Definido por ele mesmo como “a coisa mais importante que fiz na minha vida”, Aquiles fez o gol que garantiu o título paulista de 1950 ao Verdão, e, de quebra, acabou com as expectativas são paulinas de serem tricampeões do estado. O veloz atacante ainda foi artilheiro do Torneio Rio-São Paulo de 1951 e mártir da campanha que culminou com a conquista do Mundial do mesmo ano. Após ter marcado na fase inicial do torneio, contra Nice-FRA e Estrela Vermelha-SER, Aquiles fraturou a perna no primeiro jogo da semifinal e só voltou a jogar sete meses depois. Com o apoio de todo grupo, o atleta pôde celebrar o título, mas outras sérias lesões interromperam prematuramente sua carreira. Voltou a atuar apenas na equipe de Masters do Verdão, pela qual jogou por mais de uma década.

Saiba mais:
>Especial: Mundial Interclubes 1951

Aquiles dos Reis 28 de agosto de 1928
Cuiabá-MT 9 de janeiro de 2014

Posição: Atacante

Número de temporadas: 6

Clube anterior: Corinthians de Presidente Prudente-SP

Jogos:

72 (38 vitórias, 19 empates e 15 derrotas)

Estreia: Palmeiras 2x2 Portuguesa (24/12/1949)

Último jogo: Palmeiras 2x1 Uberlândia (04/04/1954)

Gols: 39

Primeiro gol: Palmeiras 2x2 Portuguesa (24/12/1949)

Último gol: Palmeiras 2x1 Estrela Vermelha-SER (05/07/1951)

Principais títulos:

Campeonato Paulista em 1950; Torneio Rio-São Paulo em 1951; Mundial Interclubes em 1951

Desenvolvido por Foursys