Capitão da maior conquista da história do clube, o Mundial Interclubes de 1951, Jair usou todo o seu talento e habilidade na partida decisiva contra a Juventus-ITA, no Maracanã. Foi figura central na armação de jogo do Palmeiras na década de 1950, já que contava com muita qualidade nos passes e lançamentos, além de cobrar faltas com força e precisão. Chegava à frente para finalizar como poucos e, apesar da estatura pequena, era um gigante em campo. Um líder nato. No intervalo da final do Paulista de 1950, por exemplo, deu uma bronca geral na equipe aos berros, com o uniforme cheio de lama, pedindo raça e dedicação aos companheiros. No final da partida, o título ficou com o Verdão.

 

Saiba mais:
>Especial: Mundial Interclubes 1951

 

Jair Rosa Pinto 21 de março de 1921
Quatis-RJ 28 de julho de 2005

Posição: Meia

Número de temporadas: 7

Clube anterior: Flamengo-RJ

Jogos:

248 (145 vitórias, 46 empates e 57 derrotas)

Estreia: Palmeiras 3x1 Portuguesa (01/09/1949)

Último jogo: Palmeiras 0x3 XV de Jaú (06/11/1955)

Gols: 74

Primeiro gol: Palmeiras 3x1 Portuguesa (01/09/1949)

Último gol: Palmeiras 3x3 Jabaquara (23/10/1955)

Principais títulos:

Campeonato Paulista em 1950; Torneio Rio-São Paulo em 1951; Mundial Interclubes em 1951

Desenvolvido por Foursys