Veio do Marília para o Palmeiras como uma jovem promessa. Em sua passagem pelo clube alviverde, não conquistou nenhum título importante. Entretanto, era um jogador de boa técnica e identificado com a torcida. Suas cobranças de escanteios eram mortais e quase sempre resultavam em gols. Ficou famoso também por estampar uma das capas da Revista Placar com um porquinho nas mãos, praticamente selando a adoção do mascote pela torcida palmeirense.

 

Jorge Antônio Putinatti 23 de agosto de 1959
Marília-SP

Posição: Meia

Número de temporadas: 7

Clube anterior: Marília-SP

Jogos:

369 (158 vitórias, 131 empates e 80 derrotas)

Estreia: Palmeiras 2x1 Sãocarlense (29/04/1979)

Último jogo: Palmeiras 1x0 Bahia (05/02/1987)

Gols: 95

Primeiro gol: Palmeiras 3x1 XV de Piracicaba (19/07/1979)

Último gol: Palmeiras 6x0 Fortaleza (17/09/1986)

Desenvolvido por Foursys