabemos que essa transição da base para o profissional é complicada. Espero que ele possa nos ajudar, mas temos de ter paciência”, declarou.

Dudu, inclusive, também tem ajudado os jovens fora das quatro linhas. “Ele (Veron) é um pouco fechado, tímido, assim como eu também fui quando eu estava subindo para o time profissional. A gente procura brincar com eles para deixá-los mais à vontade, não só em campo como fora. A gente fica feliz por tê-los aqui. Espero que eles possam jogar como jogaram na base e se divertirem com a gente também porque é muito importante. Eu estou feliz por estar com eles aqui, isso mostra que o Palmeiras dá valor aos jogadores da base”, falou o camisa 7, que não poupou elogios aos primeiros trabalhos do técnico Vanderlei Luxemburgo.

“Não tem nada disso (de ser ultrapassado). Pelo papo que tivemos com ele e pelos treinamentos que ele está passando, ele é super moderno. Eu nunca havia feito alguns treinos que ele está fazendo. É um ótimo treinador, vitorioso e tem tudo para nos ajudar a conquistar títulos neste ano”, concluiu.

Confira os principais dados de Dudu durante os cinco anos de Palmeiras:

>Maior artilheiro do Século XXI e top 32 em toda a história
Com 68 gols marcados pelo Palmeiras, Dudu já é o maior artilheiro do clube no Século XXI. Em toda a história, o meia-atacante ocupa a 32ª posição e está a apenas duas bolas na rede de igualar Nei e quatro de empatar com Jair Rosa Pinto e Vavá para entrar no top 30. O líder da lista é Heitor Marcelino Domingues, com 317 tentos.

>Artilheiro da era dos pontos corridos e segundo maior goleador em Brasileiros
Com 41 gols com a camisa do Verdão somente pelo Campeonato Brasileiro, Dudu já é o maior goleador do clube na era dos pontos corridos. Além disso, o camisa 7 só fica atrás de César Maluco no ranking que leva em conta toda a história da competição nacional. O jogador, que defendeu o Alviverde entre 1967 e 1974, balançou as redes 61 vezes pelo torneio.

Dudu também soma 16 gols marcados no Paulistão, seis na Copa do Brasil, sendo três na campanha do título de 2015 (com direito a dois na grande decisão contra o Santos), e mais cinco pela Libertadores.

>Atleta com mais jogos do atual elenco e top 34 na história do Palmeiras
Ninguém do atual elenco entrou tantas vezes em campo com a camisa alviverde quanto Dudu. Já foram 293 partidas, fato que já o coloca como o 34º jogador com mais atuações pelo Palmeiras. Caso faça o mesmo número de jogos que realizou no ano passado pela equipe (65), o meia-atacante poderá terminar 2020 na 21ª posição. Ademir da Guia é quem lidera o ranking, com 902 jogos.

>Rei do Allianz Parque
Desde que o Allianz Parque foi inaugurado, em 2014, ninguém brilhou e foi mais decisivo no estádio do que Dudu. O Guerreiro do Verdão é o jogador que mais atuou no estádio, com 124 partidas, o maior artilheiro, com 32 gols, o principal garçom, com 33 assistências, e o atleta com mais vitórias, 88.

Dois dos três títulos de Dudu pelo Palmeiras, aliás, foram conquistados no Allianz Parque, e o atacante foi protagonista em ambos. Na Copa do Brasil de 2015, marcou os dois gols da final contra o Santos. Já no Campeonato Brasileiro de 2016, foi um dos destaques da campanha e, como capitão, o responsável por erguer a taça.

Em 2018, o título do Brasileirão foi confirmado longe de São Paulo, com a vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, em São Januário, no Rio de Janeiro-RJ, mas a campanha do time em casa e as grandes atuações de Dudu, eleito o craque da competição, foram fundamentais para a conquista. O camisa 7 marcou quatro gols e deu cinco assistências em 12 jogos disputados no estádio na campanha do decampeonato.

Além da casa do Palmeiras, Dudu já balançou as redes em outros 22 palcos pelo Verdão, com destaque para o Pacaembu, onde já marcou sete gols.

>Segundo jogador do Palmeiras que mais venceu no Século XXI
Com 168 vitórias pelo Alviverde, Dudu já é o segundo jogador que mais venceu pelo clube no século XXI, atrás apenas do ex-goleiro Marcos, com 182. Em toda a história, o líder no quesito é Ademir da Guia, com 514 triunfos.

>Quarto jogador com mais jogos em Libertadores pelo Verdão
Com 32 jogos somente pela Libertadores, Dudu é o jogador do atual elenco com mais participações na história do torneio e o quarto em toda a história do clube.

Com o Verdão garantido na fase de grupos da competição sul-americana deste ano, o meia-atacante tem tudo para subir no ranking. Os três primeiros são o volante Galeano (38), o meia Alex (39) e o goleiro Marcos (57).

>Bom retrospecto e artilheiro do atual elenco em clássicos
Dos jogadores do atual plantel do Verdão, aliás, ninguém disputou tantos clássicos e nem foi tão decisivo quanto Dudu. O camisa 7 já disputou impressionantes 51 jogos contra os três principais rivais do clube alviverde.

Com 10 gols e 15 assistências, o Guerreiro do Verdão é o principal artilheiro e o maior garçom do atual elenco diante dos arquirrivais. Além disso, ainda tem um retrospecto positivo: 23 vitórias, 10 empates e 18 derrotas.

>Maiores vítimas
Dois dos três principais rivais do Palmeiras, Santos e São Paulo, inclusive, estão entre as maiores vítimas de Dudu com a camisa Alviverde. Cada um deles, além do Vitória, sofreu quatro gols do jogador. Apenas o Novorizontino foi vazado mais vezes.

Em seis confrontos contra o time do interior paulista, sempre pelas quartas de final dos últimos três estaduais, o camisa 7 deixou a sua marca cinco vezes.

Confira as estatísticas detalhados de Dudu:

>Geral
293 jogos
68 gols
75 assistências

>Artilheiro do atual elenco em clássicos
1º – Dudu (10 gols)
2º – Willian (6 gols)

>Artilheiro do Século XXI
1º – Dudu – 68 gols
2º – Vagner Love – 54 gols

>Artilheiro do atual elenco
1º – Dudu (68 gols)
2º – Willian (38 gols)

>Jogador com mais partidas do atual elenco
1º – Dudu – 293 jogos

>Artilheiro da era dos pontos corridos (Campeonato Brasileiro)
1º – Dudu – 41 gols
2º – Willian, Bruno Henrique e Deyverson – 21 gols
5º – Juninho Paulista e Marcinho – 20 gols
7º – Kleber e Alex Mineiro – 19 gols
9º – Marcos Assunção, Gabriel Jesus e Henrique Ceifador – 16 gols
12º – Washington e Valdivia – 15 gols

>Segundo maior artilheiro em Brasileiros
1º – César Maluco (61)
2º – Dudu (41)
3º – Leivinha (40)
4º – Ademir da Guia (36)
5º – Edmundo (34)

>Segundo jogador do Verdão com mais vitórias no Século XXI
1º – Marcos (182)
2º – Dudu (168)

>Quarto jogador com mais jogos em Libertadores pelo Palmeiras
1º – Marcos (57)
2º – Alex (39)
3º – Galeano (38)
4º – Dudu (32) – 5 gols e 7 assistências
5º – César Sampaio (30)

Dados no Allianz Parque

>Jogador com mais jogos
1º – Dudu (124)
2º – Fernando Prass (86)

>Mais vitórias
1º Dudu (88)
2º Fernando Prass (58)

>Maior artilheiro da arena
1º – Dudu (32 gols)
2º – Borja (19 gols)
3º – Willian (15 gols)
4º – Deyverson e Gabriel Jesus (13 gols)*
4º – Rafael Marques (13 gols)**
6º – Cristaldo (11 gols)
6º – Bruno Henrique (11 gols)
*Dois gols foram marcados pela Seleção Brasileira nas Eliminatórias.
**Um gol pelo Sport

>Jogador com mais assistências no Allianz
1º – Dudu (33 assistências)

Dudu em clássicos

>Geral
51 jogos
10 gols
15 assistências
23 vitórias
10 empates
18 derrotas

>Retrospecto contra o São Paulo
15 jogos
4 gols
5 assistências
10 vitórias
3 empates
2 derrotas

>Retrospecto contra o Santos
19 jogos
4 gols
7 assistências
8 vitórias
3 empates
8 derrotas

>Retrospecto contra o Corinthians
17 jogos
2 gols
3 assistências
5 vitórias
4 empates
8 derrotas

Acompanhe os eventos do clube na nova conta do Verdão no Instagram

> Clique aqui para seguir @palmeirasclubesocial no Instagram!

Clube tem serviço de massagem de terça a domingo; agende seu horário

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_O Palmeiras terminou a primeira fase na vice-liderança do Grupo 17A equipe Sub-20 do Palmeiras sofreu revés por 1 a 0 para a Ferroviária na noite desta quarta-feira (08), na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, e terminou a primeira fase da Copinha na vice-liderança do Grupo 17, com seis pontos marcados (duas vitórias e uma derrota).

Na próxima etapa do torneio, o Verdão enfrenta o Sertãozinho-SP, líder do Grupo 18, também em Araraquara-SP, com data e horário a serem definidos pela Federação Paulista de Futebol. O grupo alviverde na classificatória reuniu também União-MT e Petrolina-PE, eliminados.

A 51ª Copa São Paulo tem a participação de 128 clubes divididos em 32 sedes na primeira fase. Os dois melhores de cada grupo avançam para a segunda etapa, que será disputada em formato mata-mata.

Serão seis duelos eliminatórios no total, todos em jogo único, com a final marcada para o dia 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu. O Verdão busca o título inédito do torneio e foi vice-campeão nas edições de 1970 e 2003.

> Clique aqui e confira as fotos da partida

Palmeiras Sub-20: Magrão; Ramon (Vitor Ricardo), Henri (Hiago), Helderson e Nogueira; Danilo, Patrick de Lucca (Gabriel Góes) e Gabriel Silva; Tomás (Miqueias), Marcelinho (Vanderlan) e Fabricio (Lincon). Técnico: Wesley Carvalho.

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_Na próxima fase, o adversário alviverde será o Sertãozinho-SP

Verdão encerra quarta-feira com misto de atividades técnicas e físicas

O Palmeiras deu sequência à pré-temporada nesta quarta-feira (08), na Academia de Futebol, com treino em dois períodos. Pela manhã, os jogadores fizeram trabalhos na sala de musculação e deram tiros de corrida no gramado.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Os atletas treinaram na sala de musculação e deram tiros de corrida no gramado na manhã desta quarta (08)

À tarde, a comissão de Vanderlei Luxemburgo separou o elenco em grupos e comandou um circuito técnico e físico. Enquanto uma parte fazia atividades físicas com cones e estacas, a outra participava de uma movimentação de aproximação e marcação com poucos toques na bola por atleta. Outra parte ainda aprimorava finalizações.

O zagueiro Vitor Hugo e o meio-campista Jean cumpriram seus cronogramas na parte interna do centro de excelência.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_A tarde foi de circuito técnico e físico

O Maior Campeão do Brasil volta a treinar na manhã desta quinta (09), às 9h, em atividade aberta para a imprensa. Na sequência, haverá entrevista coletiva.

> Confira as fotos das atividades desta quarta-feira:

Fotos do Treino – Manhã (08/01/2020)
Fotos do Treino – Tarde (08/01/2020)

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Alan começou sua carreira no Verdão jogando futsalAlan está no Palmeiras desde 2013, quando chegou ao Verdão após chamar a atenção do clube jogando pelo futsal de São Bernardo do Campo-SP. No Maior Campeão do Brasil, o jovem iniciou a sua trajetória atuando pelo futsal e depois fez a transição para o campo, no projeto de integração entre as duas modalidades realizado pelo Centro de Formação de Atletas palestrino.

> Clique aqui e confira as fotos da coletiva.

Destaque do time desde o Sub-15, ele acumula títulos pelo Alviverde e convocações para as categorias Sub-15, Sub-17 e Sub-20 da Seleção Brasileira, vestindo a camisa 10 em boa parte delas e com direito a uma Copa do Mundo Sub-17, na Índia, em 2017. Depois de tantas conquistas na base palmeirense, Alan terá a tão sonhada oportunidade na equipe profissional.

“Para mim é um sonho. Estou aqui na base desde os 14 anos, sempre vinha para cá (Academia de Futebol) e via o pessoal treinando. Sempre foi um sonho e estou realizando. Agora tenho de aprender com cada um deles e levar para a vida toda”, celebrou o garoto, que reconhece a forte concorrência no elenco.

“Em minha posição há muitos jogadores de qualidade. Eu os vejo nos treinos e tento imitá-los ao máximo. Agora é trabalhar bastante e, se eu tiver uma chance, vou agarrá-la e fazer um grande papel”, falou.

O atleta também comemorou a oportunidade de ser comandado por Vanderlei Luxemburgo e de atuar dentro do Allianz Parque. “É um profissional com muita história e experiência. Ele é rígido às vezes, mas brinca também. A gente fica feliz por ter subido. Trabalharemos bastante e, se tivermos uma oportunidade, iremos aproveitá-la. Jogar no Allianz Parque é um sonho”, afirmou Alan, citando Dudu e Gabriel Jesus como inspirações para o seu futuro profissional.

“O Dudu é um cara humilde. Desde que eu cheguei, eu tenho ele e o (Gabriel) Jesus como ídolos. Por também ter uma estatura baixa, ele (Dudu) sempre me dá conselhos durante os treinos e no dia a dia. Isso faz a gente ficar mais forte e trabalhar bastante. Ter um ídolo ao lado é importante”, comentou.

Pela base do Verdão, o jogador foi campeão do Copa do Brasil Sub-17 (2017), do Campeonato Brasileiro Sub-20 (2018) e da Copa do Brasil Sub-20 (2019), além de ter conquistado o bicampeonato paulista com a equipe Sub-20 em 2018 e 2019. O meia se destacou com passes precisos, assistências, gols de fora da área e de falta.

Já com o Brasil, o atleta conquistou o Campeonato Sul-Americano Sub-15 de 2015, sendo eleito o melhor jogador da final contra o Uruguai, e o Campeonato Sul-Americano Sub-17 de 2017, marcando três gols contra o Chile no duelo decisivo do Hexagonal Final. Alan também fez parte do grupo que conquistou o terceiro lugar na Copa do Mundo Sub-17 de 2017.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Gabriel Veron foi promovido ao elenco profissional no final de 2019Uma das principais revelações das categorias de base do Palmeiras em 2019, Gabriel Veron é mais um atleta promovido ao time profissional do Verdão. Contudo, diferentemente dos outros garotos que chegaram à equipe principal apenas em 2020, ele já participou de três partidas do Campeonato Brasileiro na temporada passada, tendo um ótimo aproveitamento com dois gols e uma assistência em três duelos disputados.

Clique aqui e confira as fotos da coletiva.

O primeiro tento de Veron com o manto palestrino, marcado na goleada por 5 a 1 contra o Goiás, fez o camisa 47 se tornar o segundo jogador mais jovem da história a marcar pelo Verdão, com 17 anos, três meses e dois dias, desbancando Mazzola, cujo gol de estreia em 1956 foi com 17 anos, seis meses e cinco dias. Apenas Juliano, com 16 anos, 11 meses e 23 dias em 1998, está à frente no ranking.

O palmeirense não esconde a felicidade por fazer parte do grupo alviverde. “É um sonho, aconteceu tudo muito rápido, mas eu trabalhei muito para isso acontecer. Tenho de continuar trabalhando para Deus continuar abençoando a minha vida”, disse. “A minha cabeça é muito boa. Eu só tenho de continuar trabalhando, Deus me dará oportunidades para eu conseguir mostrar o meu trabalho”, completou o atacante, que está encantado com os ensinamentos do técnico Vanderlei Luxemburgo.

“É um ótimo profissional, muito exigente. Precisamos de pessoas assim em nossa vida para sempre evoluirmos. É um cara espetacular. Se mostrarmos o nosso trabalho para ele, tenho certeza de que ele nos dará oportunidades”, falou.

Dudu, um dos principais nomes do elenco atual, também foi lembrado por Veron. “Ele sempre foi um ídolo no futebol para mim, sempre vai para cima do adversário. Além disso, ele me recebeu muito bem, deu apoio e eu agradeço muito por isso”, declarou, projetando uma possível parceria com o camisa 7 dentro de campo. “Continuarei mostrando o meu trabalho e ele também. Trabalharei para ser titular da mesma forma que ele. Se um dia pudermos atuar juntos, daremos o melhor pelo Palmeiras”, concluiu.

Veron está no clube desde o Sub-15 e ganhou títulos por todas as categorias de base em que jogou, inclusive com convocações para as Seleções Brasileiras de base. Veloz, habilidoso e forte fisicamente, ele também acumula prêmios individuais, tendo recebido os troféus de artilheiro e melhor jogador no Mundial de Clubes Sub-17 de 2018, vencido pelo Palmeiras, e a Bola de Ouro da Copa do Mundo Sub-17 de 2019, competição que conquistou com a Seleção Brasileira – principal destaque do Brasil durante o Mundial, Veron marcou três gols, deu duas assistências e sofreu um pênalti decisivo na final contra o México.

Apesar da pouca idade, a lista de taças do jogador na base é extensa. Além do Mundial de Clubes e da Copa do Mundo Sub-17 já citados, ele foi campeão da Premier Cup Sub-15 (2017), de um segundo Mundial de Clubes Sub-17 (2019), do Paulista Sub-17 (2018), da Copa RS (2018), da Copa do Brasil Sub-17 (2019), da Copa do Brasil Sub-20 (2019) e do Campeonato Paulista Sub-20 (2019), todos pelo Palmeiras.

E, de acordo com Veron, todas essas conquistas coletivas e individuais só foram possíveis por causa de uma pessoa em especial: o padrinho dele. “Tenho de ter gratidão no coração. Se não fosse ele, eu não teria chegado até aqui. Ele ajudou muito eu e a minha mãe. Quando a minha mãe não conseguia me levar aos treinos, ele me colocava nos braços e me levava. Não tem preço para ajudá-lo, mas pretendo ajudá-lo ainda mais”, contou o jovem, que protagonizou um momento emocionante durante as suas férias no Rio Grande do Norte ao presentear o parente com um carro.

Divulgação _ A atleta é um dos destaques da Seleção Brasileira de Futsal de SurdosO time feminino de futebol do Palmeiras tem mais um reforço para a temporada 2020. Trata-se da gaúcha Stefany Krebs, campeã do mundo no ano passado pela Seleção Brasileira de futsal para surdos. No Mundial disputado na Suíça, ela foi eleita a melhor jogadora jovem (até 21 anos) da competição e anotou seis gols.

Natural de Erechim-RS, Tefy, como é conhecida, é nome constante na equipe brasileira desde os 15 anos de idade. Com 17, faturou o prêmio de melhor jogadora da Copa do Mundo de Futsal de Surdos, disputada em 2015, na Tailândia – o Brasil terminou com o vice-campeonato. As regras da modalidade, inclusive, só diferem do futsal com a exceção de que os árbitros utilizam bandeiras para sinalizar as marcações.

“A palavra gratidão define esse momento tão especial em minha vida pela oportunidade que o Palmeiras está me dando tanto pelo futebol quanto pela inclusão. Estou muito emocionada por vestir essa camisa, pois sempre tive o sonho de ser atleta profissional desde a infância. Nada é impossível, pois somos todos iguais e capazes de tudo. Vou dar o meu melhor pelo Maior Campeão do Brasil”, celebrou a atleta.

Na carreira, além do título mundial de futsal de surdos, Tefy já se sagrou campeã de torneios nacionais e internacionais, tendo como principais títulos um Interclubes (2016, pela Associação de Brasília), um Sul-Americano (2013) e um Pan-Americano (2014).

No campo, ela já realizou treinamentos com a equipe feminina de futebol do Internacional, atuou pelo EC Pelotas e disputou as Surdolimpíadas, em 2017, com a Seleção Brasileira – foi medalha de bronze. No time alviverde, ela reencontra o preparador físico William Bitencourt e a analista de desempenho Vanessa Silva, que também fazem parte da comissão técnica da Seleção Brasileira de Futsal de Surdos.

Divulgação _ Em 2016. Tefy se sagrou campeã gaúcha de futebol pelo EC Pelotas

A atleta é a sétima novidade do time feminino do Palmeiras para a temporada. Além dela, chegaram ao clube a goleira Karen, a polivalente Rosana, as meio-campistas Angelina e Ary e as atacantes Ottilia e Monica. O time estreia em 2020 no dia 09 de fevereiro, contra o Corinthians, pela Série A1 do Campeonato Brasileiro Feminino.

Ficha técnica

Stefany (Tefy)

Nome: Stefany Krebs
Data de nascimento: 19/05/1998
Naturalidade: Erechim-RS
Posição: Meio-campista / Atacante
Títulos na carreira: Mundial de Futsal de Surdos (2019), Campeonato Interclubes (2016), Campeonato Pan-Americano (2014), Campeonato Sul-Americano (2013) e Taça Brasil de Futsal (2013).

Jogo propositivo e posse de bola: ideias do primeiro treino técnico de 2020

O Verdão realizou na tarde desta terça-feira (07), no campo 1 da Academia de Futebol, a primeira atividade técnica (ou seja, com bola), da pré-temporada. Na segunda (06) e pela manhã, o grupo havia passado por exames, testes e movimentações exclusivamente físicas.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_O elenco alviverde treinou em dois períodos nesta terça-feira (07)

No gramado, a comissão técnica de Vanderlei Luxemburgo comandou trabalhos em campo reduzido e com poucos toques na bola por atleta. Maurício Copertino, auxiliar técnico, explicou alguns conceitos já implementados.

“Demos início à pré-temporada e já começamos a colocar as ideias de jogo do Vanderlei no treino da tarde de hoje. Ele quer um jogo propositivo, com posse de bola. Um time gigante como o Palmeiras precisa ter e valorizar a posse de bola e hoje, com atividades em campo reduzido, já colocamos isso em prática. E também, é claro, aperfeiçoamos marcação, cobertura, correção de movimentos… Foi um trabalho introduzindo a bola já com alguns princípios que o Vanderlei pensa em colocar para o ano de 2020”, explicou o profissional, auxiliar do Luxa no Vasco em 2019 e na China em 2016.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Maurício Copertino é auxiliar técnico de Vanderlei Luxemburgo

Com outros treinadores, Copertino, que tem a licença PRO da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) há anos, já passou também por Atlético-MG, Internacional, Bahia, Náutico, Avaí e Figueirense.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Luxemburgo e sua comissão promoveram trabalhos em campo reduzido e com poucos toques na bola

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Luiz Adriano disputou 15 partidas e marcou sete gols com a camisa do VerdãoO atacante Luiz Adriano chegou durante a temporada de 2019 para ser o homem-gol do Palmeiras, e o jogador cumpriu bem a função nos jogos em que participou. Em 15 partidas disputadas no ano passado, ele marcou sete vezes, com direito a um hat-trick (três tentos no mesmo duelo) contra o Fluminense, no Allianz Parque. Agora, em 2020 e com a possibilidade de fazer uma pré-temporada, o camisa 10 pretende melhorar ainda mais os seus números com o manto palestrino sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo.

“A convivência com ele (Luxemburgo) tem sido muito boa, ele já chegou brincando com a gente no vestiário. Este impacto é muito bom, já chegou brincando e falando as coisas sérias para o ano. A brincadeira no dia a dia que faz a diferença”, comentou o palmeirense. “Está sendo muito bom esse contato com ele, sempre está participando com a gente. É muito importante estar perto do grupo e conversar. Isso faz a diferença”, emendou.

Maior artilheiro da história do Shakhtar Donetsk-UCR com 128 bolas na rede, Luiz Adriano foi seis vezes campeão ucraniano (sendo artilheiro da competição em 2013/2014 com 20 gols) e conquistou ainda quatro Copas da Ucrânia e a Liga Europa de 2008/2009, fazendo, inclusive, gol na final. Tornou-se ídolo da torcida local.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Luiz Adriano (à direita) e Ramires concederam entrevista coletiva nesta terça-feira (07)

O jogador, que assinou por quatro temporadas com o Palmeiras, participou também de algumas edições da Liga dos Campeões da Europa e é um dos brasileiros com mais tentos na história do torneio. Em 2014, por exemplo, o atacante marcou cinco gols em uma única partida pela Champions (na goleada por 7 a 0 sobre o Bate Borisov, da Bielorrússia), sendo quatro anotados no primeiro tempo – foi o segundo da história a protagonizar tal feito. O primeiro foi o argentino Lionel Messi, do Barcelona-ESP.

Em seu período de destaque no Leste Europeu, foi convocado algumas vezes para a Seleção Brasileira do técnico Dunga. Em 2015, chegou ao Milan-ITA, onde ficou até 2017, quando se transferiu para o Spartak Moscou-RUS. Antes do período na Europa, foi revelado pelo Internacional em 2006, quando despontou de forma rápida e marcou até na semifinal do Mundial Interclubes.

Ramires projeta evolução em 2020 e exalta pré-temporada no Palmeiras

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Multicampeão, o meio-campista Ramires chegou ao Verdão em 2019Ramires possui uma trajetória invejável no futebol mundial. Vencedor da Liga dos Campeões da Europa (2011/12) com o Chelsea-ING e com passagem marcante pela Seleção Brasileira, que culminou com o título da Copa das Confederações de 2009 e a disputa de duas Copas do Mundo (2010 e 2014), o jogador de 32 anos vê com otimismo o ano de 2020. Apesar de ter chegado ao Verdão no meio de 2019, o atleta reconhece a importância de realizar uma pré-temporada para apresentar um bom rendimento dentro de campo.

“O ano de 2019 não foi um ano muito bom para mim, mas já começo 2020 treinando normalmente com a equipe e não sentindo nada da lesão que eu tive. Lógico que me cobro todos os dias para eu voltar a jogar bem. Tudo partirá da pré-temporada. Estou procurando fazer o melhor nos treinos para que eu realmente possa jogar mais, voltar ao ritmo e ajudar os companheiros em campo”, afirmou o atleta, que, juntamente com Luiz Adriano, permaneceu uma semana a mais na Academia de Futebol em dezembro da temporada passada para iniciar 2020 sem nenhum problema físico.

“Os companheiros já tinham o desgaste da temporada toda, e eu acabei me machucando. Creio que essa semana que ficamos a mais foi importante para voltarmos agora e trabalharmos juntos com a equipe normalmente, sem fazer trabalho à parte”, disse.

Antes de chegar ao Maior Campeão do Brasil, Ramires passou por Joinville (2005-2007), Cruzeiro (2007-2009), Benfica-POR (2009-2010), Chelsea-ING (2010-2015) e Jiangsu Suning-CHI (2016-2019). No Cruzeiro, ainda jovem, ele se apresentou ao futebol brasileiro com grandes atuações, duas conquistas do Campeonato Mineiro (2008 e 2009) e um vice da Conmebol Libertadores de 2009. Mas foi no Benfica-POR e no Chelsea-ING que o jogador se consagrou internacionalmente ao levantar inúmeros troféus e se firmar na Seleção.

No Verdão, o palmeirense quer aproveitar a experiência do técnico Vanderlei Luxemburgo para aumentar a lista de títulos conquistados na carreira. “Quando você tem uma convivência com ele, é uma coisa impressionante. Procurarei ouvi-lo porque ele vai me ajudar bastante, ele sabe muito de futebol. Não ganhou o que ganhou à toa, ele trabalhou e tem méritos. Tem de ser respeitado e tem tudo para fazer um grande trabalho”, falou, valorizando as primeiras conversas com o comandante do clube.

“Ele já trabalhou com bastante jogadores do elenco. Esse primeiro contato é importante para que a gente entenda o que ele quer de nós, está sendo importante o dia a dia. Temos de procurar fazer o melhor para a gente se adaptar o mais rapidamente possível”, declarou.

Por fim, Ramires também comentou sobre os jovens que foram promovidos das categorias de base ao time profissional do Palmeiras. “É importante dar essa liberdade, mas cobramos na hora que tem de cobrar. São garotos e eles nos ajudarão bastante. Nós, quando subimos da base, queríamos suporte de quem era mais experiente para as coisas acontecerem naturalmente. É importante fazer isso com os meninos”, finalizou o volante.

Classificado, Verdão enfrenta Ferroviária pela liderança do grupo na Copinha

Fabio Menotti/Palmeiras _ Fabricio é o artilheiro do Verdão na Copinha com dois gols marcadosA equipe Sub-20 do Palmeiras mede forças com a Ferroviária nesta quarta-feira (08), às 21h30, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, pela última rodada da primeira fase da Copa São Paulo. O duelo tem entrada gratuita para os palmeirenses e será transmitido pelo SporTV.

O Verdão está na vice-liderança do Grupo 17, com seis pontos (duas vitórias, cinco gols marcados e um sofrido). A Ferroviária tem os mesmos números, mas está em primeiro lugar pelo saldo de gols maior em relação ao do time palestrino (7 a 4). A chave reúne também os times União-MT e Petrolina-PE, que já estão eliminados.

“É a minha primeira Copinha. Estive lesionado no período da última edição e não pude jogar, mas hoje estou aqui para representar o Palmeiras da melhor maneira possível. Fomos reforçados com a molecada do Sub-17, que vem de grande ano, e sei que nosso time vai brigar pela primeira posição e ir ainda mais longe no torneio”, declarou o meio-campista Tomás, um dos atletas mais experientes do Verdão na competição.

A 51ª Copa São Paulo tem a participação de 128 clubes divididos em 32 sedes na primeira fase. Os dois melhores de cada grupo avançam para a segunda etapa, que será disputada em formato mata-mata — a chave do Palmeiras cruza com a dupla vencedora do Grupo 18, composto por Confiança-SE, Goiás-GO, Penapolense-SP e Sertãozinho-SP.

Serão seis duelos eliminatórios no total, todos em jogo único, com a final marcada para o dia 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu. O Verdão busca o título inédito do torneio e foi vice-campeão nas edições de 1970 e 2003.

Informações gerais para a torcida

Por determinação da Polícia Militar, a operação da partida entre Palmeiras e Ferroviária funcionará da seguinte forma:

– Haverá divisão de torcidas: os torcedores da Ferroviária ocuparão os setores 1, 2 e 4, com entrada pela Rua Mauro Pinheiro.

– A torcida do Palmeiras ficará no setor 3, com acesso pela Avenida Agrimensor João Luiz Molina Gil, atrás do ginásio Gigantão. Haverá limite de três mil ingressos para o setor, e os bilhetes serão distribuídos gratuitamente na fila de acesso.

Novo coordenador científico, Daniel Gonçalves se diz encantado com o Verdão

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Daniel Gonçalves (à direita) trabalhou com Luxemburgo no Vasco da GamaDaniel Gonçalves é o novo coordenador científico do Palmeiras. O profissional, que estava em 2019 no Vasco da Gama, onde trabalhou com a comissão técnica de Vanderlei Luxemburgo, mostrou entusiasmo com a estrutura alviverde e as possibilidades para a temporada.

“O meu papel é facilitar o fluxo das informações e fazer este meio de campo entre o NSP (Núcleo de Saúde e Performance) e a comissão técnica. A minha experiência pregressa com Vanderlei, Mello e Copertino auxilia, mas aprofundar os contatos com quem já estava aqui e fazer novas amizades é algo que motiva muito”, afirmou Daniel, que elogiou o centro de excelência palestrino.

“As referências já eram as melhores possíveis. Já conhecia boa parte dos profissionais do clube porque a interação é constante no âmbito do futebol, principalmente na ciência. Além de jogos, eventos e congressos, eu já havia visitado o Palmeiras algumas vezes pois é um clube muito acolhedor. E a expectativa é a melhor possível. Vim em busca de títulos e a estrutura física é excepcional. Estou cada vez mais encantado”, disse.

O elenco se reapresentou na segunda (06) para exames e testes físicos e deu sequência na manhã desta terça (08), com exames de sangue, atividades de mobilidade articular e de força na sala de musculação (ao todo, foram dez estações), tiros de corrida no gramado e, por fim, movimentações na caixa de areia.

“É um elenco de grande capacidade atlética. As férias que são justas e merecidas abaixam um pouco o condicionamento e todos precisam aproveitar bem a pré-temporada para elevar o nível para as competições que virão. É um grupo bem qualificado atleticamente e isso pressiona positivamente”, finalizou Daniel.

Além do Vasco (em 2014 e 2019), o profissional passou por Flamengo (em 15, 16, 17 e 18) e Criciúma (em 2015). Ele é formado em Ciência do Esporte, tem licença A de treinador da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), MBA em administração esportiva, pós em fisiologia do exercício, bacharelado em Educação Física, entre outros cursos.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Além do Vasco, o novo preparador físico do Verdão passou por Flamengo e Criciúma

Gabriel Menino realiza sonho ao ser promovido e prevê forte concorrência no Verdão

Após se destacar nas categorias de base do Guarani, Gabriel Menino chegou em 2017 ao Palmeiras para fazer parte da equipe Sub-17. Ambidestro, o garoto exerce o papel de segundo homem do meio de campo, com precisão nos passes e chegadas frequentes à área adversária, que geralmente resultam em gols. Promovido em 2020, ele já havia participado de alguns treinos do elenco principal ao longo da última temporada.

Fabio Menotti/Ag. PalmeiraS/Divulgação_Gabriel Menino é um dos destaques da base do Palmeiras

“Encararemos como uma oportunidade, não como uma pressão. Subimos por mérito também. Conquistamos títulos, treinamos e jogamos bem e subimos por méritos”, afirmou o jogador de 19 anos. “É um sonho estar aqui com eles, são grandes jogadores. Dá um frio na barriga estar na frente de tanto repórter (risos)”, brincou, durante a entrevista coletiva desta segunda-feira (06), na Academia de Futebol.

Logo em seu primeiro ano na base do Maior Campeão do Brasil, o jovem já levantou o título inédito da Copa do Brasil Sub-17 dentro do estádio do Pacaembu. Pelo Sub-20, Menino ganhou o Campeonato Brasileiro e foi convocado diversas vezes para a Seleção Brasileira da categoria, disputando o Sul-Americano de 2019.

“A gente trabalha muito, e o nosso objetivo é chegar sempre à final. Ganhar é mérito. A gente trabalhou muito para chegar a este momento e fazer história na base”, disse Gabriel Menino, que agora espera repetir as conquistas da base com a equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo.

“Tivemos uma reunião agora, pudemos conhecê-lo. É um treinador de muita história e muitos títulos. Ele conversou bastante com a gente. Estou muito feliz por estar aqui com ele, é um grande treinador e tenho certeza de que ele nos ajudará muito a crescer como jogador e como homem”, declarou.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Gabriel Menino (centro) concedeu sua primeira entrevista coletiva nesta segunda-feira (06)

O palmeirense, contudo, sabe que a concorrência será forte para conquistar uma vaga entre os 11 titulares do Verdão. “Temos de treinar forte e incomodá-los (jogadores da mesma posição) porque a nossa oportunidade chegará. Nós treinaremos e daremos o nosso melhor quando precisar. Trabalharemos para isso”, concluiu o jovem.

> Clique aqui e confira as fotos da coletiva.

Esteves valoriza encontro com ídolos e exalta Luxemburgo: ‘Ele tem muita história’

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Lucas Esteves fez sua estreia no time profissional no Paulista de 2019, contra a Ponte PretaA trajetória do lateral-esquerdo Lucas Esteves no Palmeiras começou em 2014, quando o jovem passou a integrar o Sub-15 do Verdão. Um dos destaques das categorias de base do clube nas últimas temporadas, o garoto de 19 anos chega ao time profissional com um currículo vitorioso pela base palestrina, participando de títulos importantes como a Copa do Brasil Sub-17 (2017), o Brasileiro Sub-20 (2018), a Copa RS Sub-20 (2018), a Copa do Brasil Sub-20 (2019) e o Paulista Sub-20 (2019), além de outros troféus no exterior.

“Todos nós estamos muito felizes, principalmente com a notícia de poder estar no grupo profissional. Esperamos aprender muito com esses jogadores que são nossos ídolos. Quando tivermos oportunidade, temos de aproveitar da melhor forma”, declarou o palmeirense.

Apesar de ser promovido oficialmente apenas em 2020, Esteves já havia participado de treinamentos da equipe principal palmeirense. Agora com Vanderlei Luxemburgo no comando do Maior Campeão do Brasil, Esteves projeta um futuro vitorioso atuando com o manto alviverde.

“Ele tem muita história, tanto no futebol brasileiro quanto no Palmeiras. É a quinta passagem dele aqui. É um grande treinador e procuraremos aprender muito com ele”, comentou o lateral. “Se falar que não dá um frio na barriga é mentira. Hoje foi um dia incrível para todos nós. É muito legal estar aqui com os nossos ídolos”, completou.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Esteves participou de diversos treinamentos com o elenco profissional na temporada passada

O atleta, inclusive, mostrou personalidade ao comentar sobre a pressão por atuar pelo Palmeiras. “Só de vestir a camisa do Palmeiras já tem pressão. Jogador que falar que não gosta de pressão está mentindo, encaramos isso da melhor forma. Usamos isso como combustível para dar o melhor e fazer com que eles nos apoiem. Seguimos tranquilos e evoluiremos sempre para estarem ao nosso lado”, finalizou o jogador.

Clique aqui e confira as fotos da coletiva.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_As Crias da Academia Patrick, Gabriel Menino e Lucas Esteves (à direita) falaram com a imprensa nesta segunda

Patrick de Paula representa bem o conceito de volante moderno. Antes meia armador, o jogador ganhou destaque nas categorias de base do Palmeiras quando foi recuado para primeiro volante, já que, além de defender bem, participa com frequência de jogadas ofensivas e é especialista em cobranças de faltas – ele também atuou como zagueiro e lateral-esquerdo em algumas partidas. O jovem de 20 anos já havia chamado a atenção do técnico Vanderlei Luxemburgo em 2019, quando o treinador comandava o Vasco da Gama.

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_Vanderlei Luxemburgo viu Patrick de Paula atuar contra o Vasco no Campeonato Brasileiro Sub-20 de 2019

“Estou feliz por estar aqui e fazer parte deste elenco campeão. Subimos para somar, não para ter pressão em cima da gente. A pressão está dividida para todos, o grupo está fechado e unido. É muito bom fazer parte do elenco profissional, foi um dia incrível para todos nós”, contou De Paula.

Polivalente, o palmeirense foi captado pelo Verdão enquanto atuava no futebol amador do Rio de Janeiro em 2017, disputando a Taça das Favelas e o Campeonato Carioca Amador. Pela base palestrina, o atleta conquistou títulos importantes, como o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e o Campeonato Paulista, todos no Sub-20, e também fez parte de um treino da Seleção Brasileira principal na Academia de Futebol, em junho de 2019.

“A gente trabalha firme para conquistar os títulos na base, é bom marcar a história do Palmeiras por ter ganhado o Brasileiro, a Copa do Brasil e o Paulista. Fico muito feliz por conquistar títulos na base e estar agora no time profissional”, comentou.

Um dos principais nomes da base alviverde nos últimos anos, Patrick de Paula mostrou bastante satisfação pelos elogios recebidos pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. “É bom ser elogiado pelo Vanderlei (Luxemburgo), ele tem muita história no futebol. Viemos para somar, há muitos jogadores bons em nossas posições. Sempre trabalharemos para buscar o nosso espaço”, falou, detalhando a conversa que teve com o comandante.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Patrick (à esquerda) concedeu entrevista coletiva junto com Gabriel Menino (centro) e Lucas Esteves

“Ele brincou comigo quando eu cheguei porque eu fiz gol no ex-time dele (risos). Fico feliz por trabalhar com um treinador que já ganhou muitos títulos e tem história no futebol brasileiro. Será muito bom aprender com ele”, disse o volante.

Clique aqui e confira as fotos da coletiva.

Elenco se reapresenta, faz baterias de exames e testes físicos e inicia concentração

A temporada 2020 do Verdão começou na tarde desta segunda-feira (06). Às 15h, jogadores, comissão técnica e diretoria se reuniram e conversaram no vestiário da Academia de Futebol.

O treinador Vanderlei Luxemburgo, em sua quinta passagem pelo clube, deu seu primeiro discurso para o atual elenco, que contou com cinco jovens promovidos das categorias de base (Lucas Esteves, Gabriel Menino, Patrick de Paula, Alan e Gabriel Veron – Angulo, também integrado, foi desfalque por estar com a Seleção Colombiana na disputa do Pré-Olímpico), e três retornos de empréstimos (Vinicius Silvestre, Pedrão e Wesley).

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Patrick, Esteves, Gabriel Menino, Alan e Wesley (da esq. para a dir.) foram promovidos da base

Na sequência, os atletas, como de praxe em dias inaugurais de pré-temporada, fizeram exames cardiológicos e testes físicos. Eles ainda encerraram o dia com trotes de corrida no gramado.

Já em regime de concentração, o grupo alviverde jantará e dormirá no centro de excelência até sexta (10). Todos os dias, inclusive, haverá trabalhos em dois períodos. Na terça (07), o treino aberto para a imprensa será às 15h. Às 14h, haverá coletiva de imprensa. A movimentação da manhã (exames de sangue e cardiológicos) será fechada.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_O elenco passou por exames cardiológicos e testes físicos

> Clique aqui e confira as fotos da reapresentação.

Um dos destaques do Palmeiras no ano passado, a atacante Monica retorna ao Palmeiras nesta temporada e se junta ao elenco campeão da Copa Paulista e semifinalista da Série A2 do Brasileiro Feminino. Ela, inclusive, foi uma das cotadas à seleção do Campeonato Paulista de 2019 pelas atuações no time alviverde.

Tatiane Marques/Divulgação_Monica marcou quatro gols pelo Palmeiras em 2019

Com as Palestrinas, a atleta de 24 anos atuou 25 vezes em 2019, com 13 vitórias, seis empates e seis derrotas, além de ter anotado quatro gols. Monica também acumula titulos importantes na carreira, como uma Libertadores, um Brasileiro e um bicampeonato Paulista. Ela, inclusive, traça como meta conquistar um torneio pelo Verdão no ano.

“Estou muito feliz pelo retorno ao Palmeiras. As expectativas para esse ano são as melhores possíveis, e um dos objetivos é ser campeã pelo clube. Tenho certeza de que darei o meu melhor trabalhando junto com minhas companheiras”, disse a atacante, que já desempenhou também a função de lateral-esquerda no clube.

Monica é a sexta novidade do time feminino do Palmeiras para a temporada. Além dela, chegaram ao clube a goleira Karen, a polivalente Rosana, as meio-campistas Angelina e Ary e a atacante Ottilia. O time estreia em 2020 no dia 09 de fevereiro, contra o Corinthians, pela Série A1 do Campeonato Brasileiro Feminino.

Ficha técnica

Monica

Nome: Monica Bitencourt
Data de nascimento: 26/12/1995
Naturalidade: Catanduva-SP
Posição: Atacante / lateral-esquerda
Clubes: Palmeiras (iniciou a carreira em 2010), Bangu-RJ, XV de Piracicaba-SP, Botucatu-SP, São Francisco-BA, Rio Preto-SP, Iranduba-AM, Ferroviária-SP, SC Huelva-ESP e Corinthians
Títulos: Campeonato Brasileiro (2015), Campeonato Paulista (2016 e 2017) e Taça Libertadores da América (2019)

Palmeiras vence Petrolina-PE e garante vaga na segunda fase da Copinha

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_O atacante Fabricio fez os dois gols da vitória palmeirenseEm Araraquara-SP, na Arena da Fonte Luminosa, o Palmeiras venceu o Petrolina-PE por 2 a 0, na tarde deste domingo (05), em partida válida pela 2ª rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior, e garantiu a classificação para a segunda fase do torneio. O triunfo foi construído no primeiro tempo, com dois gols do centroavante Fabrício.

> Clique aqui e confira as fotos da partida

Com o resultado, o time do técnico Wesley Carvalho acumula seis pontos conquistados na competição e ocupa o segundo lugar na classificação do Grupo 17, com a mesma pontuação da Ferroviária-SP, que lidera no saldo de gols. O Alviverde fecha a primeira fase na quarta-feira (08), às 21h30, na Arena da Fonte Luminosa, contra a equipe de Araraquara-SP, em confronto direto pelo primeiro lugar da chave.

A 51ª Copa São Paulo tem a participação de 128 clubes divididos em 32 sedes na primeira fase. Os dois melhores de cada grupo avançam para a segunda etapa, que será disputada em formato mata-mata — a chave do Palmeiras cruza com a dupla vencedora do Grupo 18, composto por Confiança-SE, Goiás-GO, Penapolense-SP e Sertãozinho-SP. Serão seis duelos eliminatórios no total, todos em jogo único, com a final marcada para o dia 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu. O Verdão busca o título inédito do torneio e foi vice-campeão nas edições de 1970 e 2003.

O jogo

Buscando a classificação para a segunda fase, os alviverdes começaram a partida com ofensividade, marcando presença no ataque e travando as jogadas adversárias. Neste cenário, não demorou para que o Palmeiras abrisse o placar: aos quatro minutos, Marcelinho acertou cruzamento preciso na cabeça de Fabricio, que subiu sozinho dentro da área e não desperdiçou a chance. (Petrolina-PE 0x1 Palmeiras)

O primeiro tempo seguiu com domínio palmeirense após o gol. A equipe de Wesley Carvalho teve oportunidades de ampliar a vantagem, a maior parte delas com Gabriel Silva. O melhor lance do Petrolina-PE na primeira metade do jogo foi um chute de Gabriel Bonfim que rendeu bela defesa do goleiro Magrão.

A forte chuva que começou a cair durante a etapa inicial diminuiu o ritmo do duelo. Mesmo assim, o Verdão continuou a controlar a partida e dominar a equipe pernambucana. Aos 43, Ramon levantou a bola dentro da área e, de lateral para lateral, Nogueira desviou de cabeça para a pequena área. Gabriel Silva ajeitou e Fabricio completou para o fundo do gol, marcando o seu segundo no jogo. (Petrolina-PE 0x2 Palmeiras)

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_Fabrício é o artilheiro do Palmeiras na Copinha, com dois gols

O técnico palestrino promoveu seis mudanças no intervalo e durante o segundo tempo. Saíram Ramon, Danilo, Marcelinho, Gabriel Silva, Fabricio e Gabriel Góes, e entraram Vitor Ricardo, Patrick de Lucca, Guilherme Vieira, Lincon, Lucas Cordeiro e Hiago.

A segunda metade foi de menos chances de gols. O Palmeiras teve a posse de bola e não deixou o Petrolina-PE jogar, mas não conseguiu ampliar o saldo e pouco ameaçou o goleiro Leanderson. A partida terminou em 2 a 0 e classificação para a segunda fase garantida para o Verdão.

Escalação: Magrão; Ramon (Vitor Ricardo), Henri, Helderson e Nogueira; Danilo (Patrick de Lucca) e Gabriel Góes (Hiago); Tomás, Gabriel Silva (Lincon) e Marcelinho (Guilherme Vieira); Fabricio (Lucas Cordeiro). Técnico: Wesley Carvalho.

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_O time de Wesley Carvalho está classificado para a segunda fase da Copa São Paulo

Divulgação _ Karen é a quinta atleta a reforçar o Verdão em 2020A goleira Karen Xavier é o mais novo reforço da defesa da equipe feminina de futebol do Palmeiras para 2020. A atleta de 26 anos chega ao Maior Campeão do Brasil após grandes atuações pelo Osasco Audax em 2019 na Série A1 do Campeonato Brasileiro e no Paulista.

Kaká, como é conhecida, sagrou-se campeã brasileira em 2013, quando defendia as cores do Centro Olímpico. A arqueira também acumula passagens por Corinthians, Foz Cataratas-PR, Athletic-MG e Atlético Nacional-COL. Ela, inclusive, vê a chance de jogar pelo Verdão como realização de um sonho antigo.

“Sempre tive o sonho de vestir a camisa do Palmeiras. É o clube que amo, e esse desejo está começando a se realizar agora. Fiquei muito feliz com a proposta e será uma honra defender o manto alviverde por toda a sua grandeza, história e torcida”, disse.

Na temporada passada, Karen atuou em 24 partidas pelo Audax. Duas delas contra o Palmeiras, no Campeonato Paulista, com grandes defesas em ambos os jogos. Ela também conduziu o time de Osasco-SP às quartas de final do Brasileiro.

“Como dizia Joelmir Beting, um dos torcedores mais ilustres do clube, ‘explicar a emoção de ser palmeirense a um palmeirense é totalmente desnecessário. E a quem não é palmeirense, é simplesmente impossível’. A sensação de estar aqui é uma só, e é de felicidade”, completou a nova goleira do Verdão, que se junta às atletas Vivi e Jully nesta posição.

Karen é o quinto reforço das Palestrinas neste ano. Além dela, chegaram ao clube a polivalente e multicampeã Rosana, as meio-campistas Angelina e Ary Borges e a atacante Ottilia. Atual campeão da Copa Paulista, o Palmeiras estreia na temporada no dia 09 de fevereiro, contra o Corinthians, pela Série A1 do Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica:

Karen Xavier (Kaká)

Nome: Karen Xavier Hipólito
Data de nascimento: 25/02/1993
Naturalidade: São Paulo-SP
Posição: Goleira
Clubes: Centro Olímpico, Corinthians, Foz Cataratas-PR, Athletic-MG, Atlético Nacional-COL e Osasco Audax-SP
Títulos: Campeonato Brasileiro (2013)

Em confronto inédito, Sub-20 do Palmeiras encara Petrolina-PE pela Copinha

Fabio Menotti/Palmeiras _ Danilo foi para as redes na estreia do VerdãoA equipe Sub-20 do Palmeiras enfrenta o Petrolina-PE pela primeira vez na história da Copa São Paulo de Futebol Júnior neste domingo (05), às 16h, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, pela segunda rodada da fase de grupos da competição. O duelo terá transmissão do SporTV e do Globoesporte.com.

O Verdão está no Grupo 17, ao lado de União Rondonópolis-MT, Petrolina-PE e Ferroviária-SP. O time treinado por Wesley Carvalho ocupa o segundo lugar da chave com os mesmos três pontos da líder Ferroviária, que leva a melhor no saldo de gols. Na estreia, o Alviverde venceu a equipe mato-grossense por 3 a 1, com gols de Henri, Danilo e Gabriel Silva.

“Tivemos um pouco de ansiedade no primeiro jogo, mas conseguimos impor o nosso esquema e sair com a vitória. Felizmente pude marcar um dos gols, quis surpreender o goleiro na cobrança de falta e fui muito feliz. Teremos um jogo duro contra o Petrolina e vamos brigar por mais um triunfo para encaminhar nossa classificação à segunda fase”, declarou o meio-campista Danilo, autor de um golaço contra o União.

Esta é a quarta vez em que o time palestrino tem Araraquara como sede na primeira fase — a cidade também recebeu o Palmeiras em 2009, 2012 e 2017. O Verdão busca o título inédito do torneio e foi vice-campeão nas edições de 1970 e 2003.

A 51ª Copa São Paulo de Futebol Júnior terá a participação de 128 clubes divididos em 32 sedes na primeira fase. Os dois melhores de cada chave avançam para a segunda fase, que já será disputada em formato mata-mata. Serão seis etapas eliminatórias no total, todas em jogo único, com a final marcada para o dia 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu.

Veja os jogos do Verdão na primeira fase da Copa São Paulo 2020:

02/01: Palmeiras 3 x 1 União Rondonópolis – Fonte Luminosa
Gols: Henri, Danilo e Gabriel Silva (pênalti)

05/01 – 16h: Petrolina x Palmeiras – Fonte Luminosa (Transmissão: SporTV e Globoesporte.com)

08/01 – 21h30: Ferroviária x Palmeiras – Fonte Luminosa (Transmissão: SporTV)

O time feminino de futebol do Palmeiras fechou a contratação da meio-campista Angelina, capitã da Seleção Brasileira Sub-20 e que defendeu as cores do Santos nas últimas três temporadas. Com apenas 19 anos, a atleta já se sagrou campeã brasileira e paulista de clubes, bem como venceu o Sul-Americano Sub-20 com o selecionado nacional.

CBF/Divulgação _ A atleta faturou a Liga Sul-Americana Sub-19 e já atuou nos mundiais Sub-17 e Sub-20 pelo Brasil

Americana com raízes brasileiras, ela é natural de New Jersey, nos Estados Unidos. No entanto, seu pontapé inicial no futebol feminino se deu em Jacarepaguá-RJ, na Escolinha Toque do Futuro, ainda na infância. Com 12 anos de idade, fez seu primeiro teste no Vasco da Gama, clube que defendeu até 2016 na categoria Sub-17.

“Fechar com o Palmeiras é algo que representa muito a mim, pois é um grande clube na história do futebol. Estou muito feliz com essa nova fase da minha carreira e espero poder dar diversas alegrias ao clube e aos torcedores dentro de campo”, declarou.

No Verdão, Angelina atuará ao lado de companheiras já conhecidas da base da Seleção Brasileira, como a goleira Jully, a lateral-direita Isabella e as meio-campistas Ary Borges, Juliana e Karla Alves. Ela também reencontra no time alviverde a veterana Rosana, que foi sua colega de clube em 2018, no Santos.

“Vai ser um prazer enorme voltar a jogar com essas meninas. Estava com saudade delas e tivemos muitas glórias na Seleção”, comentou a meio-campista, capitã da equipe Sub-20 do Brasil na conquista da primeira fase da Liga Sul-Americana Sub-19 no ano passado.

Divulgação _ Karla (esq.), Angelina e Ary (dir.) estarão juntas no elenco alviverde em 2020

Angelina é a quarta atleta a reforçar o elenco das Palestrinas em 2020. Além dela, chegaram ao clube a polivalente e multicampeã Rosana, a meio-campista Ary Borges e a atacante Ottilia. Atual campeão da Copa Paulista, o Palmeiras estreia na temporada no dia 09 de fevereiro, contra o Corinthians, pela Série A1 do Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica:

Angelina

Nome: Angelina Alonso Costantino
Data de nascimento: 26/01/2000
Naturalidade: New Jersey-EUA
Posição: Meio-campista (volante)
Clubes: Vasco da Gama e Santos
Títulos: Campeonato Brasileiro (2017), Campeonato Paulista (2018), Sul-Americano Sub-20 (2018) e Liga Sul-Americana Sub-19 (2019)

O Verdão realizou no dia 31 de dezembro, das 20h às 3h, mais uma edição da tradicional festa de Réveillon. Com o nome Palestra Rooftop, o evento foi inovador e trouxe muita diversão em dois espaços diferentes: o Restaurante Jardim Suspenso e o Terraço Palestra Italia (5° e 6° andar do Prédio Multiuso).

A festa recebeu 426 pessoas entre associados e convidados e foi marcada por um ambiente descontraído, feliz e totalmente decorado com muito brilho e iluminação verde. Além disso, o evento também contou com um jantar especial, apresentação da Banda Prime, DJ e distribuição de taças de espumante personalizadas.

Um dos destaques do Réveillon do Verdão foi o Espaço Kids, no 2° andar do Prédio Multiuso, que fez a criançada se divertir de montão com uma recreação repleta de atividades lúdicas. Outro sucesso foi a queima de fogos, pela primeira vez realizada no último andar do Prédio Poliesportivo, o que abrilhantou ainda mais a vista do clube.

Divulgação_ Entre convidados e associados, 426 pessoas acompanharam a virada de ano na festa de Réveillon do Verdão

Réveillon Palestra Rooftop (01/01/2020)

+ fotos