Raphael Veiga foi revelado pelo Coritiba, onde trabalhou e aprendeu muito com o ídolo palestrino Alex – lá, inclusive, era comparado ao ex-camisa 10 justamente por ser um talentoso meia armador canhoto. Mal poderia imaginar que depois de 21 anos ele repetiria o feito do amigo ao conquistar a Libertadores pelo Verdão, também como titular da equipe na grande decisão.

Contratado pelo Maior Campeão do Brasil em 2017, o torcedor do Palmeiras na infância foi emprestado ao Athletico-PR em 2018 para ganhar experiência e, após um 2019 de readaptação, teve uma temporada 2020 brilhante pelo seu clube de coração: um dos três palmeirenses a fazer gols em todas as competições regulares do ano, assim como Luiz Adriano e Gustavo Gómez, foi vice-artilheiro do time no geral com 18 gols (ao lado de Willian e atrás apenas de Luiz Adriano, com 20), artilheiro do time no Brasileirão (11 gols, seguido por Luiz Adriano, com 10) e artilheiro (quatro gols) e garçom (duas assistências, uma em cada partida das finais) na Copa do Brasil – competição na qual foi o único presente em todas as partidas e da qual foi eleito o melhor jogador pela CBF.

Segundo maior artilheiro do elenco no geral, atrás apenas de Willian, é ainda o quarto maior artilheiro do Allianz Parque com 15 gols, logo depois de Borja, Willian e Dudu. Mas o maior prêmio, sem dúvida, foi ter realizado o desejo do avô palestrino pouco antes de falecer:

“Meu avô era muito palmeirense. Fanático, ia a todos os jogos. Quando ele estava na cama da UTI e eu estava saindo do quarto, ele me pediu para voltar e disse: ‘Vou te pedir uma coisa: se você tiver oportunidade, jogue no Palmeiras’. Eu o cumprimentei e não o vi mais”, contou, emocionado, em sua apresentação na Academia de Futebol. “Desde pequeno, convivi neste ambiente verde e branco. E para o senhor, vô, eu te dou esse título! Sem o senhor, eu não seria palmeirense! Valeu a pena cada suor, cada dia nublado, para cumprir minha promessa. Espero, do fundo do meu coração, que aí do céu o senhor esteja muito feliz! Eu te amo!”, escreveu, após a tão sonhada reconquista da América.

Raphael Cavalcante Veiga
Raphael Cavalcante Veiga 19 de junho de 1995
São Paulo (SP) 1.78 m

Clubes

2013-2016
Coritiba
2017
Palmeiras
2018
Athletico-PR
desde 2019
Palmeiras

Títulos

Conmebol Libertadores (2020)
Copa Sul-Americana (2018)
Copa do Brasil (2020)
Campeonato Paulista (2020)
Histórico no Palmeiras
Total Paulista Copa do Brasil Brasileiro Supercopa Sul-Americana Libertadores Recopa Mundial de Clubes Amistosos
Ano JGJGJGJGJGJGJGJGJGJG
2021 3 3 0 0 0 0 0 0 1 2 0 0 0 0 2 1 0 0 0 0
2020/21 57 18 9 1 8 4 26 11 0 0 0 0 10 2 0 0 2 0 2 0
2019 31 5 4 1 1 0 19 3 0 0 0 0 6 1 0 0 0 0 1 0
2017 22 2 7 1 1 0 11 0 0 0 0 0 1 0 0 0 0 0 2 1
Total1132820310456141200173212051

Jogos

0

Gols

0

Assistências

0

Assistências para Finalização

0

Finalizações Certas

0

Passes Certos

0

Lançamentos Certos

0

Cruzamentos Certos

0

Dribles Certos

0

Desarmes Certos

0

Interceptações Certas

0

Faltas Recebidas

0

Jogos

2

Gols

1

Assistências

0

Assistências para Finalização

3

Finalizações Certas

1

Passes Certos

28

Lançamentos Certos

1

Cruzamentos Certos

0

Dribles Certos

1

Desarmes Certos

1

Interceptações Certas

0

Faltas Recebidas

2

Jogos

1

Gols

2

Assistências

0

Assistências para Finalização

1

Finalizações Certas

5

Passes Certos

20

Lançamentos Certos

0

Cruzamentos Certos

2

Dribles Certos

1

Desarmes Certos

0

Interceptações Certas

0

Faltas Recebidas

1

Jogos

3

Gols

3

Assistências

0

Assistências para Finalização

4

Finalizações Certas

6

Passes Certos

48

Lançamentos Certos

1

Cruzamentos Certos

2

Dribles Certos

2

Desarmes Certos

1

Interceptações Certas

0

Faltas Recebidas

3
Fonte: Footstats