Bruna Calderan é natural de Sananduva, cidade no interior do Rio Grande do Sul, onde deu os seus primeiros passos no esporte, mas no futsal. A gaúcha era a única menina que praticava o esporte e dividia as quadras com os garotos. Em 2015, a jogadora se transferiu para o Iranduba-AM e passou a atuar no futebol de campo. Não demorou muito para a defensora se destacar e logo Bruna foi convocada para a Seleção Brasileira Sub-20, conquistando o Campeonato Sul-Americano da categoria, em 2015, disputado no Brasil. Em 2017, a atleta se transferiu para o Avaí/Kindermann-SC e, no ano seguinte, foi convocada pela primeira vez para a Seleção Brasileira Principal.

Após a passagem vitoriosa pelo time catarinense, Bruna assinou com o Verdão em 2021. A primeira temporada da jogadora com o manto alviverde foi especial e, além do título da Copa Paulista, a lateral conquistou diversos prêmios individuais, como o de melhor lateral-direita no Prêmio Brasileirão da CBF e no troféu Bola de Prata de 2021 da ESPN Brasil. Mais uma curiosidade é que a Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol elegeu a atleta na categoria reserva das onze melhores jogadoras sul-americanas em atividade. Já no campo de estudos, Bruna é formada em Educação Física.

Na conquista inédita da CONMEBOL Libertadores de 2022, Bruna participou efetivamente do ataque das Palestrinas: além de cumprir o seu papel na defesa, a ambidestra balançou as redes em duas oportunidades e deu quatro assistências, participando de seis dos 19 gols do melhor ataque da competição.

Jogos e gols

2024: 0 J /  0 G
Total: 103 J / 14 G

Bruna Rafagnin Calderan 12 de setembro de 1996
Sananduva (RS) 1,67 m

Clubes

2015-2016
Iranduba
2017-2020
Kindermann
desde 2021
Palmeiras

Títulos

Copa Libertadores (2022)
Campeonato Paulista (2022)
Campeonato Catarinense (2017, 2018 e 2019)
Campeonato Amazonense (2016)
Copa Paulista (2021)
Desenvolvido por Foursys