Weverton é o 9º goleiro que mais atuou e o 9º que mais venceu pelo Palmeiras em todos os tempos, o 6º que mais jogou no Estádio Palestra Italia/Allianz Parque, o 2º que mais defendeu o Verdão em Libertadores e o que mais venceu pela competição continental. Mais: ostenta a terceira menor média de gols sofridos na história do clube (0,69 por jogo – 144 tentos em 206 duelos) e ocupa a terceira posição no ranking de mais partidas sem ser vazado neste século (102 jogos) – os 35 duelos sem levar gols em 2020, aliás, são o recorde alviverde desde 2001.

O arqueiro também é o primeiro goleiro desde Velloso (entre 1995 e 1997) a fechar três temporadas seguidas sem sofrer gols por 20 jogos ou mais: 21 em 2018, 26 em 2019 e 35 em 2020.

O menino alto e forte que na infância queria ser atacante hoje é dono de uma das mais precisas reposições de bola do futebol mundial e se tornou um representante legítimo da Academia de Goleiros do Verdão. De destaque em uma Copinha pelo Juventus-AC a capitão do Atlético-PR por mais de cinco temporadas, sagrou-se campeão olímpico pela Seleção Brasileira em 2016 defendendo o pênalti decisivo na final contra a Alemanha, em um Maracanã lotado, antes de encarar a forte concorrência de Fernando Prass e Jailson no Palmeiras. Começou o ano de 2018 como terceiro goleiro e terminou como protagonista do título brasileiro, inclusive ganhando a Bola de Prata e completando nove jogos seguidos sem tomar gols durante a temporada, a segunda melhor marca da história do clube, atrás apenas de Zetti, com 12 jogos em 1987.

O ano de 2020 coroou de vez a passagem de Weverton pelo Verdão. Sempre seguro, o arqueiro mostrou novamente a sua categoria e ajudou o time a conquistar o Campeonato Paulista em cima do arquirrival Corinthians defendendo duas cobranças nos pênaltis. Depois, sendo titular em todos os jogos na Libertadores, foi um dos principais nomes do Palmeiras na campanha do bicampeonato sul-americano, gravando seu nome no Maracanã mais uma vez. E, para finalizar, o título invicto da Copa do Brasil, encerrando com chave de ouro a temporada na qual faturou quase todos os prêmios individuais possíveis, incluindo mais uma Bola de Prata.

Em 2021, mais uma temporada sendo decisivo. O camisa 21 foi um dos grandes nomes do Verdão na conquista do terceiro troféu da Libertadores, obtido após vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, em Montevidéu, no Uruguai. Além disso, Weverton ganhou o prêmio da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) de melhor goleiro do Campeonato Brasileiro 2021 e entrou para a seleção da Libertadores 2021, formada pela CONMEBOL.

Weverton Pereira da Silva
Weverton Pereira da Silva
Rio Branco (AC) 1,86 m

Clubes

2006-07
Remo
2008
Corinthians
2009
Oeste
2009
América-RN
2010
Botafogo-SP
2010-12
Portuguesa
2012-17
Athletico-PR
desde 2018
Palmeiras

Títulos

Jogos Olímpicos (2016)
Conmebol Libertadores (2020 e 2021)
Campeonato Brasileiro (2018)
Copa do Brasil (2020)
Campeonato Paulista (2020)
Campeonato Paranaense (2016)
Campeonato Paulista do Interior (2010)
Campeonato Brasileiro Série B (2008 e 2011)
Histórico no Palmeiras
Total Paulista Copa do Brasil Brasileiro Supercopa Sul-Americana Libertadores Recopa Mundial de Clubes Amistosos
Ano JGJGJGJGJGJGJGJGJGJG
2022 1 0 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
2021 46 0 9 0 1 0 21 0 1 0 0 0 12 0 2 0 0 0 0 0
2020/21 70 0 16 0 7 0 30 0 0 0 0 0 13 0 0 0 2 0 2 0
2019 52 0 7 0 3 0 31 0 0 0 0 0 10 0 0 0 0 0 1 0
2018 37 0 1 0 4 0 23 0 0 0 0 0 6 0 0 0 0 0 3 0
Total206034015010501000410202060

Jogos

1

Gols Sofridos

0

Defesas Difíceis

0

Defesas Simples

1

Assistências

0

Assistências para Finalização

0

Lançamentos Certos

3

Passes Certos

23

Rebatidas

0

Faltas Recebidas

0

Cartões Amarelos

0

Cartões Vermelhos

0

Jogos

1

Gols Sofridos

0

Defesas Difíceis

0

Defesas Simples

1

Assistências

0

Assistências para Finalização

0

Lançamentos Certos

3

Passes Certos

23

Rebatidas

0

Faltas Recebidas

0

Cartões Amarelos

0

Cartões Vermelhos

0
Fonte: Footstats
Desenvolvido por Foursys