Terceiro artilheiro do elenco no geral com 32 gols, atrás de Raphael Veiga, com 43, e Dudu, com 74, ostenta a segunda melhor média de gols da história do Allianz Parque com 0,34 bola na rede por partida (16 gols em 46 jogos), ao lado de Cristaldo e atrás apenas de Borja, com 0,38 (19 gols em 50 jogos). É também o quinto maior artilheiro da arena, com 16 gols, atrás de Borja (19), Raphael Veiga (22), Willian (28) e Dudu (35), além de registrar dois hat-tricks no local, contra o Fluminense, no Brasileirão 2019, e contra o Guaraní-PAR, na Libertadores 2020.

Experiente e decisivo, Luiz Adriano foi um dos destaques do Palmeiras na conquista da Tríplice Coroa em 2020. Artilheiro do time com 20 gols, seguido por Willian e Raphael Veiga, ambos com 18, deixou sua marca em momentos-chave da temporada, indo às redes na final do Paulista contra o Corinthians (1 a 1), na semifinal da Libertadores contra o River na Argentina (3 a 0) e na semifinal da Copa do Brasil contra o América-MG em Belo Horizonte (2 a 0).

Um dos três palmeirenses a ter marcado em todas as competições regulares de 2020, ao lado de Raphael Veiga e Gustavo Gómez, e um dos seis que foram titulares nas partidas finais do Paulista, da Copa do Brasil e da Libertadores, ao lado de Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Matías Viña e Zé Rafael, o camisa 10 foi ainda o artilheiro do time na Libertadores 2020 (e eleito para a seleção da competição pela CONMEBOL), o vice-artilheiro no Brasileiro 2020 e o vice-líder em participação em gols no geral com 23 ações (gols e assistências somadas), atrás só de Willian, com 25.

Ídolo e maior artilheiro da história do Shakhtar Donetsk-UCR com 128 gols, Luiz Adriano foi seis vezes campeão ucraniano (sendo artilheiro da competição em 2013/2014 com 20 gols) e conquistou quatro Copas da Ucrânia e a Liga Europa de 2008/2009, fazendo, inclusive, gol na final. É também o 7º maior goleador brasileiro na história da Champions League, com 21 tentos – neste ranking, apenas Neymar, Kaká, Rivaldo, Jardel, Élber e Mazzola, revelado pelo Verdão, balançaram mais vezes as redes pela maior competição continental do planeta.

Luiz Adriano de Souza da Silva
Luiz Adriano de Souza da Silva 12 de abril de 1987
Porto Alegre (RS) 1,83 m

Clubes

2005-2006
Internacional
2006-2015
Shakhtar Donetsk-UKR
2015-2016
Milan-ITA
2016-2019
Spartak Moscou-RUS
desde 2019
Palmeiras

Títulos

Mundial de Clubes (2006)
Conmebol Libertadores (2020 e 2021)
Liga Europa da UEFA (2008/09)
Recopa Sul-Americana (2007)
Liga Ucraniana (2007/08, 2009/10, 2010/11, 2011/12, 2012/13 e 2013/14)
Liga Russa (2016/17)
Copa do Brasil (2020)
Taça Ucrânia (2007/08, 2010/11, 2011/12 e 2012/13)
Supertaça Ucraniana (2008, 2010, 2012, 2013 e 2014)
Supercopa da Itália (2016)
Supertaça Russa (2017)
Campeonato Paulista (2020)
Histórico no Palmeiras
Total Paulista Copa do Brasil Brasileiro Supercopa Sul-Americana Libertadores Recopa Mundial de Clubes Amistosos
Ano JGJGJGJGJGJGJGJGJGJG
2021 35 5 6 1 2 0 19 3 0 0 0 0 7 1 1 0 0 0 0 0
2020/21 56 20 14 3 7 2 24 10 0 0 0 0 7 5 0 0 2 0 2 0
2019 15 7 0 0 0 0 13 6 0 0 0 0 2 1 0 0 0 0 0 0
Total106322049256190000167102020
Desenvolvido por Foursys