Departamento de Comunicação

O Palmeiras realizou na manhã desta sexta-feira (05), na Academia de Futebol, mais uma sessão de treino em preparação à finalíssima da Copa do Brasil contra o Grêmio, no domingo (07), às 18h, no Allianz Parque – no domingo passado (28), em Porto Alegre-RS, pelo duelo de ida, o Alviverde venceu por 1 a 0, com gol do zagueiro Gustavo Gómez. A novidade do dia foi o meio-campista Patrick de Paula, de volta após cumprir período de isolamento social por ter testado positivo para Covid-19.

O camisa 5, que treinou normalmente nesta sexta, foi desfalque contra Atlético-MG (pelo Campeonato Brasileiro), Grêmio (pela Copa do Brasil) e Corinthians (pelo Campeonato Paulista). O atleta de 21 anos soma 51 confrontos e cinco gols pelo Verdão.

Após o aquecimento, o técnico Abel Ferreira e sua comissão comandaram uma atividade tática. O treinador palestrino armou duas equipes, sendo uma a provável titular. As ênfases aprimoradas foram transições, marcações, saídas de bola, entre outras coisas. O comandante e seus auxiliares orientaram e fizeram correções durante o trabalho.

O técnico Abel Ferreira comandou uma atividade tática nesta sexta-feira (05) (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Assim como nos últimos dias, jovens das categorias de base completaram as movimentações, sobretudo colocando em prática um treino técnico em dimensões reduzidas no gramado ao lado. O zagueiro Kuscevic, recuperado de uma mialgia no quadril, também treinou sem restrições com os companheiros. Em transição física, Emerson Santos cumpriu um cronograma interno.

O Maior Campeão do Brasil e atual campeão da CONMEBOL Libertadores treina neste sábado (06), às 16h, na Academia de Futebol. Na sequência, o elenco inicia o período de concentração no centro de excelência.

O lateral-esquerdo Matías Viña durante treinamento na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Departamento de Comunicação

WEVERTON

Eficiente e decisivo, o goleiro foi fundamental durante a campanha vitoriosa do Verdão na Conmebol Libertadores 2020, atuando em todas as 13 partidas da competição – foi um dos atletas do elenco que mais jogaram, ao lado de Gustavo Gómez – e sofrendo apenas seis gols no total. No histórico triunfo por 3 a 0 contra o River Plate-ARG, na Argentina, pela partida de ida das semifinais, o arqueiro deu novo rumo ao duelo com defesas importantes antes do primeiro gol palestrino, marcado pelo atacante Rony, e a partir dali o Verdão tomou conta do confronto. Já no jogo da volta, pela primeira vez na temporada ele precisou fazer dez defesas em uma mesma partida e, assim, impediu que os argentinos devolvessem o placar de Buenos Aires.

Na grande decisão, Weverton mostrou a habitual segurança embaixo das traves e apareceu bem em pelo menos duas oportunidades do Santos. Ao final, repetiu o feito realizado com o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 e levantou mais um troféu no estádio do Maracanã, seu terceiro pelo Palmeiras em três anos de clube – os outros foram o Campeonato Paulista de 2020 (defendendo duas cobranças na disputa de pênaltis contra o Corinthians na final) e o Campeonato Brasileiro de 2018 (conquistando a Bola de Prata e, inclusive, completando nove jogos sem tomar gols durante a temporada (884 minutos com acréscimos e 812 sem), feito que lhe rendeu a segunda melhor marca da história do Palmeiras neste quesito, atrás apenas de Zetti, com 12 jogos (1.238 minutos sem acréscimos), em 1987). De quebra, Weverton tornou-se também o primeiro acreano campeão na história do Brasileirão desde 1959.

Recordes

Weverton é o 10º goleiro que mais jogou pelo Verdão em todos os tempos, com 151 partidas desde que estreou pelo clube em 2018 – o ranking é encabeçado por Emerson Leão, com 621 jogos, seguido por Marcos (533), Valdir de Morais (480), Velloso (458), Oberdan (353), Sérgio (333), Gilmar (290), Fernando Prass (274) e Primo (185).

Recentemente, o goleiro bateu uma marca que não era atingida havia 23 anos: chegou à terceira temporada consecutiva com 20 ou mais jogos sem sofrer gols, algo que não acontecia desde que Velloso não foi vazado por 28 partidas em 1995, 24 em 1996 e 27 em 1997. Foram 21 jogos sem ser vazado em 2018 e 26 em 2019, até então recorde de um arqueiro palmeirense em um mesmo ano neste século 21, mas, na atual temporada, o camisa 21 (usa a 1 na Libertadores) chegou a 30, batendo seu próprio recorde.

Com um total de 78 jogos sem levar gols desde que chegou ao Verdão, Weverton fica na terceira posição do ranking de goleiros com mais partidas sem ser vazado neste século, atrás apenas de Marcos (107) e Fernando Prass (101). Ele ainda ostenta a terceira menor média de gols sofridos na história do Palmeiras: vazado apenas 97 vezes em 151 jogos, o jogador tem índice de 0,64 gol por partida, está atrás só do paraguaio Benítez, com 0,54 (13 gols sofridos em 24 jogos em 1978), e do também paraguaio Gato Fernández, com 0,62 (22 gols em 35 jogos em 1994).

Atleta que soma mais minutos em campo na temporada atual, Weverton atuou em 62 dos 67 jogos do Palmeiras em 2020/21, mesmo números de Willian, presente em 62 dos 67 compromissos do time alviverde.

Números gerais:
> 151 jogos (151 como titular) pelo Palmeiras
> 62 jogos (62 como titular) na temporada 2020
> 13 jogos (13 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

LUAN

Com passagem pelo Vasco da Gama, Luan sente-se em casa jogando no Rio de Janeiro, e isso foi comprovado mais uma vez na grande decisão contra o Santos. Depois de ajudar a levar o Brasil à medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2016, com a grande final também sendo realizada no Maracanã, o defensor contribuiu bastante para o Palmeiras erguer o troféu da principal competição entre clubes das Américas novamente no estádio carioca.

Ao longo da campanha alviverde na Libertadores 2020, Luan marcou presença em oito das 13 partidas do clube, sendo cinco como titular da equipe. Ao lado do paraguaio Gustavo Gómez, o jogador formou uma zaga titular segura e bastante elogiada pelo técnico Abel Ferreira, começando pelo difícil compromisso com o Bolívar-BOL, na Bolívia, que terminou com vitória palmeirense por 2 a 1.

Ao lado de Gustavo Gómez, inclusive, Luan perdeu só uma vez na temporada e tem retrospecto geral de 59 jogos, 38 vitórias, 15 empates e só seis derrotas, com 28 gols sofridos (média de 0,47 gol sofrido por partida). Em 2019, Luan e Gómez atingiram a expressiva marca de 1081 minutos consecutivos sem sofrer gols (sem considerar os acréscimos), segunda maior sequência instransponível de uma dupla de zagueiros na história do Palmeiras – o recorde ainda pertence a Marcio e Vágner Bacharel, que, em 1987, garantiram que o time ficasse sem levar gols por exatos 1.148 minutos (sem acréscimos). Um ano antes, durante a campanha do decacampeonato brasileiro de 2018, eles já haviam contribuído para estabelecer o recorde palmeirense de menos gols sofridos na história do Brasileirão de pontos corridos: apenas 26 tentos tomados (a marca anterior era de 32, na caminhada do título de 2016).

Números gerais:
> 125 jogos (112 como titular), 5 gols e 1 assistência pelo Palmeiras
> 43 jogos (31 como titular) na temporada 2020
> 8 jogos (5 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

GUSTAVO GÓMEZ

Sempre aguerrido e com uma capacidade de liderança fora do comum dentro das quatro linhas, Gustavo Gómez foi novamente decisivo em um título do Verdão, assim como já havia acontecido nas conquistas do Campeonato Brasileiro 2018 e do Campeonato Paulista 2020. O paraguaio foi titular em todas as partidas do time na Libertadores 2020, marcando, inclusive, dois gols ao longo da trajetória palmeirense – um deles contra o Libertad-PAR, clube formador do atleta, no primeiro encontro das quartas de final, no Paraguai.

Nas primeiras rodadas do torneio, o camisa 15 formou dupla principalmente com Felipe Melo, que havia mudado de posição com o técnico Vanderlei Luxemburgo, passando de volante para zagueiro. Após uma grave contusão no tornozelo, o Pitbull abriu espaço para Luan assumir a titularidade ao lado do paraguaio a partir da goleada por 5 a 0 sobre o Delfín-EQU, na partida de volta das oitavas de final.

A zaga Gómez e Luan foi derrotada só uma vez no ano (20 partidas, 13 vitórias, seis empates, uma derrota e apenas dez gols sofridos) e tem retrospecto geral de 59 jogos, 38 vitórias, 15 empates e só seis derrotas, com 28 gols sofridos (média de 0,47 gol sofrido por partida). Em 2019, Gómez e Luan atingiram a expressiva marca de 1081 minutos consecutivos sem sofrer gols (sem considerar os acréscimos), segunda maior sequência instransponível de uma dupla de zagueiros na história do Palmeiras – o recorde ainda pertence a Marcio e Vágner Bacharel, que, em 1987, garantiram que o time ficasse sem levar gols por exatos 1.148 minutos (sem acréscimos). Um ano antes, durante a campanha do decacampeonato brasileiro de 2018, eles já haviam contribuído para estabelecer o recorde palmeirense de menos gols sofridos na história do Brasileirão de pontos corridos: apenas 26 tentos tomados (a marca anterior era de 32, na caminhada do título de 2016).

Ao lado de Weverton, Gustavo Gómez foi o jogador do elenco com mais partidas na Libertadores 2020: 13 jogos. Apesar de ser constantemente convocado para a Seleção do Paraguai, ele também aparece como o jogador de linha que tem mais tempo em campo entre os jogadores do Verdão na temporada: somando os minutos do Paulista, da Copa do Brasil, da Libertadores e do Brasileiro, além dos amistosos (Florida Cup) – apenas o goleiro Weverton supera Gómez neste quesito.

Números gerais:
> 110 Jogos (107 como titular), 13 gols e 1 assistência pelo Palmeiras
> 51 jogos (50 como titular), 5 gols e 1 assistência na temporada 2020
> 13 jogos (13 como titular) e 2 gols pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida): segundo gol

EMERSON SANTOS

Com poucas oportunidades no começo de 2020, Emerson Santos passou a ganhar destaque no time palmeirense após a chegada de Abel Ferreira. Na Libertadores 2020, o defensor entrou em campo seis vezes, com uma oportunidade de iniciar entre os titulares, na vitória por 3 a 1 sobre o Delfín-EQU, no Equador, pelo duelo de ida das oitavas de final. Como volante, função nova promovida pelo treinador português, o jogador também fez bonito nos confrontos com o River Plate-ARG, pelas semifinais.

O atual camisa 3 estreou pelo clube em 2018, justamente em um jogo de Libertadores (entrou aos 42 minutos do segundo tempo contra o Alianza Lima-PER, quando o Palmeiras já vencia por 3 a 1). O duelo seguinte à sua estreia foi na vitória por 3 a 1 diante do Junior Barranquilla-COL, também pela Libertadores de 2018 – nesta partida, ele atuou por 90 minutos pela primeira vez (ao lado de Luan).

Números gerais:
> 25 jogos (14 como titular) pelo Palmeiras
> 21 jogos (13 como titular) na temporada 2020
> 6 jogos (1 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)

EMPEREUR

Contratado ao longo da temporada 2020, Alan Empereur ganhou destaque na Libertadores 2020 ao ter uma atuação memorável na histórica vitória por 3 a 0 sobre o River Plate-ARG, no primeiro jogo das semifinais. Por conta de uma lesão de última hora de Luan, o jogador ganhou a oportunidade de fazer dupla com Gustavo Gómez e não decepcionou. Antes disso, o palestrino já havia participado da goleada por 5 a 0 sobre o Delfín-EQU, entrando no lugar de Gustavo Scarpa. Na final contra o Santos, ele fez a sua primeira partida da carreira no estádio do Maracanã.

Números gerais:
> 13 jogos (7 como titular) pelo Palmeiras
> 13 jogos (7 como titular) na temporada de 2020
> 4 jogos (2 como titular) pela Libertadores

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

KUSCEVIC

O jovem defensor chileno foi muito importante no segundo encontro com o River Plate-ARG, no Allianz Parque, no embate de volta das semifinais, o primeiro dele na Libertadores 2020. Kuscevic entrou na lateral direita ao longo da partida, no lugar de Marcos Rocha, e colaborou bastante para o Verdão garantir a vaga na grande decisão da competição.

Números gerais:
> 8 jogos (5 como titular) pelo Palmeiras
> 8 jogos (5 como titular) na temporada de 2020
> 1 jogo (0 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)

RENAN

Revelado pelas categorias de base do Palmeiras, o atleta participou da vitória por 3 a 1 sobre o Delfín-EQU, no Equador, pelas oitavas de final. O jovem, que atua como zagueiro e lateral-esquerdo, foi muito importante durante o período em que boa parte do elenco palestrino havia testado positivo para a Covid-19, emplacando grandes atuações com o manto alviverde também pelo Campeonato Brasileiro.

O atleta de 18 anos conquistou importantes títulos pela base do Palmeiras e da Seleção Brasileira desde o Sub-15 – entre eles, o bicampeonato paulista sub-15 (2016 e 2017), o Campeonato Paulista Sub-17 (2018), a Copa do Brasil Sub-17 (2019), a Supercopa do Brasil Sub-17 (2019) e o bicampeonato do Mundial de Clubes Sub-17 (2018 e 2019), pelo Verdão, além da Copa do Mundo Sub-17 em 2019, pelo Brasil. Ele chegou ao Palmeiras em 2015, aos 13 anos de idade, começou a jogar de lateral-esquerdo no início de 2019 por decisão do técnico Artur Itiro e agradou. Ganhou a polivalência como uma de suas características.

Números gerais:
> 7 jogos (6 como titular) pelo Palmeiras
> 7 jogos (6 como titular) na temporada 2020
> 1 jogo (0 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)

VITOR HUGO

Campeão da Copa do Brasil 2015, do Campeonato Brasileiro 2016 e do Campeonato Paulista 2020, Vitor Hugo também fez parte da campanha do segundo título do Verdão na Libertadores. Foram três jogos do defensor nesta edição da competição sul-americana, todas com vitória do Alviverde. Além de ser importante dentro de campo, o atleta foi decisivo fora dele pela liderança e bom relacionamento com os companheiros de elenco.

Números gerais:
> 161 Jogos (157 como titular), 13 gols e 3 assistências pelo Palmeiras
> 10 jogos (6 como titular) na temporada 2020
> 3 jogos (0 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)

MARCOS ROCHA

Marcos Rocha participou de nove jogos do Palmeiras na Libertadores 2020, todos como titular e registrando uma assistência, no gol de Rony durante a vitória por 3 a 0 sobre o Libertad-PAR, pelas quartas de final. Campeão do torneio sul-americano com o Atlético-MG, em 2013, o agora palestrino foi peça-chave na campanha vitoriosa do Verdão, pela qualidade dentro de campo e pela experiência vivida na competição.

Na marcante vitória por 3 a 0 sobre o River Plate-ARG, uma das mais importantes da história do clube na Libertadores, Rocha cumpriu com perfeição as suas funções táticas na estratégia montada pelo treinador Abel Ferreira, atuando como um terceiro zagueiro. Este é o terceiro título do lateral com o manto do Palmeiras – os outros são o Campeonato Brasileiro 2018 e o Campeonato Paulista 2020.

Números gerais:
> 138 jogos (132 como titular), 6 gols e 20 assistências pelo Palmeiras
> 46 jogos (42 como titular), 2 gols e 5 assistências na temporada 2020
> 9 jogos (9 como titular) e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

MAYKE

Titular na vitória por 3 a 1 sobre o Delfín-EQU, no Equador, Mayke mostrou comprometimento e polivalência ao atuar como lateral-esquerdo naquela partida – sempre rápido em suas chegadas ofensivas, o palmeirense deu conta do recado e ajudou o Verdão a conquistar um resultado importante fora de casa pelas oitavas de final. Mayke faz parte do grupo de jogadores que também levantaram os troféus do Campeonato Brasileiro 2018 e do Campeonato Paulista 2020.

Números gerais:
> 112 jogos (93 como titular), 2 gols e 8 assistências pelo Palmeiras
> 30 jogos (17 como titular) e 1 assistência na temporada 2020
> 4 jogos (1 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)

MATÍAS VIÑA

Eficiente defensivamente, Viña também mostrou força ofensiva ao longo da campanha vitoriosa do Palmeiras na Libertadores 2020, marcando dois gols e dando três assistências. Titular nas 12 partidas em que foi relacionado, o jogador não poupou energia para ajudar o Alviverde na principal competição de clubes da América do Sul. Foi dele o terceiro gol palestrino na vitória por 3 a 0 sobre o River Plate-ARG, na Argentina, após jogada ensaiada que pegou de surpresa a defesa rival.

Os três passes a gol feitos por Viña aconteceram nas vitórias por 5 a 0 contra Bolívar-BOL e Tigre-ARG, ambos realizados no Allianz Parque, pela fase de grupos. Contra os bolivianos, o lateral ajudou Wesley e Raphael Veiga a balançarem as redes adversárias, já contra o rival argentino foi Rony o beneficiado.

O uruguaio é um reforço que chegou neste ano do Nacional-URU e, apesar das poucas partidas pelo Verdão (43 ao todo), está na história do clube como o quinto uruguaio que mais defendeu a equipe em todos os tempos – completam a lista: Ventura Cambon (4º, com 53), Héctor Silva (3º, com 80), Villadoniga (2º, com 138) e Diogo (líder do ranking, com 146).

Números gerais:
> 44 jogos (43 como titular), 2 gols e 8 assistências pelo Palmeiras
> 44 jogos (43 como titular), 2 gols e 8 assistências na temporada 2020
> 12 jogos (12 como titular), 2 gols e 3 assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida): segundo gol

ESTEVES

O jovem lateral-esquerdo foi mais um atleta das categorias de base palmeirense a participar da campanha do título da Libertadores 2020. O jogador entrou ao longo da vitória por 3 a 1 sobre o Delfín-EQU, no Equador, em duelo válido pelas oitavas de final do torneio.

Cria da Academia, o jogador está no Palmeiras desde 2014, quando passou a integrar o elenco Sub-15, o jovem de 20 anos foi um dos destaques de uma geração que conquistou títulos inéditos e importantes pela base do clube, como a Copa do Brasil Sub-17 (2017), o Brasileiro Sub-20 (2018), a Copa RS Sub-20 (2018), a Copa do Brasil Sub-20 (2019) e o Bi Paulista Sub-20 (2018 e 2019), além de dezenas de taças no exterior. Em 2019, pelo Sub-20, Esteves disputou 38 partidas e marcou sete gols.

Números gerais:
> 9 jogos (4 como titular) pelo Palmeiras
> 8 jogos (4 como titular) na temporada de 2020
> 1 jogo (0 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)

FELIPE MELO

Volante durante quase toda a carreira como jogador, Felipe Melo encarou um novo desafio em 2020: atuar como zagueiro. Ao lado de Gustavo Gómez, o Pitbull formou uma zaga de respeito na fase de grupos da Libertadores e acabou sendo um dos destaques do time, mesmo estando em uma nova função. O camisa 30, contudo, interrompeu a boa sequência no torneio por conta de uma grave lesão no tornozelo, deixando de disputar as fases de oitavas de final, quartas de final e semifinal, retornando apenas na grande decisão contra o Santos. Foram seis jogos com o atleta durante a campanha.

Apesar do período longe dos gramados, Felipe Melo segue como o atleta que mais vezes vestiu a braçadeira de capitão na temporada: foram 30 vezes iniciando uma partida com o adereço de autoridade máxima em seu braço, seguido de Gustavo Gómez, com 18.

Do atual elenco, Felipe Melo é o vice-líder em jogos no geral, atrás só de Willian. Na semifinal do Paulista diante da Ponte Preta, quando alcançou sua 155ª partida pela equipe, ele fez do Palmeiras o clube que mais defendeu na carreira (pelo Galatasaray-TUR, foram 154).

Números gerais:
> 173 jogos (164 como titular), 12 gols e 6 assistências pelo Palmeiras
> 34 jogos (32 como titular), 1 gol e 1 assistência na temporada 2020
> 6 jogos (5 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

DANILO

Uma das principais revelações do clube em 2020, Danilo é o típico volante que sabe defender e atacar. Discreto, porém muito eficiente, o jovem jogou como gente grande no triunfo palestrino por 3 a 0 diante do River Plate-ARG, na Argentina, formando com Patrick de Paula e Gabriel Menino um meio de campo totalmente criado nas categorias de base do Verdão. O camisa 28 terminou a Libertadores com 11 jogos (oito como titular), um gol e duas assistências.

Uma partida em especial da Libertadores ficará marcada para sempre na história de Danilo. Além de marcar o seu primeiro gol como profissional na goleada por 5 a 0 diante do Delfín-EQU, no Allianz Parque, pelas oitavas de final, o jovem também deu passe para Gabriel Veron anotar um dos tentos do Verdão na partida e acabou sendo decisivo para o triunfo palestrino. Nos 3 a 0 contra o River Plate-ARG, fora de casa, foi de Danilo a assistência para a arrancada inesquecível de Luiz Adriano rumo à meta adversária, que culminou no segundo gol alviverde. A final contra o Santos, no Maracanã, também foi marcante para o jovem, já que foi a sua estreia como jogador no estádio.

Figura constante nas convocações da Seleção Brasileira Sub-20, o jovem de 19 anos é o jogador oriundo da base que está há menos tempo no elenco profissional do Palmeiras – chamou a atenção da comissão técnica durante os treinos do Sub-20 na Academia de Futebol no início do segundo semestre e, desde então, não voltou mais para a base.

Meio-campista versátil que atua na contenção e na armação de jogadas, Danilo participou de alguns projetos sociais na sua cidade natal, Salvador (BA), e foi vice-campeão da segunda divisão do Campeonato Baiano pelo Cajazeiras, aos 16 anos, antes de chegar ao Palmeiras em 2018, quando foi captado para integrar o elenco Sub-17 e naquela mesma temporada já conquistou o título paulista da categoria. No Sub-20, o canhoto de 19 anos ganhou espaço ao final de 2019, contribuindo para a conquista de mais um título paulista. Foi ainda titular da equipe na Copa São Paulo deste ano, na qual disputou cinco jogos e marcou um gol.

Números gerais:
> 31 jogos (17 como titular), 1 gol e 2 assistências pelo Palmeiras
> 31 jogos (17 como titular), 1 gol e 2 assistências na temporada de 2020
> 11 jogos (8 como titular), 1 gol e 2 assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta): primeiro gol

PATRICK DE PAULA

Autor da última cobrança de pênalti que deu o título do Campeonato Paulista 2020 ao Palmeiras, Patrick de Paula também contribuiu para o bicampeonato do clube na Libertadores desta temporada. Com um golaço de fora da área, o jovem abriu o marcador na goleada por 5 a 0 sobre o Delfín-EQU, resultado que colocou o Verdão nas quartas de final da competição. Contra o River Plate-ARG, na Argentina, fez bonito na vitória palmeirense por 3 a 0 ao formar um trio de respeito com Danilo e Gabriel Menino.

Captado pelo Palmeiras em 2017 quando atuava no futebol amador do Rio de Janeiro, sua cidade natal, Patrick fazia inicialmente a função de meia, mas assumiu o protagonismo na base quando passou a jogar mais recuado, como primeiro volante (atuou até improvisado como zagueiro em algumas partidas). Campeão brasileiro Sub-20 em 2018, faturou ainda a Copa do Brasil Sub-20 em 2019 e quatro títulos paulistas seguidos (2017, 2018 e 2019 pelo Sub-20 e 2020 pelo Profissional) no clube.

Números gerais:
> 44 jogos (32 como titular), 5 gols e 1 assistência pelo Palmeiras
> 44 jogos (32 como titular), 5 gols e 1 assistência na temporada de 2020
> 6 jogos (4 como titular) e 1 gol pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta): primeiro gol

GABRIEL MENINO

De Menino, apenas o sobrenome. Gabriel foi uma das principais figuras do Palmeiras na histórica campanha da Libertadores 2020, com destaque para a atuação impecável na vitória por 3 a 0 sobre o River Plate-ARG, na Argentina. O camisa 25 deu trabalho ao rival argentino e impressionou a todos com a sua vontade e qualidade técnica durante o triunfo palmeirense. Contra o Bolívar-BOL, na Bolívia, ainda pela fase de grupos, marcou um dos gols mais bonitos desta edição do torneio e foi decisivo para a vitória do Verdão por 2 a 1. Ao todo, foram 12 jogos (11 como titular), três gols e uma assistência.

O gol contra o Bolívar-BOL, em setembro, foi o primeiro do camisa 25 como profissional, selando a vitória por 2 a 1, em La Paz, e o colocou como o terceiro jogador mais jovem a balançar a rede pelo Verdão na Libertadores: 19 anos, 11 meses e 16 dias, desbancando Keirrison, que em 2009 marcou contra o Real Potosí-BOL aos 20 anos, 1 mês e 26 dias – o recorde é de Gabriel Veron, que com 18 anos, um mês e 19 dias deixou sua marca contra o Tigre-ARG, em 21/10/2020, enquanto Gabriel Jesus é o segundo colocado com o gol aos 18 anos, 10 meses e 13 dias contra o River Plate-URU em 2016.

Contra o Delfín-EQU, no duelo de ida das oitavas, no Equador (vitória por 3 a 1), o camisa 25 também deixou a sua marca ao fazer o gol que abriu o placar. A Cria da Academia fez mais um na vitória por 3 a 0 diante do Libertad-PAR, em casa – jogo este que valeu a classificação às semifinais do Continental. Menino soma três gols pelo Verdão, todos pela Libertadores.

Natural de Morungaba (SP), ele foi captado pela base do Palmeiras em 2017, quando atuava no Guarani, e logo se destacou, inclusive sendo convocado para defender a Seleção Brasileira Sub-20 no Sul-Americano de 2019. Campeão brasileiro Sub-20 em 2018, faturou também a Copa do Brasil Sub-17 em 2017 e três títulos paulistas seguidos (2018 e 2019 pelo Sub-20 e 2020 pelo Profissional) no clube.

Números gerais:
> 54 jogos (47 como titular), 3 gols e 9 assistências pelo Palmeiras
> 54 jogos (47 como titular), 3 gols e 9 assistências na temporada de 2020
> 12 jogos (11 como titular), 3 gols e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida): segundo gol
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta): terceiro gol

ZÉ RAFAEL

Apelidado carinhosamente de “trem” pelos companheiros de elenco, Zé Rafael contribuiu bastante com o Palmeiras ao utilizar a sua força física e qualidade técnica para liderar o meio de campo do time nas 12 partidas da Libertadores 2020 em que esteve presente, sendo seis como titular. Ele marcou duas vezes ao longo do torneio, na goleada por 5 a 0 sobre o Tigre-ARG, no Allianz Parque, pela fase de grupos, e no triunfo por 3 a 1 sobre o Delfín-EQU, fora de casa, pelas oitavas de final.

Números gerais:
> 98 jogos (75 como titular), 12 gols e 12 assistências pelo Palmeiras
> 59 jogos (42 como titular), 5 gols e 7 assistências na temporada de 2020
> 12 jogos (7 como titular) e 2 gols pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida): segundo gol

RAPHAEL VEIGA

Raphael Veiga tem sido um dos protagonistas do meio de campo do Palmeiras após a chegada do técnico Abel Ferreira, participando ativamente das jogadas ofensivas do time, inclusive com gols decisivos. O jogador já soma 18 gols na temporada 2020, sendo dois deles na Libertadores 2020 (nas goleadas por 5 a 0 contra Bolívar-BOL e Tigre-ARG, ambas no Allianz Parque), marca que o coloca na vice-artilharia da equipe, ao lado de Willian e atrás apenas de Luiz Adriano, com 20.

Ao ter entrado em campo no clássico contra o Corinthians, no Allianz Parque, o meia Raphael Veiga completou 100 jogos pelo Palmeiras e fez dois gols no duelo. Em 102 jogos desde janeiro de 2017, ele marcou 25 gols e concedeu seis assistências – em seus últimos 18 jogos disputados, Veiga marcou dez gols (média de 0,55 neste período). Ao todo, neste ano, Raphael Veiga soma 18 bolas na rede na temporada e, com isso, superou os nove gols que acumulou em 2018 pelo Athletico-PR e fez de 2020, de forma disparada, a temporada mais artilheira de sua carreira.

Além disso, com os 25 gols que possui, ele é, de forma isolada, o terceiro colocado dentre os principais artilheiros gerais do elenco atual, atrás só de Luiz Adriano, com 27, e de Willian Bigode, com 56.

Números gerais:
> 102 jogos (57 como titular), 25 gols e 4 assistências pelo Palmeiras
> 49 jogos (35 como titular), 18 gols e 2 assistências na temporada de 2020
> 10 jogos (6 como titular), 2 gols e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos): segundo gol

LUCAS LIMA

Sempre uma opção importante para cadenciar o jogo e dar qualidade nos passes para finalização, Lucas Lima entrou em campo quatro vezes nesta edição da Libertadores, com três participações como titular da equipe de Abel Ferreira. Campeão brasileiro em 2018 e paulista em 2020, o meia levantou a sua terceira taça pelo Verdão, a primeira em âmbito internacional.

Conhecido por sua técnica apurada e boa visão de jogo, Lucas Lima possui 21 assistências no total desde que chegou ao Palmeiras em 2018. Desta forma, ele é o vice-líder de passes a gol do atual elenco, atrás de Willian. Na atual temporada, ele é o líder em passe para finalizações.

Números gerais:
> 157 jogos (108 como titular), 10 gols e 21 assistências pelo Palmeiras
> 50 jogos (34 como titular), 2 gols e 5 assistências na temporada de 2020
> 4 jogos (3 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)

GUSTAVO SCARPA

Pouco utilizado no primeiro semestre, o meia Gustavo Scarpa viu a sua situação no Palmeiras mudar completamente após a chegada do técnico Abel Ferreira. Além de ser mais acionado, o jogador viveu a experiência de atuar como lateral-esquerdo. E o palmeirense não decepcionou, tendo boas chegadas ao ataque com cruzamentos perfeitos e arremates certeiros ao gol adversário.

As assistências de Scarpa resultaram em três gols do Palmeiras na Libertadores: o tentos de Gustavo Gómez no empate em 1 a 1 com o Libertad-PAR, fora de casa, e de Gabriel Menino na vitória por 3 a 0, novamente contra o rival paraguaio, desta vez no Allianz Parque, ambos duelos pelas quarta de final, além do gol de cabeça marcado por Viña contra o River Plate-ARG, na Argentina, pelas semifinais, após jogada ensaiada que pegou de surpresa os defensores rivais. Foi o terceiro do Verdão na ocasião.

Números gerais:
> 110 jogos (60 como titular), 22 gols e 15 assistências pelo Palmeiras
> 39 jogos (15 como titular), 3 gols e 6 assistências na temporada de 2020
> 6 jogos (5 como titular) e 3 assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta): primeiro gol

RAMIRES

Multicampeão no futebol europeu e com o cobiçado título da Champions League na bagagem, Ramires também colaborou para a conquista palmeirense na Libertadores 2020, torneio de clubes mais importantes das Américas. Foram sete jogos no total, com quatro aparições na equipe titular.

Números gerais:
> 45 jogos (20 como titular) e 1 gol pelo Palmeiras
> 39 jogos (18 como titular) e 1 gol na temporada de 2020
> 7 jogos (4 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)

BRUNO HENRIQUE

Capitão do Palmeiras no título do Campeonato Brasileiro 2018 e presente na conquista do Campeonato Paulista 2020, o volante Bruno Henrique esteve em cinco partidas da atual edição da Libertadores, sendo três como titular, todas elas durante a fase de grupos do torneio sul-americano. Apesar de ter mudado de equipe antes das oitavas de final, o atleta também faz parte da lista de campeões da Libertadores 2020.

Números gerais:
> 175 jogos (141 como titular), 28 gols e 12 assistências pelo Palmeiras
> 32 jogos (17 como titular) e 1 assistência na temporada de 2020
> 5 jogos (3 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)

RONY

Um dos principais nomes do Palmeiras na Libertadores 2020, Rony superou todas as expectativas ao marcar cinco gols e dar oito assistências ao longo das 11 partidas em que esteve presente na competição, além de ser eleito pela Conmebol como Melhor Jogador da Partida em quatro oportunidades. Um destes cinco tentos, inclusive, foi fundamental para o Verdão conquistar a histórica vitória por 3 a 0 sobre o River Plate-ARG, na Argentina. O camisa 11 abriu o marcador na casa do rival, dando início a uma noite que se tornou inesquecível para os palestrinos.

Rony é o principal artilheiro do Verdão na Libertadores 2020 com cinco bolas na rede, ao lado de Luiz Adriano. O camisa 11 marcou contra Bolívar-BOL (vitória por 5 a 0, em casa), Tigre-ARG (vitória por 5 a 0, em casa), Delfín-EQU (vitória por 3 a 1, fora), Libertad-PAR (vitória por 3 a 0, em casa) e River Plate-ARG (vitória por 3 a 0, fora).

O atacante também é o garçom máximo da edição 2020 da competição internacional, dentre todos os clubes, com oito passes a gol, além de ser também o líder isolado em participação em gols no torneio sul-americano, com 13 ações (ou seja, oito assitências e cinco bolas na rede). Os passes a gol de Rony foram para Willian contra o Tigre-ARG (vitória por 2 a 0, fora), Luiz Adriano contra o Guaraní-PAR (vitória por 3 a 1, em casa), Gabriel Menino contra o Bolívar-BOL (vitória por 2 a 1, fora), Gabriel Veron contra o Tigre-ARG (vitória por 5 a 0, em casa), Gabriel Menino e Zé Rafael contra o Delfín-EQU (vitória por 3 a 1, fora) e Gustavo Scarpa contra o Libertad-PAR (vitória por 3 a 0, em casa).

Números gerais:
> 45 jogos (34 como titular), 10 gols e 9 assistências pelo Palmeiras
> 45 jogos (34 como titular), 10 gols e 9 assistências na temporada de 2020
> 11 jogos (10 como titular), 5 gols e oito assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos): segundo gol
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida): terceiro gol
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta): quarto gol
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida): quinto gol

GABRIEL VERON

Cria da Academia e uma das grandes esperanças para o futuro alviverde, Gabriel Veron mostrou-se uma arma importante para o treinador Abel Ferreira na campanha vitoriosa da Libertadores. Com sete jogos (cinco como titular), três gols e uma assistência, o jovem conquistou o seu segundo troféu com a equipe profissional do Verdão – o primeiro foi o Campeonato Paulista.

Promovido ao elenco profissional no final da temporada passada, Gabriel Veron já está marcado na história do clube como o palmeirense mais jovem a fazer gol em Campeonato Brasileiro, Copa Libertadores e Copa do Brasil. Na competição continental, alcançou o recorde no dia 21/10/2020, ao fazer o quarto gol na vitória por 5 a 0 sobre o Tigre-ARG com 18 anos, um mês e 19 dias, superando Gabriel Jesus, que tinha 18 anos, 10 meses e 13 dias quando foi às redes no empate por 2 a 2 diante do River Plate-URU, em 16/02/2016. Veron voltou a marcar duas vezes pelo torneio sul-americano na goleada por 5 a 0 contra o Delfín-EQU, no Allianz Parque, pelas oitavas de final.

Natural de Assú-RN, Veron está no Palmeiras desde o Sub-15 e soma títulos por todas as categorias de base – inclusive, foi campeão paulista Sub-15, Sub-17, Sub-20 e Profissional pelo Verdão. Em 2018, foi também campeão mundial interclubes Sub-17 pelo Palmeiras, marcando gol na vitória por 4 a 2 sobre o Real Madrid na decisão e terminando a competição como o artilheiro e eleito o melhor jogador. Em 2019, sagrou-se bicampeão mundial com a vitória por 2 a 1 sobre o Leganés-ESP, além de campeão das Copas do Brasil Sub-17 e Sub-20. Com a Seleção Brasileira, conquistou a Copa do Mundo Sub-17 em 2019 e, mais uma vez, levou o prêmio de melhor jogador para casa.

Números gerais:
> 40 jogos (18 como titular), 11 gols e 6 assistências pelo Palmeiras
> 37 jogos (18 como titular), 9 gols e 5 assistências na temporada de 2020
> 7 jogos (5 como titular), 3 gols e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta): segundo e terceiro gols

WESLEY

Apesar de ter sido prejudicado por uma grave lesão no meio da temporada, o atacante Wesley foi decisivo quando entrou em campo pela competição mais importante da América do Sul. Sempre ágil e habilidoso, ele realizou três jogos durante a campanha do Alviverde, com um gol e três assistências – duas no triunfo por 5 a 0 contra o Bolívar-BOL, no Allianz Parque, e uma nos 5 a 0 contra o Tigre-ARG, novamente na arena alviverde, ambos os duelos pela fase de grupos.

Natural de Salvador, o jogador de 21 anos foi captado em 2016, quando atuava pelo Jacuipense-BA, para reforçar o Sub-17. Na temporada seguinte, subiu para o Sub-20, categoria pela qual conquistou o Campeonato Brasileiro em 2018, a Copa do Brasil em 2019 e o tricampeonato paulista em 2017, 2018 e 2019. Emprestado ao Vitória-BA em maio do ano passado para adquirir experiência disputando a Série B do Brasileiro, teve bom desempenho: anotou cinco gols, deu três assistências, foi o segundo maior driblador da competição e o sexto jogador mais caçado.

Números gerais:
> 23 jogos (13 como titular), 4 gols e 6 assistências pelo Palmeiras
> 23 jogos (13 como titular), 4 gols e 6 assistências na temporada de 2020
> 3 jogos (2 como titular),1 gol e 3 assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos): primeiro gol

WILLIAN

Vice-artilheiro do Palmeiras na Libertadores 2020 com quatro gols, atrás apenas de Rony e Luiz Adriano (ambos com cinco), Willian foi, mais uma vez, um dos destaques do clube na temporada. Experiente e com um total de 31 partidas no torneio internacional com o manto palestrino, o camisa 29 atuou em 10 jogos (cinco como titular) nesta edição. Os quatro gols de Willian na Libertadores 2020 foram anotados contra o Tigre-ARG (vitória por 2 a 0, fora), o Bolívar-BOL (vitória por 2 a 1, fora), novamente o Bolívar-BOL (vitória por 5 a 0, em casa) e o Delfín-EQU (vitória por 5 a 0, em casa).

Contra o River Plate-ARG, no jogo de ida, vitória por 3 a 0 fora de casa (não atuou no duelo de volta), ele chegou a 31 partidas pela competição continental e superou o volante Cesar Sampaio na lista dos atletas palmeirenses com mais jogos pela Libertadores em todos os tempos, se isolando na 5ª colocação – completam a lista o atacante Dudu (4º, com 34 jogos), o volante Galeano (3º, com 38 jogos), o meia Alex (2º, com 39 jogos) e o goleiro Marcos (líder da lista, com 57 jogos).

Willian segue como o atleta mais assíduo do Verdão na atual temporada, ao lado de Weverton: atuou em 62 dos 67 compromissos possíveis, assim como o goleiro. Além disso, Willian é o vice-artilheiro do time na temporada, atrás apenas de Luiz Adriano. O atacante é também o segundo maior goleador do Palmeiras neste século com 56 tentos (atrás só de Dudu, com 70) e aparece na 47ª posição da lista dos maiores artilheiros da história alviverde, ao lado de Zinho.

Jogador do atual elenco com mais partidas, gols e assistências, Willian é o 68º no ranking dos atletas com mais jogos na história do clube e o 6º entre os que têm mais vitórias neste século, com 114 triunfos – completam o ranking Márcio Araújo (5º, com 118), Valdivia (4º, com 122), Fernando Prass (3º, com 151), Dudu (2º colocado, com 174) e Marcos (líder com 182 vitórias).

As 211 partidas de Willian, inclusive, o colocam também no top 10 de palmeirenses com mais partidas neste século, na 6ª colocação, ao lado do volante Corrêa – completam o ranking o meia Valdivia (5º, com 241), o volante Márcio Araújo (4º, com 252), o goleiro Fernando Prass (3º, com 274), o atacante Dudu (2º, com 305) e o goleiro Marcos (líder no quesito, com 392).

Números gerais:
> 211 jogos (143 como titular), 56 gols e 22 assistências pelo Palmeiras
> 62 jogos (35 como titular), 18 gols e 6 assistências na temporada de 2020
> 10 jogos (5 como titular), 4 gols e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)

Gols na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos): segundo gol
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos): terceiro gol
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta): quarto gol

LUIZ ADRIANO

Ao lado de Rony, Luiz Adriano foi o principal artilheiro do Palmeiras nesta edição da Libertadores com cinco gols marcados. Com uma categoria diferenciada, o jogador também mostrou um arranque imparável no primeiro jogo contra o River Plate-ARG, pelas semifinais: Foi dele o segundo tento do Verdão no triunfo por 3 a 0, após disparar do meio de campo até a meta adversária. Ao todo, foram sete jogos, todos como titular.

Logo de cara, na primeira rodada da fase de grupos, o camisa 10 já deixou a sua marca na vitória por 2 a 0 sobre o Tigre-ARG, na Argentina. No duelo seguinte, com o Guaraní-PAR, no Allianz Parque, o atacante foi decisivo novamente e acrescentou mais um hat-trick na carreira ao marcar três vezes na vitória por 3 a 1 sobre os paraguaios.

Luiz Adriano figura, de forma isolada, na artilharia do time na atual temporada, com 20 gols, seguido de Willian Bigode e Raphael Veiga, ambos com 18. Além dos números absolutos, Adriano possui também a melhor média: 0,40 (20 gols em 49 jogos) contra 0,36 de Raphael Veiga (18 gols em 49 partidas). Com 27 gols desde que chegou ao Verdão, em 2019, o jogador é ainda o vice-goleador do elenco no geral, seguido de Raphael Veiga, com 25, e atrás só de Willian, com 56 bolas na rede.

Números gerais:
> 64 jogos (55 como titular), 27 gols e 5 assistências pelo Palmeiras
> 49 jogos (42 como titular), 20 gols e 4 assistências na temporada de 2020
> 7 jogos (7 como titular) e 5 gols pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos): segundo, terceiro e quarto gols
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida): quinto gol

BRENO LOPES

Apesar de não ter iniciado nenhuma partida entre os titulares, Breno Lopes foi uma opção interessante para Abel Ferreira dar velocidade ao ataque palestrino nas etapas finais dos jogos. E foi assim também na final: o atacante entrou aos 39 minutos do segundo tempo e marcou o gol do título nos acréscimos, aos 53.

Destaque no Campeonato Brasileiro da Série B com o Juventude, o atleta chegou ao Verdão em 2020 e colaborou para a conquista sul-americana, participando de cinco duelos: os dois com o Libertad-PAR, pelas quartas de final, os dois com o River Plate-ARG, pelas semifinais, e a finalíssima contra o Santos, no Maracanã, que, inclusive, marcou a estreia do jogador no estádio carioca.

Números gerais:
> 17 jogos (6 como titular) pelo Palmeiras, 2 gols
> 17 jogos (6 como titular) na temporada de 2020, 2 gols
> 5 jogos (0 como titular) pela Libertadores 2020, 1 gol

Jogos na Libertadores 2020:
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

GABRIEL SILVA

O jovem atacante de 18 anos, relevado pelas categorias de base do Palmeiras, fez três jogos pela Libertadores 2020, dando, inclusive, uma assistência para gol. Apesar da pouca idade, o palmeirense mostrou personalidade ao ser acionado pelo treinador Abel Ferreira.

Gabriel Silva chegou ao clube aos 13 anos, em 2015, e tem no currículo dois títulos do Mundial de Clubes Sub-17 – nas duas finais, aliás, ele deixou sua marca: primeiro na vitória por 4 a 2 sobre o Real Madrid na decisão de 2018, na Espanha, e depois na vitória por 2 a 1 sobre o Leganés-ESP em 2019, também na Espanha. Campeão paulista Sub-15, Sub-17, Sub-20 e Profissional pelo Verdão, marcou 40 gols em 46 jogos atuando pelo Sub-17 e pelo Sub-20 em 2019 e se destacou também por balançar as redes em todas as finais nacionais que disputou na temporada passada: Paulista Sub-17 (vice-campeão), Copa do Brasil Sub-17 (campeão), Supercopa do Brasil Sub-17 (campeão), Paulista Sub-20 (campeão), Brasileiro Sub-20 (vice-campeão) e Supercopa do Brasil Sub-20 (vice-campeão). Neste ano, tem seis gols em sete jogos entre Brasileiro Sub-20 e Copa do Brasil Sub-20.

Números gerais:
> 16 jogos (2 como titular) e 1 assistência pelo Palmeiras
> 16 jogos (2 como titular) e 1 assistência na temporada de 2020
> 3 jogos (0 como titular) e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)

DUDU

Um dos grandes nomes do Palmeiras nos últimos anos, o atacante Dudu não poderia ficar de fora da campanha do bicampeonato da Libertadores. Foram apenas duas partidas do jogador na atual edição do torneio (já que se transferiu para o futebol do exterior no meio da temporada), mas todas como titular e com direito a duas assistências para gol. Com isso, o eterno camisa 7 acumula cinco conquistas pelo Alviverde: Copa do Brasil 2015, Campeonato Brasileiro 2016 e 2018 e Campeonato Paulista 2020, além da Libertadores.

Números gerais:
> 305 jogos (285 como titular), 70 gols e 78 assistências pelo Palmeiras
> 12 jogos (11 como titular), 2 gols e 3 assistências na temporada de 2020
> 2 jogos (2 como titular) e 2 assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)

Departamento de Comunicação

Com decisão de Libertadores marcada para daqui a seis dias (30/01), quando enfrenta o Santos no Maracanã, o Palmeiras foi a campo com time alternativo à Fortaleza no revés contra o Ceará por 2 a 1 pela 32ª rodada do Brasileirão. O técnico Abel Ferreira mandou a campo: Jailson; Mayke, Alan Empereur, Gustavo Gómez (este, estava machucado e retornou hoje) e Gustavo Scarpa (nesta tarde, escalado como lateral-esquerdo); Emerson Santos (hoje volante), Patrick de Paula e Lucas Lima; Breno Lopes, Gabriel Silva e Gabriel Veron.

Desta forma, nota-se a forte presença de jogadores oriundos da base no duelo frente o Vozão: o meio-campista Patrick de Paula e os atacantes Gabriel Veron e Gabriel Silva estavam no time titular. Além disso, ainda entraram no decorrer do jogo o lateral Lucas Esteves e os atacantes Pedro Acácio e Fabrício. Assim sendo, um total de seis Crias da Academia atuaram no duelo deste domingo.

A última vez em que o Verdão utilizou tantos jogadores da base em uma mesma partida assim, aliás, foi no último dia 09, vitória contra o Sport fora de casa por 1 a 0. Na ocasião, foram a campo cinco jogadores da base: Gabriel Menino, Danilo, Patrick de Paula, Gabriel Veron e Lucas Esteves (estes dois últimos, titulares, enquanto os três primeiros entraram no decorrer do duelo).

Ao todo, considerando também os atletas que estão efetivados no plantel principal, 12 Crias da Academia estrearam pelo Palmeiras na temporada atual. Na ordem, foram a campo Patrick de Paula (42 jogos na temporada atual), Gabriel Menino (54), Wesley (23), Alanzinho (dois), Angulo (hoje emprestado ao Botafogo, com um jogo), Gabriel Silva (15), Danilo (29), Renan (seis), Aníbal (um), Marcelinho (dois), Fabrício (dois) e Pedro Acácio (três). Juntos, eles somam 179 jogos e fizeram da temporada atual a que o Palmeiras mais colocou jovens estreantes da base para atuar no século, superando as 103 partidas de 11 pratas da casa debutantes em 2010, ano em que atuaram os estreantes Vinícius (19 vezes), Patrik (22), Luis Felipe (cinco vezes), Jean (três), Bruno Turco (duas vezes), Fernando (três), Daniel (quatro), João Arthur (sete), Gabriel Silva (29), Anselmo, (duas vezes), Gualberto (sete) e Miguel (três).

No banco de reservas, o Palmeiras contou com outras Crias da Academia: os goleiros Mateus e Vinicius Silvestre, o zagueiro Renan, os volantes Ramon Cesar, Caio Cunha e Pedro Bicalho (os dois últimos, relacionados para um jogo do time principal pela primeira vez), e o atacante Marcelinho.

A VOLTA DO PITBULL

O duelo marcou ainda o retorno de Felipe Melo, que estava sem atuar desde 08/11/2020, portanto, há quase três meses, quando sofreu fratura no tornozelo esquerdo e precisou passar por cirurgia, lesão que aconteceu durante a vitória sobre o Vasco por 1 a 0, no Estádio São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. O camisa 30 entrou no intervalo do duelo, no lugar de Patrick de Paula: foi a primeira alteração do técnico Abel Ferreira na partida.

Felipe Melo estava sem atuar desde o dia 08 de novembro de 2020 (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Recuperado de lesão, ele retornou ao time na última segunda-feira (18), no clássico por 4 a 0 diante do Corinthians após ter sido relacionado para o banco de reservas (mas não entrou em campo) e, apesar do tempo longe dos gramados, segue como o atleta que mais vezes vestiu a braçadeira de capitão na temporada: foram 29 vezes iniciando uma partida com o adereço de autoridade máxima em seu braço, seguido de Gustavo Gómez, com 17.

Recuado para a zaga no início de 2020, o camisa 30, no último compromisso do Verdão atuou, quando se lesionou, havia sidovolante pela quarta vez na temporada (de forma consecutiva – mesma posição em que atuou na tarde deste domingo, contra o Ceará).

Como volante na temporada atual, logo no primeiro duelo em que voltou a atuar contra Red Bull Bragantino (pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil), no dia 29 de outubro, algumas partidas antes da lesão. Na oportunidade, o jogador já registrou sua primeira assistência no ano: lançamento para o gol de Wesley, o segundo na vitória por 3 a 1. E no duelo seguinte, frente o Atlético-MG, pelo Brasileiro, em 02 de novembro, também participou de um dos gols, após iniciar a jogada do primeiro tento da partida – foi dos pés dele que a bola encontrou Wesley que, em seguida, tocou para Zé Rafael, do meio-campo, ajeitar para a esquerda para o uruguaio Viña – este, por sua vez, concedeu a assistência ao camisa 23, que mergulhou de cabeça para abrir o placar.

Uma estatística do Pitbull, aliás, chama a atenção: apesar do tempo fora, ele iniciou a 32ª rodada no top 10 dentre jogadores do elenco que mais interceptam jogadas em 2020 (ou seja, quando o passe, lançamento ou cruzamento rival é impedido no meio do caminho), com 17 ações, na oitava colocação, ao lado de Danilo, e atrás só de Zé Rafael (7º, com 18), Luan e Gustavo Gómez (empatados em 5º, com 20), Marcos Rocha (4º, com 21), Patrick de Paula (3º, com 25), Viña (2º, com 28) e Gabriel Menino (líder no quesito, com 30); Mayke e Raphael Veiga estão empatados em décimos, com 15.

Departamento de Comunicação

O Verdão encerrou na ensolarada manhã desta quarta-feira (20), na Academia de Futebol, a preparação para o confronto com o Flamengo, na quinta (21), às 19h, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília-DF, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, e as novidades do dia foram as voltas de Patrick de Paula e Gabriel Veron.

O meio-campista sentiu um desconforto na coxa esquerda no triunfo sobre o Sport por 1 a 0, no dia 9, pelo Brasileirão, e foi desfalque diante de River Plate-ARG (volta da CONMEBOL Libertadores), Grêmio e Corinthians. Já o atacante lesionou a coxa esquerda também no duelo no Recife-PE e ficou fora das mesmas partidas.

Patrick de Paula voltou a treinar com o elenco após se recuperar de um desconforto na coxa esquerda (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

A dupla, após período de transição física, trabalhou pela primeira vez com os companheiros. Nas atividades técnicas, porém, eles foram curingas (ou seja, tiveram uma exigência menor do que os demais porque puderam tabelar com ambos os times compostos por dez atletas). Na parte final, Abel Ferreira chamou alguns prováveis titulares e conversou bastante (antes da movimentação no campo, a comissão técnica havia passado ainda um vídeo ao elenco).

O zagueiro Gustavo Gómez, que machucou a virilha esquerda contra o River (no dia 12), avançou em seu tratamento e trabalhou com os preparadores físicos do Núcleo de Saúde e Performance na parte interna do centro de excelência e também no gramado (inclusive com bola, conduzindo-a e dando passes).

O zagueiro Gustavo Gómez deu sequência ao seu tratamento com os profissionais do Núcleo de Saúde e Performance (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

O Maior Campeão do Brasil almoça no refeitório e embarca para a capital federal em seguida. O clube é o atual quinto colocado do torneio com 51 pontos. No primeiro turno, no Allianz Parque, no dia 27 de setembro, o embate terminou 1 a 1 – o gol palestrino foi marcado pelo meio-campista Patrick de Paula.

Departamento de Comunicação

Após ter empatado por 1 a 1 com o América-MG na noite de quarta-feira (23), pela partida de ida das semifinais da Copa do Brasil, no Allianz Parque, o Palmeiras se reapresentou na manhã desta quinta (24), na Academia de Futebol, e a novidade foi o meio-campista Patrick de Paula.

O camisa 5 alviverde treinou pela primeira vez em tempo integral com os companheiros e pode voltar ao time nos próximos jogos. Patrick lesionou a coxa direita na vitória por 5 a 0 sobre o Delfín-EQU, no dia 2, pela CONMEBOL Libertadores, e foi desfalque contra Santos, Libertad-PAR (ida e volta), Bahia, Internacional e América-MG.

O técnico Abel Ferreira durante treinamento na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

No campo, a comissão do treinador Abel Ferreira comandou atividades técnicas. Na primeira, seis jogadores contra seis em dimensões reduzidas com ênfase em aproximação, posse de bola e marcação. Em seguida, com o mesmo número de componentes, mas com duas balizas com goleiros.

Viña, Danilo, Lucas Lima, Gabriel Silva e Luiz Adriano, que entraram no decorrer do confronto pela Copa do Brasil, participaram dos trabalhos. Luiz Adriano, que retornou à equipe aos 20 minutos do segundo tempo após lesão muscular (sofrida contra o Goiás, no dia 21 de novembro), realizou a primeira parte e depois fez um complemento físico com os preparadores do Núcleo de Saúde e Performance.

O atacante Gabriel Silva entrou em campo no segundo tempo do jogo contra o América-MG (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

O elenco folgará nesta sexta (25) e se reapresentará no sábado (26), às 16h, para finalizar os ajustes visando o Red Bull Bragantino, compromisso válido pelo Campeonato Brasileiro que será no domingo (27), às 18h30, no Allianz Parque. O Maior Campeão do Brasil é o atual sexto colocado do torneio nacional com 41 pontos.

Departamento de Comunicação

O volante Patrick de Paula abriu caminho para a vitória palmeirense por 3 a 0 na tarde deste sábado (28) logo aos sete minutos do primeiro tempo marcando um golaço. Paula disputou 18 das 22 partidas do time pelo Brasileirão, sendo o segundo que mais jogou, ao lado de Zé Rafael, Weverton e Gabriel Menino, e atrás de Willian, com 20. Ele também é o líder de tempo em campo entre os jogadores de linha: foram 1487 minutos, seguido do zagueiro Gustavo Gómez (com 1374) – neste quesito, só o goleiro Weverton possui mais (1673). Este foi o quarto gol de Patrick de Paula pelo Palmeiras desde que estreou pelo Verdão no início de 2020.

A jogada do gol de Patrick, desta tarde, foi iniciada por Gustavo Scarpa, que, perto da intermediária, acionou Lucas Lima, que, por sua vez, estava próximo à entrada da grande área. Foi aí que Lucas Lima encontrou a Cria da Academia, que dominou dentro da área, girou, se posicionou de forma inteligente atrás da linha do impedimento e, de pé esquerdo, acertou um belíssimo chute.

Incorporado ao elenco profissional do Verdão em janeiro, o jogador ainda lidera a lista de palmeirenses com mais interceptações de jogadas adversárias em 2020 (ou seja, quando o passe, lançamento ou cruzamento rival é impedido no meio do caminho) com 23 ao todo até antes de a bola rolar no duelo entre Palmeiras e Athletico-PR, seguido de Viña e de Gabriel Menino, ambos com 21, e também aparece bem no quesito desarmes: quarto colocado do time no ano com 62 roubos de bola, atrás apenas de Viña (74), de Zé Rafael (84) e do líder Marcos Rocha (94) – Gabriel Menino completa o top 5, com 52 (dados do Footstats) – números esses também atualizados até antes de o jogo entre Verdão e Furacão acontecer nesta tarde.

Os outros gols de Patrick de Paula em 2020 foram no empate por 1 a 1 com o Flamengo no primeiro turno do Brasileiro nos jogos em que marcou que garantiram as vitórias por 2 a 1 sobre o Santos, também pelo Brasileiro, e por 1 a 0 sobre a Ponte Preta, na semifinal do Paulista. Além disso, o garoto de 21 anos foi o responsável pela quinta cobrança do Verdão na disputa de pênaltis na final do Paulista, garantindo o 23º título estadual da história do clube.

Captado pelo Palmeiras em 2017 quando atuava no futebol amador do Rio de Janeiro, sua cidade natal, Patrick fazia inicialmente a função de meia, mas assumiu o protagonismo na base quando passou a jogar mais recuado, como primeiro volante (atuou até improvisado como zagueiro em algumas partidas). Campeão brasileiro Sub-20 em 2018, faturou ainda a Copa do Brasil Sub-20 em 2019 e quatro títulos paulistas seguidos (2017, 2018 e 2019 pelo Sub-20 e 2020 pelo Profissional) no clube.

– Mais gols em 2020: Luiz Adriano (15); Willian (14); Raphael Veiga (13); Gabriel Veron e Ron (6); Zé Rafael (5); Patrick de Paula e Wesley (4);  Gustavo Gómez (3); Gabriel Menino (2); Marcos Rocha, Lucas Lima, Gustavo Scarpa e Dudu (2); Ramires, Felipe Melo e Viña (1)

– Mais gols no Brasileiro 2020: Luiz Adriano (7); Raphael Veiga (6); Willian (4); Gabriel Veron, Rony e Patrick de Paula (3); Zé Rafael e Wesley (2); Gustavo Gómez (1)

Departamento de Comunicação

O jovem volante Patrick de Paula, 21 anos, retornou ao time em grande estilo. Fora dos últimos quatro duelos do Alviverde – preservado pela comissão técnica –, o jogador, na tarde deste domingo (27), no Allianz Parque, diante do Flamengo (empate por 1 a 1)abriu o placar após marcar um belo gol de pé esquerdo, de fora da área, após receber passe de Luiz Adriano em jogada construída por Raphael Veiga (que havia entrado em campo minutos antes, na vaga de Lucas Lima) – a pelota ainda desviou em Thiago Maia antes de entrar no cantinho direito do gol de Hugo Souza.

“A gente estava bem concentrado. Sabíamos da dificuldade que era, por causa da Covid. Pegaram jogadores deles (que testaram positivo para o novo coronavírus), mas viemos concentrados e sabíamos o que fazer. E é o Flamengo do outro lado, não é qualquer time. É um clássico. Propomos o jogo, mas, infelizmente, tomamos um gol rápido e não conseguimos sair com a vitória”, disse o camisa 5, fazendo a leitura de que o Verdão teve atitude em campo – sobretudo no segundo tempo –, mas não conseguiu traduzir suas chances em resultado positivo.

O atleta ainda projetou o duelo válido pela Libertadores no meio da semana: “Agora é pensar na Libertadores para buscar vitória”, encerrou. O Verdão entra em campo pelo Continental na próxima quarta-feira (30), às 19h15, diante do Bolívar-BOL, no Allianz Parque. O time palmeirense é o atual primeiro colocado do grupo B no Continental, com 10 pontos (seguido do Guaraní-PAR, com sete), e precisa somar apenas mais um ponto para garantir matematicamente a classificação antecipada às oitavas de final – irá jogar pela 5ª rodada.

Vale lembrar que o Palmeiras ostenta campanha invicta nesta fase de grupos (quatro jogos, três vitórias e um empate) e, além do time de Luxemburgo, apenas o Nacional-URU (quatro vitórias em quatro jogos) e a dupla Santos e Boca Juniors-ARG (ambos com três vitórias e um empate) estão invictos nesta fase do torneio.

Antes de retornar ao time, Patrick vinha de 17 partidas seguidas, tendo sido titular nas sete últimas vezes dessa sequência, atingindo, assim, sua maior série de titularidade na temporada – antes, fora escalado seis vezes consecutivas nas primeiras partidas após a retomada do calendário, todas pelo Paulista, em julho.

Autor do gol da vitória por 2 a 1 sobre o Santos neste Brasileiro, ele agora subiu de ranking na lista de artilheiros da atual temporada, ocupando o segundo posto, com três bolas na rede (já havia marcado também no 1 a 0 sobre a Ponte Preta, na semifinal do Paulista) – neste quesito, divide posição com os meias Zé Rafael e Raphael Veiga (com três gols cada), e só fica atrás da dupla que divide o primeiro posto, com 11 gols cada: Willian e Luiz Adriano.

O garoto, que completou 21 anos no início de setembro, ainda foi o responsável pela quinta cobrança do Verdão na disputa de pênaltis na grande final do Paulista, garantindo o 23º título estadual da história do clube.

Além disso, o tento de Patrick de Paula nesta tarde também reforçou uma curiosa estatística: a de balançar as redes dos adversários muito mais vezes na etapa final do que no primeiro tempo das partidas. Dos 45 gols do Verdão na temporada, 33 foram marcados no período derradeiro (73,33%), enquanto apenas 12 (ou seja, 26,67%) foram marcados nos primeiros 45 minutos.

Ao todo, Patrick soma 23 partidas pelo Verdão: 11 vitórias, 11 empates e um único revés, além de três gols marcados, sendo que em 17 desses duelos iniciou entre os 11 principais e nos outros seis foi acionado no banco de reservas.

TOP 5 EM DESARMES

O camisa 5 também iniciou a rodada dentre os jogadores que mais acumulam desarmes no time palestrino, figurando na quarta colocação deste ranking, com 40 roubos de bola, atrás apenas de Viña, com 49, Zé Rafael, com 53, e Marcos Rocha, líder do ranking com 56. Ou seja: apesar dos jogos que ficou fora, ainda assim se manteve no topo – fator que indica que, antes de ter sido preservado das partidas em que esteve ausente, possuía números acima da média.

Departamento de Comunicação

Depois de vencer o Athletico-PR por 1 a 0, em Curitiba-PR, na última quarta-feira (19), o Palmeiras conquistou mais uma vitória neste domingo (23) pelo Campeonato Brasileiro. Jogando no estádio do Morumbi como mandante, o Verdão bateu o rival Santos por 2 a 1 e chegou aos oito pontos conquistados na atual edição do Nacional. Satisfeito com o rendimento da equipe, o técnico Vanderlei Luxemburgo exaltou o resultado positivo deste fim de semana.

“A gente fica feliz, é um trabalho que estamos fazendo. Só temos duas derrotas na temporada, mas não adianta nada disso se a gente não chegar. Quero chegar em fevereiro com a disputa do título, agora é apenas o caminho para o título. Estamos invictos há nove jogos, é bom porque te motiva a manter a invencibilidade e os adversários olham para a gente de uma maneira diferente. Eu falei que haveria uma mudança de comportamento da equipe, mas isso você não consegue da noite para o dia”, afirmou o treinador, elogiando a postura de seus comandados no clássico, principalmente do meia Lucas Lima.

“Hoje o grupo teve muito comprometimento e determinação, todos que jogaram e quem não jogou também, mas em especial o Lucas Lima. O grande jogador do Lucas Lima está dentro dele, a única coisa que eu posso fazer é escalá-lo. Hoje ele se entregou do primeiro ao último minuto, foi um destaque. O jogador que o pessoal viu lá atrás continua dentro dele, mas ele tem de botar para fora. Não adianta o que ele ganhou ou ganha, o que interessa é daqui para a frente”, comentou.

Outro atleta que recebeu elogios de Luxemburgo foi o volante Patrick de Paula, autor do gol que deu a vitória ao Palmeiras no duelo com os santistas. “Ele bate bem na bola, bateu uma falta muito boa, e esse arremate foi lindo. O Patrick é um jogador que não tem medo, assim como o Gabriel Menino e o Gabriel Silva, tem o Gabriel Veron ainda… Eles foram campeões nas categorias de base. Cabe a nós abrirmos espaço para esses jovens porque eles sustentam a parte financeira do clube. Isso tudo está sendo trabalhado, ainda há mais jogadores que podem jogar. O que acontecerá eu não sei, pertence a eles, mas eu tenho a obrigação de dar oportunidades a eles”, disse o técnico.

Por fim, o comandante palmeirense projetou os próximos dias de trabalho na Academia de Futebol. “Fico satisfeito porque temos um jogo a menos e uma semana livre para trabalhar. A semana não será de treinamentos, mas de recuperação. Eles estão treinados e estafados pela sequência de jogos que tivemos, agora é a hora de recuperarmos esses jogadores”, concluiu Vanderlei Luxemburgo.

O Palmeiras volta a campo somente no sábado (29), às 19h, para enfrentar o Bahia, fora de casa, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Departamento de Comunicação

Além de articular ótimas jogadas na partida e conceder passes na medida para seus companheiros, o jogador fez um golaço que determinou o triunfo palmeirense (2 a 1), aos 27 minutos do segundo tempo – Luiz Adriano havia marcado o primeiro gol do jogo aos 46 do primeiro tempo (1-0), mas o Verdão sofreu empate em jogada de Jobson, desviada por Ramires, aos 2 minutos da segunda etapa (1-1).

“Apesar de eu ter só 20 anos, estou tranquilo. Me sinto jogando em meu bairro, mas tenho noção de minha responsabilidade. Estou muito feliz por essa vitória, que eu dedico a toda a torcida palmeirense. Estamos bem preparados e também muito felizes”, disse o volante.

E completou: “Quero agradecer a Deus pela vitória e pelo gol. Nosso time está se comportando muito bem. Não só eu como protagonista hoje, mas a equipe toda. Estou com a cabeça muito boa”.

Além do gol, o camisa 5 havia articulado ótimas jogadas na partida e chegou a conceder passes na medida para seus companheiros.

Há três semanas, aliás, o jogador fez o gol que determinou o triunfo palmeirense (seu único até então e primeiro do atleta como profissional) diante da Ponte Preta, nas semifinais do Paulista, quando, no fim do primeiro tempo, fez o gol da vitória por 1 a 0 sobre a Macaca que classificou o Verdão para a final contra o Corinthians (portanto, um gol decisivo).

E há 15 dias, o Alviverde superou o maior rival na decisão e conquistou o 23º título estadual de sua história, inclusive com o próprio Patrick de Paula convertendo a cobrança final!

Promovido no início da temporada ao lado de outras #CriasdaAcademia, Patrick, de 20 anos, foi captado pelo Verdão enquanto atuava no futebol amador do Rio de Janeiro em 2017. Fazia inicialmente a função de meia armador e assumiu o protagonismo da equipe Sub-20 alviverde quando passou a jogar mais recuado, como primeiro volante (atuou até improvisado como zagueiro em algumas partidas das categorias de base).

Desde a retomada do calendário, o jogador estabeleceu sua maior sequência como titular do Verdão, tendo sido escalado nos sete jogos da reta final do Paulista. Ao todo, ele já atuou em 18 partidas e, dentre os atletas oriundos da base, só fica atrás de Gabriel Menino, que vive sua maior sequência como titular, com oito partidas, e soma 19 jogos no total.

LUIZ ADRIANO SE TORNA ARTILHEIRO DO TIME ISOLADO NA TEMPORADA

Ao marcar de pênalti, no fim do primeiro tempo, Luiz Adriano chegou ao seu 9º gol na temporada e passou se ser, de forma isolada, o goleador máximo do time no ano. Antes, estava empatado com Willian Bigode, com oito gols. Contratado em agosto do ano passado, o atacante já havia superado o número de gols marcados em sua temporada de estreia: foram sete tentos em 15 jogos em 2019 e, agora, nove em 22 jogos em 2020. Ele foi titular nas últimas nove partidas do Verdão e balançou as redes também contra Água Santa e na final do Paulista contra o Corinthians, além do Fluminense, na estreia do Palmeiras pelo Brasileiro (segunda rodada).

Departamento de Comunicação

> GOLEIROS

Weverton

Um verdadeiro paredão. O goleiro titular palestrino manteve as boas apresentações neste início de temporada, atuando em todas as 20 partidas do Palmeiras em 2020, assim como Willian e Zé Rafael, e sofrendo apenas nove gols no total (sete no Campeonato Paulista). Foram 16 embates pelo Estadual, sendo 10 deles sem ser vazado.

Na primeira partida da grande decisão contra o Corinthians, pelo Campeonato Paulista, além de vestir a braçadeira de capitão, o camisa 1 foi o grande destaque do duelo com defesas importantes ao longo do primeiro tempo. Na volta, ele foi ainda mais importante: defendeu dois pênaltis para ajudar o time a levantar a taça. E não é de hoje que o arqueiro decide para o Verdão.

Em 2018, ano em que chegou ao clube, o jogador se tornou um dos protagonistas do título do Campeonato Brasileiro, inclusive conquistando a Bola de Prata e completando nove jogos sem tomar gols durante a temporada (884 minutos com acréscimos e 812 sem). Com este feito, o atleta passou a obter a segunda melhor marca da história do Palmeiras neste quesito, atrás apens de Zetti, com 12 jogos (1.238 minutos sem acréscimos), em 1987. De quebra, Weverton também é o primeiro acreano campeão na história do Brasileirão desde 1959.

O Campeonato Paulista 2020 é o segundo título de Weverton pelo Palmeiras (Cesar Greco/Palmeiras)

2ª menor média de gols sofridos na história do clube

Vazado apenas 66 vezes em 109 jogos pelo Palmeiras, Weverton detém a segunda menor média de gols sofridos na história do clube: 0,60, atrás apenas do paraguaio Benítez, com 0,54 (13 gols sofridos em 24 jogos em 1978). Na terceira colocação, aparece o também paraguaio Gato Fernández, com 0,62 (22 gols em 35 jogos em 1994). São considerados somente goleiros com ao menos dez jogos disputados pelo Verdão.

Além disso, Weverton não sofreu gols em 59 partidas dessas 109 que jogou pelo Verdão, número que o coloca na terceira colocação do ranking de goleiros com mais jogos sem ser vazado no Século XXI – Marcos (107 jogos) e Fernando Prass (101) lideram. Em uma única temporada, o atual camisa 1 é o recordista do Século XXI com 26 jogos sem sofrer gols em 2019.

Weverton fechou o ano de estreia, em 2018, com 21 jogos sem sofrer gols. Em 2019, foram 26. E, neste ano, já são 12 partidas intransponível em 20 disputadas. Se sair de campo mais oito vezes sem ser vazado nesta temporada, ele alcançará uma marca que não é atingida há 23 anos – o último goleiro a ficar três temporadas consecutivas sem sofrer gols em 20 ou mais jogos foi Velloso, em 1995 (28), 1996 (24) e 1997 (27).

No Verdão, ele defendeu quatro penalidades no ano de 2019: em amistoso diante do Guarani, pela Copa do Brasil diante do Internacional, pela Libertadores contra o Godoy Cruz-ARG e ante o Ceará pelo Brasileirão. Na final do Paulista 2020, foram mais duas nas cobranças alternadas contra o Corinthians. Vale lembrar que, pela Seleção Brasileira, ele defendeu uma cobrança na vitória por 5 a 4 nos pênaltis contra a Alemanha na final dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, ajudando a garantir o então inédito ouro olímpico ao Brasil.

Números gerais:
> 109 Jogos (109 como titular) pelo Palmeiras
> 20 jogos (20 como titular) na temporada 2020
> 16 jogos (16 como titular) neste Campeonato Paulista
Estreia: 11/03/2018 – Ituano 0x3 Palmeiras – Campeonato Paulista
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

> ZAGUEIROS

Felipe Melo

Sempre marcado pelo jeito aguerrido e comprometido dentro de campo, o camisa 30 do Verdão ganhou um novo desafio em 2020: atuar como zagueiro. Levando consigo o bom posicionamento, os lançamentos precisos à longa distância e a tarja de capitão, Felipe Melo agradou o técnico Vanderlei Luxemburgo na zaga palmeirense. No Paulista, foram 13 jogos e um gol marcado – o primeiro da vitória por 2 a 0 sobre o Santo André, no Allianz Parque, que deu a vaga ao Alviverde para a semifinal da competição.

Capitão alviverde na final, Felipe Melo levantou a taça do Campeonato Paulista 2020 no Allianz Parque (Fabio Menotti/Palmeiras)

O companheiro de zaga mais frequente do jogador em 2020 tem sido Gustavo Gómez. A dupla atuou 14 vezes em 20 jogos nesta temporada e sofreu somente seis gols, com apenas uma derrota, além de nove vitórias e quatro empates.

Perto do Top 5 de jogadores que mais atuaram no Allianz Parque

Ao ser escalado para a segunda partida da final, Felipe Melo igualou os 67 jogos de Zé Roberto no Allianz Parque e alcançou o Top 5 de jogadores com mais partidas na casa palmeirense com essa configuração atual (inaugurada em 2014). Completam o ranking o volante Thiago Santos, com 71 partidas, o zagueiro Vitor Hugo, 73, o goleiro Fernando Prass, 86, e o atacante Dudu, recordista de jogos na arena, com 127 duelos.

O camisa 30 também se isolou no terceiro lugar entre os jogadores do elenco que mais atuaram, com 156 jogos desde que chegou ao clube, em 2017.

Em vitórias, o zagueiro é o líder do elenco e o 8º colocado no geral do Século XXI com 98 triunfos, atrás de Correa e Wendel, que dividem a 6ª posição com 101 – o 1º colocado é o ex-goleiro Marcos, com 182, e o segundo mais bem ranqueado do atual elenco é Bruno Henrique, 9º com 94, ao lado do ex-volante Pierre. Willian é o 11º com 92.

Felipe Melo está perto também de entrar para o Top 5 de artilheiros do atual elenco: são 12 bolas na rede contra 13 de Vitor Hugo, 14 de Luiz Adriano, 20 de Gustavo Scarpa, 28 de Bruno Henrique e 46 de Willian. Uma curiosidade: em todas as vezes que ele balançou as redes, o Palmeiras jamais saiu de campo derrotado (são oito vitórias e quatro empates).

Números gerais:
> 156 jogos (149 como titular), 12 gols e 5 assistências pelo Palmeiras
> 17 jogos (17 como titular) e 1 gol na temporada 2020
> 13 jogos (13 como titular) e 1 gol neste Campeonato Paulista
Estreia: 21/01/2017 – Chapecoense 1×1 Palmeiras – Amistoso
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

Gustavo Gómez

Raça e eficiência resumem muito bem o estilo de jogo de Gustavo Gómez, novamente fundamental para o Palmeiras terminar o Campeonato Paulista com a melhor defesa pelo quarto ano consecutivo. Com ele em campo, foram 13 jogos e apenas cinco gols sofridos.

O camisa 15, titular em todas as 17 partidas em que foi relacionado neste ano, foi o atleta de linha com mais tempo de jogo neste Paulista (1.253 minutos) e ainda fez um gol na competição, no triunfo por 3 a 1 contra o Mirassol.

Na 6ª rodada da competição, Gómez abriu o placar na vitória diante do Mirassol (Cesar Greco/Palmeiras)

Em 2019, ao lado de Luan na zaga, Gómez atingiu a expressiva marca de 1081 minutos consecutivos sem sofrer gols (sem considerar os acréscimos) – a série começou na quinta rodada do Paulista, contra o Corinthians, e terminou nas quartas de final da Copa do Brasil, contra o Internacional. Esta é a segunda maior sequência de uma dupla de zagueiros sem ser vazada na história do Palmeiras. O recorde ainda pertence a Marcio e Vágner Bacharel, que, em 1987, garantiram que o time ficasse por exatos 1.148 minutos intransponível (sem acréscimos).

Durante a campanha do decacampeonato brasileiro de 2018, Gómez e Luan já haviam contribuído para a equipe a estabelecer o recorde palmeirense de menos gols sofridos na história do Brasileirão de pontos corridos: apenas 26 tentos tomados (a marca anterior era de 32, na caminhada do título de 2016).

Números gerais:
> 75 Jogos (73 como titular) e 9 gols pelo Palmeiras
> 17 jogos (17 como titular) e 1 gol na temporada 2020
> 13 jogos (13 como titular) e 1 gol neste Campeonato Paulista
Estreia: 12/08/2018 – Palmeiras 1×0 Vasco – Campeonato Brasileiro
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

Luan

O camisa 13 entrou em campo seis vezes no Paulista de 2020, ganhando destaque após a lesão de Felipe Melo no embate contra a Ponte Preta, pela semifinal do torneio. O desfalque do capitão palestrino proporcionou a reedição da dupla com Gustavo Gómez, que rendeu bons frutos nas duas temporadas passadas, culminando com o título brasileiro de 2018 e com o recorde de 1081 minutos consecutivos sem sofrer gols (sem considerar os acréscimos).

Luan chegou ao Palmeiras em 2017, um ano depois de conquistar a medalha de ouro pelo Brasil nos Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro.

Na semifinal contra a Ponte Preta, Luan entrou na vaga de Felipe Melo na zaga (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 91 Jogos (84 como titular), 5 gols e 1 assistência pelo Palmeiras
> 9 jogos (3 como titular) na temporada 2020
> 6 jogos (3 como titular) neste Campeonato Paulista
Estreia: 18/06/2017 – Bahia 2×4 Palmeiras – Campeonato Brasileiro
Último jogo: 05/08/2020 – Corinthians 0x0 Palmeiras – Campeonato Paulista
Último como titular: 05/08/2020 – Corinthians 0x0 Palmeiras – Campeonato Paulista

Vitor Hugo

Bem-humorado fora de campo, Vitor Hugo é o oposto dentro das quatro linhas. Mantendo a seriedade e a conhecida impulsão nas jogadas aéreas, o zagueiro se mostrou novamente importante na campanha de mais um título com o manto do Verdão – ele também esteve nas conquistas da Copa do Brasil de 2015 e do Campeonato Brasileiro de 2016.

Durante a ausência de Gustavo Gómez por conta da negociação do paraguaio para a renovação de contrato, o atleta fez dupla com Felipe Melo e não decepcionou, recebendo diversos elogios do treinador Vanderlei Luxemburgo.

Próximo de alcançar Top 10 de zagueiros-artilheiros e 50ª vitória no Allianz Parque

Autor de 13 gols em sua primeira passagem pelo clube, entre 2015 e 2017, Vitor Hugo está a uma bola na rede de entrar no top 10 de zagueiros-artilheiros do Verdão em todos os tempos, igualando Nen e Henrique na 9ª posição (ambos com 14 gols). Completam o ranking Júnior Baiano e Roque Júnior (16 gols), Daniel (18), Bianco Gambini (20), Cléber (21), Vágner Bacharel (22), Loschiavo (33) e Luis Pereira (36).

Com 155 jogos no total, o camisa 4 é o 3º zagueiro com mais partidas pelo clube no Século XXI, atrás apenas de Henrique (2º, com 161 partidas de 2008 2009 e de 2011 a 2014) e Maurício Ramos (1º, com 193 entre 2009 e 2013).

Terceiro na lista dos jogadores que mais atuaram no Allianz Parque na história com 73 partidas (atrás apenas de Dudu, com 127, e Fernando Prass, com 86), Vitor Hugo acumula 49 vitórias na arena palestrina – portanto, está a um passo do 50º triunfo no local.

Vitor Hugo está em sua segunda passagem pelo Verdão acumula números positivos pelo clube (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 155 Jogos (155 como titular), 13 gols e 3 assistências pelo Palmeiras
> 4 jogos (4 como titular) na temporada 2020
> 3 jogos (3 como titular) neste Campeonato Paulista
Estreia: 17/01/2015 – Palmeiras 3×1 Shandong Luneng-CHI – Amistoso
Último jogo: 26/07/2020 – Palmeiras 2×1 Água Santa – Campeonato Paulista
Último como titular: 26/07/2020 – Palmeiras 2×1 Água Santa – Campeonato Paulista

> LATERAIS

Marcos Rocha

Suspenso no duelo com o Corinthians na retomada do calendário, Marcos Rocha foi protagonista nas vitórias sobre Água Santa e Santo André. Na primeira, triunfo alviverde por 2 a 1, deu a assistência para Ramires marcar de cabeça. Na segunda, fechou o placar de 2 a 0 com um gol já aos 49 minutos do segundo tempo, chegando à sexta bola na rede pelo clube.

Com três passes a gol nesta temporada (todos pelo Paulista), Marcos Rocha é o maior garçom do time no torneio estadual e no ano todo, igualando Dudu, que concedeu duas assistências pela Libertadores e uma pelo Paulista.

Em 2019, Marcos Rocha foi o segundo maior garçom do elenco, com sete passes a gol, ao lado de Gustavo Scarpa e atrás apenas de Dudu, com 18. Além disso, o lateral-direito fechou o Brasileirão de 2019 como o atleta que mais desarmou jogadas rivais com 103 interceptações, à frente de Gregore, do Bahia, vice com 102, e do também palmeirense Diogo Barbosa, terceiro com 80.

No geral, Marcos Rocha lidera o ranking de assistências do atual elenco ao lado de Willian e Lucas Lima, todos com 18.

Além de se destacar dando assistências para os companheiros de time, Marcos Rocha deixou o seu gol nas quartas de final contra o Santo André (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 107 Jogos (105 como titular), 6 gols e 18 assistências pelo Palmeiras
> 15 jogos (15 como titular), 2 gols e 3 assistências na temporada 2020
> 12 jogos (12 como titular), 2 gols e 3 assistências neste Campeonato Paulista
Estreia: 18/01/2018 – Grêmio Novorizontino 0x3 Palmeiras – Campeonato Paulista
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

Mayke

Titular em duas partidas do Campeonato Paulista, sendo uma delas o primeiro clássico contra o Corinthians deste ano, Mayke foi importante para a conquista de mais um título pelo Verdão, assim como no Campeonato Brasileiro de 2018, quando ele faturou a Bola de Prata na oportunidade.

Mayke foi titular contra o Mirassol, em jogo válido pela 6ª rodada do Paulista (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 88 Jogos (78 como titular), 2 gols e 7 assistências pelo Palmeiras
> 6 jogos (2 como titular) na temporada 2020
> 4 jogos (2 como titular) neste Campeonato Paulista
Estreia: 27/05/2017 – São Paulo 2×0 Palmeiras – Campeonato Brasileiro
Último jogo: 22/07/2020 – Corinthians 1×0 Palmeiras – Campeonato Paulista
Último como titular: 22/07/2020 – Corinthians 1×0 Palmeiras – Campeonato Paulista

Diogo Barbosa

Com a lesão de Matías Viña no primeiro jogo após a retomada do futebol paulista por conta da pandemia de Covid-19, Diogo Barbosa se tornou peça importante no time comandado por Vanderlei Luxemburgo nos confrontos decisivos do Estadual. O lateral-esquerdo assumiu a titularidade até a volta do uruguaio, que ocorreu no primeiro jogo da final.

Diogo Barbosa foi importante nas quartas de final e semifinal do torneio (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 98 Jogos (87 como titular) e 6 assistências pelo Palmeiras
> 8 jogos (5 como titular) na temporada 2020
> 6 jogos (4 como titular) neste Campeonato Paulista
Estreia: 31/03/2018 – Corinthians 0x1 Palmeiras – Campeonato Paulista
Último jogo: 26/07/2020 – Palmeiras 2×1 Água Santa – Campeonato Paulista
Último como titular: 26/07/2020 – Palmeiras 2×1 Água Santa – Campeonato Paulista

Matías Viña

Contratado neste ano, o uruguaio foi uma grata surpresa. Muito aguerrido e com boa técnica, o jogador conquistou rapidamente a confiança da torcida e do técnico Vanderlei Luxemburgo, assumindo a titularidade da equipe. Na reta final da campanha do Verdão no Paulista, o atleta sofreu um profundo corte na cabeça e virou desfalque contra Água Santa, Santo André e Ponte Preta. Ele voltou na primeira partida da grande decisão contra o Corinthians, utilizando um capacete na cabeça como proteção. Na volta, no Allianz Parque, o lateral-esquerdo foi o autor da assistência para o gol de Luiz Adriano.

Depois de sofrer um corte na cabeça no primeiro jogo após a paralisação do Paulista, Viña voltou ao time para a disputa das finais (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 9 Jogos (9 como titular) e uma assistência pelo Palmeiras
> 9 jogos (9 como titular) e uma assistência na temporada 2020
> 7 jogos (7 como titular) e uma assistência neste Campeonato Paulista
Estreia: 16/02/2020 – Palmeiras 3×1 Mirassol – Campeonato Paulista
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

Victor Luis

Torcedor declarado do Palmeiras desde a infância, Victor Luis honrou o manto em todas as vezes em que esteve dentro das quatro linhas pelo clube, inclusive na campanha do título brasileiro de 2018. Antes de acertar sua transferência por empréstimo para o Botafogo, o lateral-esquerdo foi bastante acionado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo em 2020, entrando em campo oito vezes, sendo seis pelo Campeonato Paulista. A última partida do jogador pelo Estadual deste ano aconteceu no dia 20 de fevereiro, na vitória por 1 a 0 sobre o Guarani.

Victor Luis foi titular na goleada por 4 a 0 sobre o Ituano pela primeira rodada do Paulista (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 113 jogos (95 como titular), 3 gols e 4 assistências pelo Palmeiras
> 8 jogos (6 como titular) na temporada 2020
> 6 jogos (5 como titular) neste Campeonato Paulista
Estreia: 09/03/2014 – Palmeiras 3×1 Paulista de Jundiaí – Campeonato Paulista
Último jogo: 20/02/2020 – Palmeiras 1×0 Guarani – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/02/2020 – Ponte Preta 0x1 Palmeiras – Campeonato Paulista

> MEIO-CAMPISTAS

Bruno Henrique

As vitórias do Palmeiras no Campeonato Paulista fizeram Bruno Henrique atingir uma marca histórica pelo clube. Contra a Ponte Preta, pela semifinal, o jogador subiu da 10ª para a 9ª posição na lista dos jogadores que mais venceram pelo Alviverde no Século XXI, alcançando o ex-volante Pierre com 94 triunfos. Felipe Melo, o mais bem colocado do atual elenco, é o oitavo com 98, enquanto o líder é o ex-goleiro Marcos, com 182.

Além disso, com 28 gols em 159 jogos, o volante precisa de apenas mais uma bola na rede para figurar na lista dos 100 maiores artilheiros da história palmeirense em todos os tempos.

Se chegar ao 29º tento, dividirá a 100ª posição com Dudu (anos 60 e 70), Carlos Alberto Seixas (anos 80), Enéas (anos 80) e Magrão (anos 2000). De quebra, saltará da 5ª para a 3ª colocação na lista de volantes que mais fizeram gols na história do clube, dividindo posição com Dudu (anos 60 e 70) e Magrão (anos 2000) e ficando atrás apenas de Marcos Assunção (anos 2010), com 31 tentos, e do líder Zequinha (anos 50 e 60), com 40. Em média, Bruno faz um gol a cada 5,67 jogos, atrás só de Assunção, com um gol a cada 4,67 partidas.

Bruno Henrique está no Palmeiras desde 2017 e ostenta estatísticas positivas pelo clube (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 159 jogos (133 como titular), 28 gols e 12 assistências pelo Palmeiras
> 16 jogos (9 como titular) e 1 assistência na temporada de 2020
> 12 jogos (5 como titular) e 1 assistência neste Campeonato Paulista
Estreia: 01/07/2017 – Palmeiras 1×0 Grêmio – Campeonato Brasileiro
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 26/07/2020 – Palmeiras 2×1 Água Santa – Campeonato Paulista

Gabriel Menino

Apesar da pouca idade, o jovem jogador revelado pelas categorias de base do Palmeiras foi um dos grandes destaques da campanha palestrina no Campeonato Paulista. Com muita personalidade e determinação em campo, seja como volante ou improvisado como lateral-direito, o camisa 25 foi um dos sete jogadores que estiveram em campo nas seis partidas disputadas pelo Palmeiras desde a retomada do calendário após a pausa. Ao lado do amigo e também Cria da Academia Patrick de Paula, ele foi titular nos quatro jogos da fase de eliminatória.

Menino, que possui 19 anos, foi captado pela base do Palmeiras em 2017 e logo se destacou, inclusive sendo convocado para defender a Seleção Brasileira Sub-20 no Sul-Americano de 2019. Tem a polivalência como característica e chegou a atuar como lateral-direito nas partidas contra Mirassol, Guarani, Santos, Tigre-ARG e Corinthians (pela primeira fase).

#CriadaAcademia, Gabriel Menino mostra segurança e personalidade dentro de campo (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 15 jogos (11 como titular) e 1 assistência pelo Palmeiras
> 15 jogos (11 como titular) e 1 assistência na temporada de 2020
> 12 jogos (9 como titular) e 1 assistência neste Campeonato Paulista
Estreia: 15/01/2020 – Palmeiras 0x0 Atlético Nacional de Medellín-COL – Florida Cup
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

Gustavo Scarpa

Conhecido pelo forte chute de longa distância, Scarpa utilizou esta qualidade em alguns jogos desta edição do Campeonato Paulista. Apesar de não ter iniciado nenhuma partida como titular, o atleta participou bem dos confrontos em que entrou e deixou sua marca ao balançar a rede na goleada por 4 a 0 sobre o Oeste.

Gustavo Scarpa comemora seu gol contra o Oeste durante partida válida pela 3ª rodada do Campeonato Paulista (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 79 jogos (47 como titular), 20 gols e 9 assistências pelo Palmeiras
> 8 jogos (0 como titular) e 1 gol na temporada de 2020
> 8 jogos (0 como titular) e 1 gol neste Campeonato Paulista
Estreia: 04/02/2018 – Palmeiras 2×0 Santos – Campeonato Paulista
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 17/11/2019 – Bahia 1×1 Palmeiras – Campeonato Brasileiro

Lucas Lima

Com a cobrança de escanteio para o gol de Felipe Melo contra o Santo André, nas quartas de final, Lucas Lima chegou a 18 assistências pelo Palmeiras (em 122 jogos) e alcançou a liderança do ranking do atual elenco ao lado de Willian e Marcos Rocha (18 assistências em 169 e 107 jogos, respectivamente). No ano, o camisa 20 tem dois passes diretos a gol, atrás só de Marcos Rocha e Dudu, com três. O meia atuou oito vezes como titular no Paulista e fez um gol, na goleada por 4 a 0 sobre o Ituano, na estreia da competição.

Lucas Lima deixou o seu gol no Paulista logo na primeira rodada da competição (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 122 jogos (84 como titular), 10 gols e 18 assistências pelo Palmeiras
> 15 jogos (10 como titular), 2 gols e 2 assistências na temporada de 2020
> 13 jogos (8 como titular), 1 gol e 2 assistências neste Campeonato Paulista
Estreia: 18/01/2018 – Palmeiras 3×1 Santo André – Campeonato Paulista
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 26/07/2020 – Palmeiras 2×1 Água Santa – Campeonato Paulista

Patrick de Paula

Alçado da base no início da temporada, o meio-campista de 20 anos foi ganhando espaço aos poucos e no final se tornou um dos símbolos da vitoriosa campanha do Verdão no Paulista. Titular da equipe nos cinco jogos desde a retomada do campeonato (sua maior sequência como profissional), ele foi o comandante do meio-campo alviverde atuando durante toda a fase eliminatória ao lado do também recém-promovido Gabriel Menino. Na decisão no Allianz Parque, Patrick mostrou toda a sua personalidade, converteu a última cobrança na disputa por pênaltis e sacramentou o título estadual palestrino.

Seu primeiro gol pelo time profissional na semifinal diante da Ponte Preta, pegando um rebote na entrada da área e acertando um chute de canhota no canto direito do goleiro, foi fundamental para que o Palmeiras vencesse pelo placar mínimo e avançasse à decisão. Ao todo neste ano, ele já atuou por 929 minutos em 14 partidas e, neste quesito, dentre os atletas oriundos da base, só fica atrás de Gabriel Menino, que atuou em 992 minutos em 15 jogos.

Patrick de Paula foi um dos destaques do time na retomada da competição (Cesar Greco/Palmeiras)

Patrick foi captado pelo Verdão enquanto atuava no futebol amador do Rio de Janeiro em 2017. Fazia inicialmente a função de meia armador e assumiu o protagonismo da equipe Sub-20 alviverde quando passou a jogar mais recuado, como primeiro volante (atuou até improvisado como zagueiro em algumas partidas das categorias de base).

Números gerais:
> 14 jogos (9 como titular) e 1 gol pelo Palmeiras
> 14 jogos (9 como titular) e 1 gol na temporada de 2020
> 11 jogos (8 como titular) e 1 gol neste Campeonato Paulista
Estreia: 15/01/2020 – Palmeiras 0x0 Atlético Nacional de Medellín-COL – Florida Cup
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

Ramires

Consagrado no futebol internacional, Ramires foi o jogador ideal para dar o toque de experiência que o meio de campo do Palmeiras precisava. Juntamente com Patrick de Paula e a Gabriel Menino, o atleta de 33 anos formou um trio que agradou bastante Vanderlei Luxemburgo nos últimos jogos do Estadual. O volante, inclusive, fez o seu primeiro gol com o manto palestrino no embate contra o Água Santa, no Allianz Parque.

O camisa 18 chegou ao clube em 2019, mas apenas nesta temporada conseguiu engatar uma sequência de partidas com a camisa do Maior Campeão do Brasil.

Ramires marcou seu primeiro gol pelo clube no jogo contra o Água Santa (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 21 jogos (14 como titular) e 1 gol pelo Palmeiras
> 15 jogos (12 como titular) e 1 gol na temporada de 2020
> 11 jogos (10 como titular) e 1 gol neste Campeonato Paulista
Estreia: 20/07/2019 – Ceará 2X0 Palmeiras – Campeonato Brasileiro
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

Raphael Veiga

Bastante valorizado por Vanderlei Luxemburgo, o jogador permaneceu no elenco palestrino a pedido do treinador em 2020. No Paulista, Veiga entrou em campo nove vezes, sendo quatro como titular, e fez um gol, na vitória por 3 a 1 sobre o Mirassol.

Veiga marcou o segundo gol alviverde no triunfo sobre o Mirassol (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 64 jogos (28 como titular), 8 gols e 2 assistências pelo Palmeiras
> 11 jogos (6 como titular) e 1 gol na temporada de 2020
> 9 jogos (4 como titular) e 1 gol neste Campeonato Paulista
Estreia: 21/01/2017 – Chapecoense 2×2 Palmeiras – Amistoso
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 26/07/2020 – Palmeiras 2×1 Água Santa – Campeonato Paulista

Zé Rafael

Um dos três atletas com presença nos 16 jogos do Palmeiras no Paulista, Zé Rafael foi peça fundamental no esquema de Vanderlei Luxemburgo. Atuando como segundo volante, como meia centralizado ou como um meio-campista pelo lado esquerdo, exerceu funções táticas importantes, inclusive nas partidas decisivas contra o Corinthians. Deixou sua marca na campanha ao balançar a rede logo na primeira rodada da competição, na goleada por 4 a 0 sobre o Ituano fora de casa.

Zé Rafael comemora seu gol na vitória por 4 a 0 sobre o Ituano, na estreia do Paulista (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 59 jogos (43 como titular), 8 gols e 7 assistências pelo Palmeiras
> 20 jogos (10 como titular), 1 gol e 2 assistências na temporada de 2020
> 16 jogos (8 como titular), 1 gol e 1 assistência neste Campeonato Paulista
Estreia: 23/01/2019 – Palmeiras 1×0 Botafogo-SP – Campeonato Paulista
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

> ATACANTES

Gabriel Veron

O promissor atacante de 17 anos participou de apenas seis partidas do Campeonato Paulista por causa de uma lesão no músculo posterior da coxa direita, sofrida na retomada dos treinos antes do reinício do Estadual, em julho. Veron desfalcou a equipe na reta final do torneio, que acabou com o título alviverde. Apesar de participar de poucos embates, ele ainda deu uma assistência para gol.

Gabriel Veron (à direita) deu o passe para o gol de Luiz Adriano contra o Mirassol (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 12 jogos (3 como titular), 2 gols e 2 assistências pelo Palmeiras
> 9 jogos (3 como titular) e 1 assistência na temporada de 2020
> 6 jogos (3 como titular) e 1 assistência neste Campeonato Paulista
Estreia: 28/11/2019 – Fluminense 1×0 Palmeiras – Campeonato Brasileiro
Último jogo: 04/03/2020 – Tigre-ARG 0x2 Palmeiras – Conmebol Libertadores
Último como titular: 16/02/2020 – Palmeiras 3×1 Mirassol-SP – Campeonato Paulista

Iván Angulo

A história do atacante colombiano no time profissional do Palmeiras começou justamente na grande decisão do Campeonato Paulista – ele entrou nos minutos finais do primeiro encontro com o Corinthians, fora de casa.

Com isso, a lista de estrangeiros que jogaram pelo Palmeiras em todos os tempos aumentou: agora, são 113 gringos que já vestiram a camisa do Maior Campeão do Brasil. Considerando apenas os colombianos, o atacante de 21 anos é o oitavo – os outros são Rincón, Lozano, Asprilla, Muñoz, Armero, Mina e Borja.

Iván Angulo fez sua estreia pelo time principal palestrino no primeiro jogo da final (Cesar Greco/Palmeiras)

O Verdão é o clube paulista com o maior número de estrangeiros na história. Além dos oito colombianos, já fizeram ao menos uma partida pelo time principal alviverde mais 45 jogadores argentinos, 20 uruguaios, 12 italianos, 12 paraguaios, três chilenos, dois espanhóis, dois poloneses, dois portugueses, dois venezuelanos, um boliviano, um húngaro, um japonês, um peruano e um tcheco – leva-se em conta o local de nascimento, por isso o chileno naturalizado Valdivia entra como venezuelano e o paraguaio naturalizado Barrios entra como argentino.

Números gerais:
> 1 jogo pelo Palmeiras
> 1 jogo na temporada de 2020
> 1 jogo neste Campeonato Paulista
Estreia: 05/08/2020 – Corinthians 0x0 Palmeiras – Campeonato Paulista

Último jogo: 05/08/2020 – Corinthians 0x0 Palmeiras – Campeonato Paulista

Luan Silva

Aos 21 anos de idade, Luan é bem avaliado pela comissão técnica do Verdão. Contudo, algumas lesões atrapalharam o início da trajetória do atacante no clube, inclusive a sua participação no Campeonato Paulista desta temporada. Ele atuou em apenas uma partida, no empate em 1 a 1 com a Ferroviária.

O único jogo de Luan pelo Palmeiras foi na 9ª rodada do Paulista, contra a Ferroviária (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 1 jogo (1 como titular) pelo Palmeiras
> 1 jogo (1 como titular) na temporada de 2020
> 1 jogo (1 como titular) neste Campeonato Paulista
Estreia: 07/03/2020 – Palmeiras 1×1 Ferroviária – Campeonato Paulista
Último jogo: 07/03/2020 – Palmeiras 1×1 Ferroviária – Campeonato Paulista
Último como titular: 07/03/2020 – Palmeiras 1×1 Ferroviária – Campeonato Paulista

Luiz Adriano

O experiente atacante é uma das referências do atual elenco palestrino. Com 33 jogos e 14 gols pelo clube, o camisa 10 colaborou intensamente com o troféu conquistado pelo Alviverde, fazendo três gols e ajudando os companheiros a chegarem com facilidade à meta adversária. O atleta atuou em 14 jogos do Paulista, sendo titular em 13 oportunidades.

Na partida decisiva contra o Corinthians, que terminou em 1 a 1, o centroavante recebeu cruzamento de Matías Viña para, de cabeça, abrir o placar no Allianz Parque.

Luiz Adriano marcou gol de pênalti na virada sobre o Água Santa, na última rodada da fase de grupos do Paulista (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 33 jogos (30 como titular), 14 gols e 2 assistências pelo Palmeiras
> 18 jogos (17 como titular), 7 gols e 1 assistência na temporada de 2020
> 14 jogos (13 como titular), 3 gols e 1 assistência neste Campeonato Paulista
Estreia: 11/08/2019 – Palmeiras 2×2 Bahia – Campeonato Brasileiro
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

Rony

Reforço para esta temporada, Rony chegou para mostrar todo o seu talento pelos lados do campo. O comandante Vanderlei Luxemburgo costuma valorizar bastante o estilo de jogo do atacante, que foi titular em sete oportunidades durante o Paulista. A estreia do camisa 11 pelo clube aconteceu no clássico contra o Santos, em fevereiro.

Reforço para a temporada, Rony chegou ao Verdão em fevereiro de 2020 (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 11 jogos (9 como titular) e 2 assistências pelo Palmeiras
> 11 jogos (9 como titular) e 2 assistências na temporada de 2020
> 9 jogos (7 como titular) neste Campeonato Paulista
Estreia: 29/02/2020 – Santos 0x0 Palmeiras – Campeonato Paulista
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 05/08/2020 – Corinthians 0x0 Palmeiras – Campeonato Paulista

Wesley

Depois de brilhar em seu período de empréstimo no Vitória, o jovem retornou ao Palmeiras para ser uma opção de velocidade no ataque do time. Quando acionado, correspondeu e mostrou habilidade nas jogadas ofensivas do Verdão. Foram três jogos na campanha do título paulista.

Wesley participou da goleada sobre o Oeste, na 3ª rodada da competição estadual (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 5 jogos (1 como titular) e 1 assistência pelo Palmeiras
> 5 jogos (1 como titular) e 1 assistência na temporada de 2020
> 3 jogos (1 como titular) e 1 assistência neste Campeonato Paulista
Estreia: 15/01/2020 – Palmeiras 0x0 Atlético Nacional de Medellín-COL – Florida Cup
Último jogo: 22/07/2020 – Corinthians 1×0 Palmeiras – Campeonato Paulista
Último como titular: 02/02/2020 – Bragantino 2×1 Palmeiras – Campeonato Paulista

Willian

Vice-artilheiro do Paulista com seis gols, Willian se destacou novamente vestindo a camisa do Palmeiras em uma campanha vitoriosa, assim como aconteceu no título brasileiro de 2018, quando deu o passe para Deyverson marcar o tento que confirmou o troféu para o clube. Com oito gols no total, o camisa 29 é o goleador máximo do Verdão em 2020 – balançou as redes também sobre o New York City, pela Florida Cup, e sobre o Tigre-ARG, pela Libertadores.

Contratado em 2017, Willian tem 46 gols pelo Palmeiras. É o terceiro maior artilheiro do clube no Século XXI (atrás somente de Vágner Love, com 54, e Dudu, com 70) e o 62º no geral (logo atrás de Renatinho, com 47, e Artime e Caetano, com 48). Foram 53 jogos e 17 gols em 2017, 68 jogos e 17 gols em 2018, 28 jogos e 4 gols em 2019 (ano em passou grande parte da temporada se recuperando de uma cirurgia no joelho) e, até aqui, 20 jogos e oito gols em 2020.

Com a transferência de Dudu para o Catar, o atacante se tornou o atleta do atual elenco com mais partidas (agora são 169, seguido por Bruno Henrique, com 159), gols (46, seguido por Bruno Henrique, com 28, e Gustavo Scarpa, com 20) e assistências (18, ao lado de Marcos Rocha e Lucas Lima).

Willian foi o artilheiro da equipe no Campeonato Paulista (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 169 jogos (121 como titular), 46 gols e 18 assistências pelo Palmeiras
> 20 jogos (13 como titular), 8 gols e 2 assistências na temporada de 2020
> 16 jogos (11 como titular), 6 gols e 1 assistência neste Campeonato Paulista
Estreia: 29/01/2017 – Palmeiras 1×1 Ponte Preta – Campeonato Paulista
Último jogo: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista
Último como titular: 08/08/2020 – Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians – Campeonato Paulista

Dudu

Apesar de ter se transferido por empréstimo para o futebol do Catar neste ano, Dudu também fez parte da campanha vitoriosa do Palmeiras no Campeonato Paulista de 2020. Um dos principais nomes do clube nos últimos anos, o eterno camisa 7 palestrino disputou oito partidas pelo Estadual e marcou dois gols – a sua ultima aparição pela competição aconteceu no empate por 0 a 0 com a Inter de Limeira.

Protagonista nas conquistas da Copa do Brasil de 2015 e dos Campeonatos Brasileiros de 2016 e 2018, o “Baixola”, como era carinhosamente chamado pelos companheiros de elenco, é o único atleta com participação em campo em quatro títulos do Verdão no Século XXI.

Em 2016, com a tarja de capitão da equipe, foi eleito o melhor atacante do país por todas as agremiações, com direito ao prêmio da Bola de Prata e convocação para a Seleção Brasileira. No ano seguinte, Dudu voltou a receber a Bola de Prata com o vice-campeonato brasileiro do Alviverde. Já em 2018, em mais uma temporada com troféu do Brasileirão, o jogador levou a Bola de Ouro de melhor jogador da competição.

Dudu se despediu do Maior Campeão do Brasil com marcas históricas na bagagem: além de artilheiro ao marcar 70 gols, é o jogador de linha que mais atuou e venceu com a camisa do time paulista neste século, com 305 jogos e 174 vitórias, respectivamente. Ele também coleciona números expressivos dentro do Allianz Parque: quem mais jogou (127), venceu (90), balançou as redes (33) e deu assistências (35).

A última partida de Dudu pelo Campeonato Paulista de 2020 ocorreu no empate em 0 a 0 com a Inter de Limeira (Cesar Greco/Palmeiras)

Números gerais:
> 305 jogos (284 como titular), 70 gols e 78 assistências pelo Palmeiras
> 12 jogos (11 como titular), 2 gols e 3 assistências na temporada 2020
> 8 jogos (7 como titular), 2 gols e 2 assistências neste Campeonato Paulista
Estreia: 25/01/2015 – Palmeiras 3×2 Red Bull Brasil – Amistoso
Último jogo: 14/03/2020 – Palmeiras 0x0 Inter de Limeira – Campeonato Paulista
Último como titular: 14/03/2020 – Palmeiras 0x0 Inter de Limeira – Campeonato Paulista

Departamento de Comunicação

Com gol do volante Patrick de Paula, aos 45 do primeiro tempo, o Palmeiras bateu a Ponte Preta por 1 a 0 e garantiu classificação à final do Campeonato Paulista 2020. Este foi o primeiro gol pelo time profissional do jogador de 20 anos de idade, já que o atleta foi promovido ao time principal no início de 2020 a pedido do técnico Luxemburgo, ao lado de outras #CriasdaAcademia, como Gabriel Menino, Gabriel Veron, Alan, Lucas Esteves e Wesley.

“A gente trabalha bastante para chegar aqui. É um prazer muito grande jogar ao lado de craques como Lucas Lima, Luan e Raphael Veiga. Estou muito feliz e trabalhei bastante para estar aqui, jogando de titular”, declarou Patrick de Paula após o término do primeiro tempo.

Desde o retorno do Campeonato Paulista, o volante foi escalado entre os titulares nos quatro jogos possíveis: contra Corinthians, Água Santa, Santo André e, agora, Ponte Preta.

Ao todo, o jogador já disputou 733 minutos em 12 partidas no ano de 2020 e, neste quesito, dentre os atletas oriundos da base, só fica atrás de Gabriel Menino, que atuou em 863 minutos em 13 jogos.

Patrick foi captado pelo Palmeiras enquanto atuava no futebol amador do Rio de Janeiro em 2017. Fazia, inicialmente, a função de meia armador e assumiu o protagonismo da equipe Sub-20 quando passou a jogar mais recuado, como primeiro volante (atuou até improvisado como zagueiro em algumas partidas das categorias de base).

As #CriasDaAcademia têm ganhado espaço no Palmeiras em 2020 – no total, todos os jogadores que vieram da base, somados, disputaram 2917 minutos neste ano.

ÚLTIMO GOL DE UM ATLETA DA BASE HAVIA SIDO DE GABRIEL VERON

Antes de Patrick de Paula, o jogador oriundo das categorias inferiores do Verdão a ter marcado um gol pelo time de cima foi Gabriel Veron, em 05 de dezembro de 2019, na goleada por 5 a 1 sobre o Goiás-GO, penúltima partida da temporada que marcou a despedida do zagueiro Edu Dracena do futebol, pelo Campeonato Brasileiro – o duelo foi comandado pelo então comandante interino Andrye Lopes. Naquela noite, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, Veron deixou sua marca duas vezes na goleada (os outros tentos foram feitos por Zé Rafael e Dudu, duas vezes).

Vale lembrar que com o gol sobre o Goiás, naquela ocasião Gabriel Veron se tornou o segundo mais novo a balançar as redes pelo clube, aos 17 anos, três meses e dois dias – desbancando Mazzola, então o segundo mais jovem a atingir o feito, com 17 anos, seis meses e cinco dias em 29/01/1956. O recorde segue sendo de Juliano, que marcou aos 16 anos, 11 meses e 23 dias no dia 19/08/1998, contra o Nacional-Uruguai, pela Copa Mercosul.

O fato que chama a atenção é que apenas um jogador em toda a história palmeirense marcou um gol sendo ainda mais jovem do que Veron: trata-se de Juliano, que balançou as redes aos 16 anos, 11 meses e 23 dias, no dia 19/08/1998, contra o Nacional-Uruguai, pela Copa Mercosul. Gabriel Veron, hoje, possui 17 anos, três meses e dois dias – com isso, o jogador do atual elenco desbancou Mazzola, que era o segundo mais novo a marcar um gol, contra o Catanduva, em 29/01/1956 (amistoso), com 17 anos, seis meses e cinco dias.

Veron desfalca a equipe desde o retorno às atividades após a pausa da pandemia (cuja primeira partida desde então fora em 22/07) com uma lesão no músculo posterior da coxa direita – ele jogou por 469 em nove jogos na temporada.

Crias da Academia do Verdão renovam contrato e ganham espaço na temporada 2020

Daniel Romeu
Departamento de Comunicação

Ganhando cada vez mais espaço no elenco profissional, as #CriasDaAcademia Patrick de Paula, Gabriel Menino, Wesley, Esteves e Alan estenderam seus vínculos com o Palmeiras ao longo desta semana (os quatro primeiros até 2024 e o último até 2023). Somados, os atletas formados no clube estiveram em campo por 2349 minutos na temporada – ao menos um deles foi utilizado em cada uma das 14 partidas em 2020, seja como titular ou saindo do banco.

Gabriel Menino, Patrick de Paula, Gabriel Veron, Lucas Esteves, Wesley e Alan (da esquerda para a direita) renovaram com o Verdão (Cesar Greco/Palmeiras)

O primeiro a abrir as renovações foi o atacante Gabriel Veron, em novembro. Contra o Goiás, no Brasileiro de 2019, o garoto marcou dois gols e deu uma assistência logo em seu segundo jogo como profissional. De quebra, tornou-se o segundo mais jovem a marcar pelo Verdão – com 17 anos, três meses e dois dias, desbancando Mazzola, cujo gol de estreia em 1956 foi com 17 anos, seis meses e cinco dias. Apenas Juliano, com 16 anos, 11 meses e 23 dias em 1998, está à frente.

Em 2020, Veron disputou nove jogos e somou até o momento 469 minutos em campo. O camisa 27 está no clube desde o Sub-15 e ganhou títulos por todas as categorias da base em que jogou. Ele também acumula prêmios individuais, como os troféus de artilheiro e melhor jogador no Mundial de Clubes Sub-17 de 2018, vencido pelo Palmeiras, e a Bola de Ouro da Copa do Mundo Sub-17 de 2019, competição que conquistou com a Seleção Brasileira.

Dentre os garotos promovidos no início deste ano, quem mais atuou foi Gabriel Menino – nove jogos e um total de 668 minutos. O volante foi captado pela base do Palmeiras em 2017 e ajudou o Sub-17 a conquistar o título inédito da Copa do Brasil em seu primeiro ano. Pelo Sub-20, decolou e recebeu convocações para a Seleção Brasileira da categoria – chegou a disputar o Sul-Americano de 2019. Tem a polivalência como uma de suas características e atuou como lateral-direito nas partidas contra Mirassol, Guarani, Santos e Tigre-ARG.

Outro a ganhar destaque também atua no meio de campo: Patrick de Paula, que tem oito jogos e 400 minutos em campo pelo profissional. O camisa 5 alviverde foi captado pela base enquanto atuava no futebol amador do Rio de Janeiro em 2017, onde chegou a disputar a Taça das Favelas e o Campeonato Carioca Amador. Fazia inicialmente a função de meia-armador e assumiu o protagonismo no Sub-20 quando foi recuado para volante, sua atual posição.

Atacante de velocidade, Wesley também disputou dois jogos do Paulista, além de dois na Florida Cup (tem 160 minutos em campo). Ele foi emprestado ao Vitória em 2019, após participar da campanha vencedora do Palmeiras na Copa do Brasil Sub-20, e teve bom desempenho: terminou a Série B do Brasileiro como o segundo maior driblador e o sexto jogador mais caçado, além de ter anotado cinco gols e dado três assistências em 28 jogos.

Alan esteve em campo por 13 minutos contra o Atlético Nacional-COL e por 28 minutos contra o New York FC-EUA, na Florida Cup. Apesar de ainda não ter atuado em 2020, Esteves estreou como profissional no Paulista do ano passado, quando jogou os últimos minutos da partida contra a Ponte Preta, no Allianz Parque. Ambos estão no clube há mais de cinco anos e fizeram parte de uma geração muito vencedora das categorias de base do clube, que conquistou títulos inéditos e quebrou inúmeros recordes.

Além deles, outro atleta formado nas categorias de base do clube a jogar em 2020 foi o lateral-esquerdo Victor Luis, com 597 minutos em oito jogos. Aos 26 anos, o jogador ganhou boa experiência em empréstimos ao Porto, Ceará e Botafogo entre os anos de 2013 e 2017 – situação parecida à vivida pelo zagueiro Pedrão, que atuou por 27 minutos pelo Palmeiras em 2020 e está atualmente emprestado ao Athletico-PR até o final desta temporada.

Menino, Patrick e Veron celebram evolução e chance na Libertadores: ‘Sonho de criança’

Thiago Kimori
Departamento de Comunicação

Com o objetivo de dar mais oportunidades aos garotos das categorias de base, o Palmeiras promoveu os jovens Lucas Esteves, Alan, Gabriel Menino, Patrick de Paula, Gabriel Veron e Iván Angulo ao time profissional no início desta temporada. Com bom desempenho e rápida adaptação, três deles em especial ganharam destaque nos primeiros duelos do ano. Menino, Patrick e Veron, juntos, disputaram 2.299 minutos desde a primeira partida de 2020.

“É uma oportunidade de ouro, a gente vinha trabalhando para isso na base. Quando chegamos aqui, nós esperamos o tempo que foi preciso. Quando tivemos a oportunidade, aproveitamos da melhor maneira possível para ganharmos cada vez mais espaço”, afirmou Gabriel Menino, que já atuou como volante e lateral-direito na equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo, inclusive no confronto com o Tigre-ARG, na Argentina, pela Copa Libertadores.

“Sempre foi um sonho de criança (jogar a Libertadores), um campeonato gigante que todos os clubes querem ganhar. Foi um sonho de criança estrear como titular. Foi improvisado, mas eu estava acostumado. Joguei assim na base. Agradeço pela oportunidade e estou aqui para o que o professor precisar”, disse o garoto.

Patrick de Paula, por sua vez, entrou na segunda etapa do embate contra o Guaraní-PAR, também pela competição sul-americana. A experiência foi inesquecível para o volante. “Estou muito feliz porque três anos atrás eu jogava na várzea. Jogar a Libertadores é muito bom. Quando entrei no jogo, fiquei bem à vontade, a minha mãe estava no estádio. Ela chorou bastante quando eu entrei. É dar continuidade para ter mais oportunidade”, contou o palmeirense, que já se sente totalmente adaptado ao elenco palestrino.

“Na base, a gente sacaneava todo mundo porque éramos os mais velhos, agora estão brincando com a gente aqui, mas com respeito (risos). O Jailson brinca bastante com a gente, todos brincam na resenha, sempre com respeito e dando moral para a gente”, revelou o camisa 5.

Gabriel Veron também teve a experiência de atuar pela Libertadores na partida contra Tigre-ARG. “Fico feliz pela oportunidade, principalmente por jogar uma Libertadores. Eu, com 17 anos, pude jogar pelo Palmeiras na Libertadores, fico feliz por isso. Tenho de trabalhar para a oportunidade acontecer”, declarou o jovem, que não poupou elogios ao comandante do Verdão.

“A experiência dele nos ajuda muito, ele nos dará muitos conselhos para subirmos na vida. A exigência dele é alta, ele cobra muito, e nós precisamos de pessoas assim para sempre dar o nosso melhor”, concluiu Veron.

Gabriel Veron, Gabriel Menino e Patrick de Paula (da esquerda para a direita) falaram com a imprensa após o treino da manhã desta quinta-feira (12)

Números de Gabriel Menino, Patrick de Paula e Gabriel Veron em 2020

Promovidos para o time profissional do Palmeiras nesta temporada, Gabriel Menino, Patrick de Paula e Gabriel Veron, juntos, disputaram 2299 minutos no ano.

Dentre eles, quem mais jogou foi Gabriel Menino, com um total de 668 minutos em dez jogos. O volante foi captado pela base do Palmeiras em 2017 e ajudou o Sub-17 a conquistar o título inédito da Copa do Brasil em seu primeiro ano no clube. Pelo Sub-20, decolou e recebeu várias convocações para a Seleção Brasileira da categoria – chegou a disputar o Sul-Americano de 2019. Tem a polivalência como característica e mostrou isso no profissional, já que atuou como lateral-direito nas partidas contra Mirassol, Guarani, Santos e Tigre-ARG.

Patrick de Paula disputou 350 minutos em oito partidas de 2020. O meio-campista foi captado pelo Palmeiras enquanto atuava no futebol amador do Rio de Janeiro em 2017 – chegou a disputar a Taça das Favelas e o Campeonato Carioca Amador. Fazia inicialmente a função de meia armador e assumiu o protagonismo da equipe Sub-20 quando passou a jogar mais recuado, como primeiro volante (já atuou até como zagueiro em algumas partidas).

Já Veron jogou por 469 em dez jogos na temporada. Ele está no clube desde o Sub-15 e ganhou títulos por todas as categorias da base em que jogou. Veloz, habilidoso e forte fisicamente, acumula prêmios individuais, tendo recebido os troféus de artilheiro e melhor jogador no Mundial de Clubes Sub-17 de 2018, vencido pelo Palmeiras, e a Bola de Ouro da Copa do Mundo Sub-17 de 2019, competição que conquistou com a Seleção Brasileira.

Logo em sua segunda partida pela equipe principal, a Cria da Academia balançou as redes duas vezes e concedeu uma assistência no duelo com o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro do ano passado, tornando-se o segundo mais jovem atleta a marcar gol pelo Verdão, com 17 anos, três meses e dois dias, desbancando Mazzola, cujo gol de estreia em 1956 foi com 17 anos, seis meses e cinco dias – apenas Juliano, com 16 anos, 11 meses e 23 dias em 1998, está à frente no ranking.

Verdão encerra 1ª semana de pré-temporada e viaja com 28 atletas para a Florida Cup

O Palmeiras finalizou na manhã desta sexta-feira (10), na Academia de Futebol, a primeira semana de pré-temporada para o ano de 2020. Após fazerem trabalhos de ativação muscular no centro de excelência, os jogadores foram ao gramado e passaram por um circuito físico de força e potência. Na sequência, depois de almoçarem no refeitório, foram liberados e se reapresentarão no sábado (11) para a viagem aos Estados Unidos.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_O Palmeiras encerrou a preparação para a a Florida Cup nesta sexta-feira (10)

> Clique aqui e confira as fotos do treino.

Durante a semana, além de exames e movimentações físicas na sala de musculação, no campo (com tiros de corrida controlados) e na caixa de areia, o elenco realizou atividades com bola, já implementando as ideias da comissão de Vanderlei Luxemburgo,  como, por exemplo, o jogo propositivo, a posse de bola e a marcação alta.

Ao todo, o Maior Campeão do Brasil embarcará com 28 jogadores para a disputa da Florida Cup, incluindo os jovens Lucas Esteves, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Alan e Gabriel Veron, recém-promovidos do Centro de Formação de Atletas do clube, e os quatro que retornaram após um período de empréstimo: Vinicius Silvestre (CRB-AL), Pedrão (América-MG), Emerson Santos (Internacional) e Wesley (Vitória). O zagueiro Vitor Hugo, que operou a região inguinal no começo de dezembro, seguirá em São Paulo realizando seu cronograma especial de recuperação, enquanto o atacante Angulo está com a Seleção Colombiana para a disputa do Pré-Olímpico.

O Alviverde treinará domingo (12), segunda (13) e terça (14) em dois períodos em solo americano e estreará no torneio na quarta (15), contra o Atlético Nacional-COL. A outra partida será no sábado (18), diante do New York City-EUA. O primeiro duelo pelo Campeonato Paulista será no dia 22, ante o Ituano, no interior paulista, às 19h15.

Lista de convocados para a viagem:

Goleiros: Weverton, Jailson e Vinicius
Laterais: Marcos Rocha, Mayke, Diogo Barbosa, Victor Luis e Lucas Esteves
Zagueiros: Gustavo Gómez, Luan, Pedrão e Emerson Santos
Meio-campistas: Felipe Melo, Bruno Henrique, Ramires, Matheus Fernandes, Gabriel Menino, Patrick de Paula, Gustavo Scarpa, Lucas Lima, Raphael Veiga, Zé Rafael e Alan
Atacantes: Dudu, Luiz Adriano, Willian, Gabriel Veron e Wesley

Patrick de Paula representa bem o conceito de volante moderno. Antes meia armador, o jogador ganhou destaque nas categorias de base do Palmeiras quando foi recuado para primeiro volante, já que, além de defender bem, participa com frequência de jogadas ofensivas e é especialista em cobranças de faltas – ele também atuou como zagueiro e lateral-esquerdo em algumas partidas. O jovem de 20 anos já havia chamado a atenção do técnico Vanderlei Luxemburgo em 2019, quando o treinador comandava o Vasco da Gama.

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_Vanderlei Luxemburgo viu Patrick de Paula atuar contra o Vasco no Campeonato Brasileiro Sub-20 de 2019

“Estou feliz por estar aqui e fazer parte deste elenco campeão. Subimos para somar, não para ter pressão em cima da gente. A pressão está dividida para todos, o grupo está fechado e unido. É muito bom fazer parte do elenco profissional, foi um dia incrível para todos nós”, contou De Paula.

Polivalente, o palmeirense foi captado pelo Verdão enquanto atuava no futebol amador do Rio de Janeiro em 2017, disputando a Taça das Favelas e o Campeonato Carioca Amador. Pela base palestrina, o atleta conquistou títulos importantes, como o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e o Campeonato Paulista, todos no Sub-20, e também fez parte de um treino da Seleção Brasileira principal na Academia de Futebol, em junho de 2019.

“A gente trabalha firme para conquistar os títulos na base, é bom marcar a história do Palmeiras por ter ganhado o Brasileiro, a Copa do Brasil e o Paulista. Fico muito feliz por conquistar títulos na base e estar agora no time profissional”, comentou.

Um dos principais nomes da base alviverde nos últimos anos, Patrick de Paula mostrou bastante satisfação pelos elogios recebidos pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. “É bom ser elogiado pelo Vanderlei (Luxemburgo), ele tem muita história no futebol. Viemos para somar, há muitos jogadores bons em nossas posições. Sempre trabalharemos para buscar o nosso espaço”, falou, detalhando a conversa que teve com o comandante.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Patrick (à esquerda) concedeu entrevista coletiva junto com Gabriel Menino (centro) e Lucas Esteves

“Ele brincou comigo quando eu cheguei porque eu fiz gol no ex-time dele (risos). Fico feliz por trabalhar com um treinador que já ganhou muitos títulos e tem história no futebol brasileiro. Será muito bom aprender com ele”, disse o volante.

Clique aqui e confira as fotos da coletiva.

Elenco se reapresenta, faz baterias de exames e testes físicos e inicia concentração

A temporada 2020 do Verdão começou na tarde desta segunda-feira (06). Às 15h, jogadores, comissão técnica e diretoria se reuniram e conversaram no vestiário da Academia de Futebol.

O treinador Vanderlei Luxemburgo, em sua quinta passagem pelo clube, deu seu primeiro discurso para o atual elenco, que contou com cinco jovens promovidos das categorias de base (Lucas Esteves, Gabriel Menino, Patrick de Paula, Alan e Gabriel Veron – Angulo, também integrado, foi desfalque por estar com a Seleção Colombiana na disputa do Pré-Olímpico), e três retornos de empréstimos (Vinicius Silvestre, Pedrão e Wesley).

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_Patrick, Esteves, Gabriel Menino, Alan e Wesley (da esq. para a dir.) foram promovidos da base

Na sequência, os atletas, como de praxe em dias inaugurais de pré-temporada, fizeram exames cardiológicos e testes físicos. Eles ainda encerraram o dia com trotes de corrida no gramado.

Já em regime de concentração, o grupo alviverde jantará e dormirá no centro de excelência até sexta (10). Todos os dias, inclusive, haverá trabalhos em dois períodos. Na terça (07), o treino aberto para a imprensa será às 15h. Às 14h, haverá coletiva de imprensa. A movimentação da manhã (exames de sangue e cardiológicos) será fechada.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação_O elenco passou por exames cardiológicos e testes físicos

> Clique aqui e confira as fotos da reapresentação.

Daniel Romeu
Departamento de Comunicação

Na raça e na luta, o Palmeiras sagrou-se tricampeão consecutivo do Paulista Sub-20! O time alviverde venceu o Red Bull Brasil por 3 a 0 no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista-SP, e reverteu a vantagem de dois gols aberta pelo rival no jogo de ida da final. Gabriel Veron, de volta ao Sub-20, marcou dois neste domingo (24) e foi decisivo mais uma vez – assim como o goleiro Magrão, que fez ótimas defesas, e Gabriel Silva, herói ao marcar o gol do título no último minuto.

Fabio Menotti/Ag Palmeiras/Divulgação_Gabriel Veron fez 2 dos 3 gols do VerdãoO Palmeiras tem agora dez títulos do Paulista Sub-20: 1976 (Juvenil A), 1977 (Juvenil A), 1992, 1998, 2002, 2004, 2009, 2017, 2018 e 2019 (com isso, tornou-se o maior campeão estadual isolado da categoria). O clube também é o terceiro a conseguir um tricampeonato consecutivo na história – somente São Paulo (1954/1955/1956) e Ponte Preta (1981/1982/1983) haviam conseguiram tal feito no estadual Sub-20.

> Clique aqui e veja as fotos da decisão!

Precisando de três gols para reverter no tempo regulamentar, o Verdão partiu com tudo ao ataque no primeiro tempo. Após duas boas chances desperdiçadas pela equipe, Veron recebeu dentro da grande área e chutou no canto esquerdo do goleiro para inaugurar o placar aos 22 minutos. O Red Bull apostava na velocidade de seus atacantes e parou em Magrão, que fez defesa milagrosa à queima-roupa aos 30.

O Palmeiras teve um jogador expulso logo no início da segunda etapa e, ainda assim, seguiu na raça em busca do segundo gol. Melhor jogador do Mundial Sub-17 com a Seleção Brasileira, Veron foi decisivo mais uma vez. Aos 16 minutos, o atacante aproveitou boa arrancada de Vitor pela direita e apareceu livre na pequena área para anotar o segundo.

A vontade palmeirense foi recompensada já nos acréscimos. As duas equipes partiram ao ataque em busca de um gol salvador e, em um contra-ataque mortal aos 50 minutos, Gabriel Silva estufou a rede do Red Bull e partiu para o abraço. A campanha campeã do Verdão foi de 20 vitórias, sete empates e cinco derrotas, com 56 gols marcados e 28 sofridos.

Vale lembrar que a equipe palestrina também está na final do Campeonato Brasileiro Sub-20 e pode levantar mais um troféu importante nos próximos dias. Em busca do bi nacional consecutivo, o Verdão disputa o jogo de ida contra o Flamengo nesta quinta-feira (28), às 18h30, no estádio do Pacaembu, com entrada gratuita para a torcida. A partida de volta está marcada para o domingo (1), ainda sem local e horário definidos.

Em momento histórico na base, o Palmeiras chegou a quatro de cinco finais do Campeonato Paulista. O Sub-15 também foi campeão na última semana depois de bater o Santos na decisão, por 5 a 0, e o Sub-17 e Sub-11 ficaram com o vice-campeonato. Somando todas as categorias, o clube conquistou 32 títulos na temporada até agora e já superou a marca de 23 taças obtida no ano passado.

Palmeiras Sub-20: Magrão (Lucas Bergantin); Vitor Ricardo (Ramon), Helder, Kaique Mafaldo (Hiago) e Esteves; Patrick de Paula, Gabriel Menino, Danilo e Alan; Gabriel Veron (Gabriel Silva) e Lucas Cordeiro (Fabricio). Técnico: Wesley Carvalho.

Fabio Menotti/Ag Palmeiras/Divulgação_ Com o tricampeonato, o Verdão se tornou o maior vencedor do Paulista Sub-20

Daniel Romeu
Departamento de Comunicação

O Palmeiras é bicampeão do 40º Terborg Toernooi, em Terborg, na Holanda! Duas semanas após conquistar a Copa do Brasil da categoria, o Verdão derrotou na decisão o Midtjylland, da Dinamarca, por 1 a 0, e levantou o troféu internacional pelo segundo ano consecutivo. As categorias de base do clube chegam agora a 15 títulos conquistados na temporada 2019.

Divulgação_Time Sub-20 do Verdão consagrou-se campeão de torneio na Holanda neste domingo (02)

O gol na grande final foi anotado pelo volante Patrick de Paula, e o Verdão terminou com três vitórias, um empate e uma derrota, com cinco gols pró e dois sofridos. Ainda neste domingo (2), a equipe também disputou a semifinal e venceu o Flamengo pelo mesmo placar, com gol de Lincon.

Participaram oito clubes no total: Palmeiras, Midtjylland (Dinamarca), Flamengo, Liverpool, De Graafschap (Holanda), Tottenham, Ajax Cape Town (África do Sul) e Vitesse (Holanda). Uma particularidade desta competição é que os atletas ficam hospedados em casas de família, e não em hotéis, em uma imersão completa na cultura e no modo de vida dos holandeses.

O Palmeiras havia sido campeão na edição de 2018 após bater o Ajax Cape Town na final, por 2 a 0, com campanha de quatro vitórias e um empate, tendo marcado nove gols e sofrido apenas um.

Ainda na Holanda, o Sub-20 alviverde disputará também outro torneio: o ICGT, em Uitgeest, nos dias 8 e 10 de junho. O formato de disputa é o mesmo, com dois grupos na primeira fase: AZ Alkmaar (Holanda), FC Uitgeest (Holanda), Flamengo e Panathinaikos (Grécia) no Grupo A, e Palmeiras, FC Volendam (Holanda), Valencia (Espanha) e Vitesse (Holanda) no Grupo B.

Somando todas as categorias, a base alviverde chegou agora a 15 títulos em 2019, sendo oito deles no exterior. Vale ressaltar que a categoria Sub-20 do Palmeiras, comandada pelo técnico Wesley Carvalho, detém atualmente a “Tríplice Coroa” no Brasil, já que é a atual campeã da Copa do Brasil Sub-20, do Campeonato Brasileiro Sub-20 e do Campeonato Paulista Sub-20.

Terborg Toernooi Sub-20 – Holanda

Final:

02/06: Palmeiras 1 x 0 Midtjylland
Gol: Patrick de Paula

Semifinal:

02/06: Palmeiras 1 x 0 Flamengo
Gol: Lincon

Primeira Fase:

31/05: Palmeiras 3 x 0 De Graafschap
Gols: Aníbal e Patrick de Paula (2)
01/06: Palmeiras 0 x 2 Midtjylland
01/06: Palmeiras 0 x 0 Liverpool

Daniel Romeu
Departamento de Comunicação

Os campeões da Copa do Brasil Sub-20 pelo Palmeiras tiveram mais uma noite inesquecível neste sábado (18). Ovacionados pela torcida, jogadores e comissão técnica deram a volta olímpica no estádio do Pacaembu, no intervalo da partida entre Verdão e Santos, pelo Brasileirão. O clube detém a “Tríplice Coroa” no Sub-20, já que é o atual campeão Brasileiro, Paulista e da Copa do Brasil, e vive o melhor momento de sua história nas categorias de base.

>> Clique aqui e confira as fotos

Para ficar com o título inédito da Copa do Brasil Sub-20, o Palmeiras bateu na final o Cruzeiro, nos pênaltis, por 4 a 1, na Arena Independência, após duelo emocionante no tempo normal. Na partida de ida, o Verdão havia vencido por 2 a 1 no Allianz Parque. A conquista também aumentou ainda mais a lista de taças obtidas pela base nos últimos três anos. No ano passado, o clube estabeleceu o recorde de 23 troféus e, em 2019, já venceu 14 até o mês de maio.

Daniel Romeu
Departamento de Comunicação

O título conquistado pelo Sub-20 do Palmeiras nesta quinta-feira (16) garantiu mais um feito histórico ao clube: o Verdão detém agora a “Tríplice Coroa” na principal categoria de base do país, sendo o atual campeão do Brasileiro Sub-20, do Paulista Sub-20 e da Copa do Brasil Sub-20. Com recordes quebrados e marcas inéditas atingidas nos últimos anos, o Maior Campeão do Brasil se consolida cada vez mais como uma das principais referências no trabalho de formação de atletas do futebol nacional.

Fabio Menotti/Palmeiras _ O Sub-20 alviverde detém a hegemonia da categoria no país

O ano de 2018 foi o mais vitorioso da história alviverde na base, com 23 títulos conquistados e 31 jogadores convocados por Seleções. Todas as equipes, do Sub-10 ao Sub-20, levantaram ao menos um troféu – a lista inclui taças de prestígio como o Mundial Sub-17, na Espanha, entre outros títulos no exterior.

Com a difícil missão de superar os próprios índices estabelecidos nas últimas temporadas, o Palmeiras já soma em 2019 um total de 14 títulos até o mês de maio. O momento especial é fruto do trabalho de sucesso na reestruturação e modernização das categorias de base do clube. Diversos setores foram reformulados e hoje realizam um trabalho de excelência, com captação especializada e núcleos técnico, administrativo, psicossocial e de saúde e performance. Os comandantes do Centro de Formação de Atletas do Verdão são Marcelo Dedeschi, diretor estatutário, e João Paulo Sampaio, coordenador geral.

“O Palmeiras está colhendo os frutos da profissionalização. O clube não era referência na formação de atletas e hoje estamos entre as melhores do Brasil na base. Quebramos recordes e agora o grande desafio é nos manter sempre entre os melhores. Não é fácil atingir os números que tivemos nos últimos anos em títulos, finais, convocações, viagens internacionais. Não é só o Sub-20, mas todas as categorias chegando e disputando títulos com muita qualidade e entrega”, afirma João Paulo Sampaio, que está no Palmeiras desde 2015.

Tríplice Coroa

O Verdão iniciou a “hegemonia” no Sub-20 com o título inédito do Campeonato Brasileiro Sub-20, conquistado no Allianz Parque no ano passado após golear o Vitória na final, diante de mais de 20 mil palmeirenses. Em novembro, o clube sagrou-se bicampeão estadual na categoria ao bater o Corinthians, na Arena Barueri. Nesta quinta-feira (16), a equipe alviverde superou o Cruzeiro nos pênaltis na final da Copa do Brasil Sub-20.

Angelo Salvioni
Departamento de Comunicação

O Palmeiras é o mais novo campeão da Copa do Brasil Sub-20! Na noite desta quinta-feira (16), no estádio Independência, em Belo Horizonte (MG), após sofrer revés por 4 a 3 no tempo normal, o Verdão derrotou o Cruzeiro nas cobranças de pênalti por 4 a 1 e ficou com o título inédito da competição nacional nesta categoria.

Os gols palestrinos no tempo normal foram marcados por Patrick de Paula, Anibal e Alan. O Alviverde vencia o Cruzeiro até a metade do segundo tempo, quando sofreu a virada em três lances e levou a decisão para os pênaltis, já que havia ganhado o duelo de ida por 2 a 1, no Allianz Parque.

Esteves, Fabricio, Cesinha e Lincon, autor do gol do título, converteram suas cobranças. O adversário desperdiçou duas, tendo uma delas parado nas mãos do goleiro Gomes, um dos principais nomes do Palmeiras na competição com grandes defesas.

Ao todo, o Verdão obteve seis vitórias, um empate e duas derrotas em nove jogos, além de marcar 22 gols e sofrer 14. O atacante Anibal, com quatro bolas na rede, foi o artilheiro da equipe, seguido de Airton, Angulo, Patrick de Paula e Léo Passos – todos com três tentos.

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_Patrick de Paula (esq.), em bela cobrança de falta, abriu o marcador para o Verdão

Clique aqui e confira as fotos da partida!

Esta foi a segunda conquista nacional do Sub-20 alviverde na história. No ano passado, para mais de 22 mil pessoas no Allianz Parque, os garotos do Verdão golearam o Vitória por 5 a 2 e levantaram a taça do Brasileiro da categoria. De forma consecutiva, outras duas conquistas de 2018 entram na trajetória alviverde: o Campeonato Paulista e a Copa Ipiranga RS Sub-20.

A Copa do Brasil Sub-20 desse ano contou com 32 clubes, que disputaram inicialmente a primeira fase em partida única – os confrontos com ida e volta só aconteceram a partir das oitavas de final. O Verdão eliminou Galvez-AC (primeira fase), Coritiba (oitavas de final), Grêmio (quartas de final) e Vasco (semifinal) até a decisão.

Palmeiras Sub-20: Gomes; Meloni (Veron), Gabriel Furtado, Vitão e Esteves; Matheus Neris (Cesinha), Patrick de Paula e Alan; Léo Passos (Kaique), Wesley [Airton (Lincon)] e Aníbal (Fabricio). Técnico: Wesley Carvalho.

CONFIRA OS GOLS E A DISPUTA DE PÊNALTIS NA TV PALMEIRAS/FAM:

Veja abaixo os resultados do Palmeiras no título da Copa do Brasil Sub-20:

Final

Palmeiras 2 x 1 Cruzeiro
Gols: Anibal e Airton

Cruzeiro 4 x 3 Palmeiras
Gols: Patrick de Paula, Anibal e Alan

Semifinal

Vasco 1 x 4 Palmeiras
Gols: Patrick de Paula (2), Léo Passos e Wesley

Palmeiras 0 x 2 Vasco

Quartas de final

Palmeiras 3 x 2 Grêmio
Gols: Esteves, Meloni e Veron

Grêmio 1 x 1 Palmeiras
Gol: Anibal

Oitavas de final

Coritiba 1 x 3 Palmeiras
Gols: Airton, Léo Passos e Angulo

Palmeiras 4 x 1 Coritiba
Gols: Airton, Léo Passos, Alan e Angulo

Primeira Fase

Galvez 1 x 2 Palmeiras
Gols: Angulo e Anibal

Daniel Romeu
Departamento de Comunicação

O Palmeiras é o campeão invicto da Copa RS! A equipe Sub-20 do Verdão superou o São Paulo nos pênaltis por 4 a 3, com emoção, após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar da decisão disputada neste domingo (16), no Campo da PUC-RS, em Porto Alegre. O torneio é um dos principais da categoria no Brasil e, com mais essa taça, o Alviverde chega a incríveis 23 títulos conquistados na temporada. Papagaio terminou como artilheiro, com sete gols marcados.

FGF/Divulgação_De maneira invicta, o Palmeiras conquistou sua primeira Copa RS

É o primeiro título da Copa RS conquistado pelo Verdão. A campanha invicta teve cinco vitórias e dois empates, com 22 gols marcados. O Verdão passou pela primeira fase com 100% de aproveitamento e venceu Vasco, Atlético-MG, Toluca e River Plate, com direito a goleada por 6 a 0 sobre os argentinos. Nas quartas de final, mais um placar elástico: 5 a 1 sobre o Botafogo. Na semifinal, a equipe eliminou o Internacional nos pênaltis após empate no tempo normal.

O Palmeiras foi melhor no primeiro tempo da final, abriu vantagem no placar e foi ao vestiário com a sensação de que poderia até mesmo ter ampliado. Com uma marcação forte, o Verdão encurralou o São Paulo desde o início e o atacante Papagaio anotou seu sétimo gol aos oito minutos após cruzamento na medida do lateral-direito Marcus Meloni. Alan ainda acertou uma bola no travessão e Papagaio teve um bom chute desviado cara a cara.

FGF/Divulgação_Papagaio marcou o gol palmeirense no tempo regulamentar

O São Paulo aproveitou um vacilo defensivo do Verdão para empatar logo no início da segunda etapa. A partida ficou mais equilibrada e a igualdade se manteve até o final, levando a decisão do título para os pênaltis. Papagaio, Lincon, Esteves e Patrick de Paula converteram suas cobranças pelo Verdão e o goleiro Gomes – que entrou no lugar do lesionado Matheus Teixeira durante a competição – foi decisivo ao defender a última batida do São Paulo.

A Copa RS era considerada o Brasileiro Sub-20 até 2014, mas mudou de formato após a criação do Brasileiro organizado pela CBF (também vencido pelo Verdão neste ano). Em 2018, reuniu 13 clubes brasileiros e sete estrangeiros. O Alviverde havia sido vice-campeão três vezes, sendo a última no ano passado, contra o São Paulo. No antigo formato, o clube havia chegado à decisão duas vezes: em 2013 (contra o Internacional) e em 2010 (contra o Cruzeiro).

O título é o 23º vencido pela base do Palmeiras em 2018 – todas as categorias levantaram pelo menos uma taça na temporada que quebrou o recorde como a mais vitoriosa da história do clube. O Sub-20 havia vencido anteriormente neste ano o Campeonato Brasileiro, o Campeonato Paulista (pelo segundo ano consecutivo), a Copa Santiago de Futebol Sub-18 e dois torneios na Europa: o Torneio de Terborg, na Holanda, e a CEE Cup, na República Tcheca.

FPF/Divulgação_A Copa RS é o quarto título conquistado no Brasil pelo Sub-20 do Verdão nesta temporada

Palmeiras Sub-20: Gomes; Marcus Meloni (Hélio), Gabriel Furtado, Patrick de Lucca (Thiago Alves) e Esteves; Matheus Neris (Iago), Patrick de Paula e Alan (Lincon); Guilherme Vieira (Cesinha), Airton (Gabriel Veron) e Papagaio. Técnico: Wesley Carvalho.

III Copa Internacional Ipiranga Sub-20 (Copa RS) – 2018

Final

16/12: Palmeiras 1 (4) x (3) 1 São Paulo – Complexo da PUC-RS
Gol: Papagaio

Semifinal

13/12: Palmeiras 1 (8) x (7) 1 Internacional – Complexo da PUC-RS
Gol: Papagaio

Quartas de Final

10/12: Palmeiras 5 x 1 Botafogo – Homero Soldatelli
Gols: Patrick de Paula, Papagaio (2), Alan, Wesley

Primeira Fase

30/11: Palmeiras 4 x 2 Vasco – Homero Soldatelli
Gols: Papagaio (2), Airton, Esteves

04/12: Atlético-MG 1 x 2 Palmeiras – Homero Soldatelli
Gols: Papagaio, Guilherme Vieira

06/12: Palmeiras 3 x 2 Toluca (MEX) – Homero Soldatelli
Gols: Veron, Alan, Gabriel Furtado

08/12: River Plate (ARG) 0 x 6 Palmeiras – Homero Soldatelli
Gols: Patrick de Paula, Gabriel Furtado, Guilherme Vieira, Lincon, Cesinha (2)

FGF/Divulgação_A base do Palmeiras levantou 23 taças em 2018

Daniel Romeu
Departamento de Comunicação

Com direito a virada na final sobre o arquirrival, a equipe Sub-20 do Palmeiras conquistou o título do Campeonato Paulista da categoria neste domingo (18). Airton, Papagaio, Esteves e Marcus Meloni marcaram os gols da vitória por 4 a 2 sobre o Corinthians, na Arena Barueri, que reverteram o revés de 1 a 0 sofrido no primeiro jogo, no Parque São Jorge, e garantiram mais uma taça para o Verdão. A torcida compareceu em bom número, empurrou o time e soltou mais uma vez o grito de campeão!

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_O Sub-20 palestrino levantou a taça de campeão paulista pelo segundo ano consecutivo

Foi o sétimo título do Palmeiras na história do Paulista Sub-20 (venceu anteriormente em 1992, 1998, 2002, 2004, 2009 e 2017). A campanha total teve 25 vitórias, quatro empates e três derrotas, com 87 gols marcados e 28 sofridos. Também foi o bicampeonato consecutivo do estadual, já que no ano passado o Sub-20 havia levantado a taça no Pacaembu com vitória sobre a Ponte Preta na final.

Se considerados também os títulos estaduais vencidos pelo time Juvenil A em 1976 e 1977, categoria correspondente ao Sub-20 nos dias de hoje, são nove títulos do Verdão no total. Com isso, o clube se torna também o maior campeão paulista Sub-20 do Estado desde 1951, quando a categoria foi inserida pela FPF, ao lado do São Paulo.

Em 2018, o Sub-20 já havia feito história e conquistado também o título inédito do Campeonato Brasileiro, no Allianz Parque, diante de mais de 23 mil torcedores, com goleada por 5 a 2 sobre o Vitória (9 a 3 no agregado dos dois jogos da final). A categoria também já venceu no ano o torneio de Terborg, na Holanda, a CEE Cup, na República Tcheca, e a Copa Santiago de Futebol Juvenil.

O time alviverde tem pouco tempo para celebrar a conquista de mais essa taça. Como venceu o Brasileiro, o Palmeiras credenciou-se a disputar a Supercopa Sub-20 contra o São Paulo, campeão da Copa do Brasil, em jogos de ida e volta – o campeão garante a vaga do Brasil na Libertadores Sub-20 de 2019. O primeiro jogo será na sexta-feira (23), às 21h30, no estádio do Morumbi, e a partida de volta na terça-feira (27), às 20h, no Allianz Parque.

> Galeria: confira as fotos da partida e a festa do título

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_Papagaio foi o artilheiro do Palmeiras no torneio, com 12 golsO jogo

O primeiro tempo foi tenso, e o Palmeiras desperdiçou algumas chances de descer ao intervalo com pelo menos um gol no placar. O time tomou a iniciativa e buscou desde o início tirar a vantagem aberta pelo Corinthians, que tentava esfriar a partida. Aos 20 minutos, Papagaio aproveitou cruzamento da esquerda e finalizou com perigo – se não fosse um desvio no caminho, a bola tinha endereço certo para o fundo do gol.

Outra chance também saiu dos pés do camisa 9, três minutos depois. Luan Cândido não desistiu de uma jogada na ponta esquerda, salvou a bola na linha de fundo e cruzou para o meio. Papagaio finalizou livre e o zagueiro colocou o pé na frente, salvando o que seria o primeiro gol. Matheus Rocha e Wesley também deram trabalho em chutes firmes que o goleiro corintiano defendeu.

A equipe voltou voando do intervalo e abriu o placar com dois minutos. Em boa jogada de ataque, Airton (que havia acabado de entrar) apareceu no meio da área e completou para a rede. O Verdão buscou manter a pressão em busca do segundo, mas o Corinthians também começou a se arriscar mais e dar o contra-ataque ao Palmeiras. Assim, se abriu e levou mais um gol.

Airton arrancou sozinho com a bola pela esquerda, ganhou na velocidade do marcador e foi derrubado por trás dentro da área. Papagaio cobrou, aos 17 minutos, e o título alviverde começou a se desenhar em Barueri. Empolgado e superior na partida, o Verdão ainda criou mais chances, como um chute do meio de campo de Gabriel Menino que quase surpreendeu o goleiro rival. O Corinthians chegou a descontar com dois gols no final, mas Esteves e Marcus Meloni anotaram o terceiro e o quarto e o título pegou o caminho de volta ao Palestra Italia.

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_O Sub-20 do Palmeiras fez a festa com a torcida na Arena Barueri

Base em alta

O clube vive momento histórico nas categorias de base e chegou às finais do Campeonato Paulista com todas as categorias pelo segundo ano consecutivo – feito inédito no futebol estadual. Os times Sub-17, Sub-15, Sub-13 e Sub-11 têm o São Paulo como adversário e já disputaram os jogos de ida. Clique aqui e confira a agenda dos jogos de volta, todos com mando do Verdão. No ano passado, o clube havia vencido o título paulista com os times Sub-11, Sub-15 e Sub-20.

A base tem agora 19 títulos conquistados em 2018, já considerando o Paulista Sub-20 – marca que ainda pode aumentar em novembro e dezembro. Todas as categorias levantaram taças importantes, como o Brasileiro Sub-20, o Mundial de Clubes Sub-17, com vitória sobre o Real Madrid, e a Copa Brasil Sub-15, entre outros. No exterior, foram dez títulos em países como Espanha, República Tcheca, Itália, Holanda e Japão.

Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação_Este foi o 19º título conquistado pela base alviverde em 2018

Palmeiras Sub-20: Anderson; Matheus Rocha, Gabriel Furtado, Iago e Lucas Esteves; Matheus Neris (Patrick de Lucca), Gabriel Menino (Marcus Meloni) e Patrick de Paula (Airton); Wesley (Mateus Barbosa), Luan Cândido (Guilherme Vieira) e Papagaio (Aníbal). Técnico: Wesley Carvalho.

CONFIRA OS GOLS DO VERDÃO NA TV PALMEIRAS/FAM:

ASSISTA AOS BASTIDORES DA FINAL NA TV PALMEIRAS/FAM:

Angelo Salvioni
Departamento de Comunicação

O Palmeiras é o mais novo campeão brasileiro Sub-20! Com mais de 22 mil torcedores no Allianz Parque na noite desta quinta-feira (25), a equipe palestrina goleou o Vitória pelo placar de 5 a 2 – havia triunfado na ida por 4 a 1 – e faturou a taça da competição nacional pela primeira vez na história. Os gols do triunfo alviverde ao título foram marcados por Luan (3), Yan e Papagaio.

Disputado desde 2015 no formato atual, o Brasileiro Sub-20 é um dos principais torneios da categoria e tem a participação dos 20 primeiros clubes no ranking da CBF. Por conta do título nacional, o Verdão enfrenta o São Paulo, campeão da Copa do Brasil Sub-20, na Supercopa do Brasil Sub-20. O vencedor fica com a vaga do Brasil na Libertadores Sub-20 de 2019.

Fabio Menotti/Palmeiras _ O time palestrino teve os melhores números do início ao fim do torneio nacional

Campanha

Dono dos melhores índices das duas fases de grupos do torneio nacional, o Alviverde realizou partidas memoráveis ao longo do Brasileiro. Um deles, por exemplo, ocorreu contra o Internacional, no Beira-Rio, em jogo de dez gols e vitória palmeirense por 6 a 4 – gols de Papagaio (2), Alan (2), Yan e Luan Cândido.

Curiosamente, o Palmeiras enfrentou diversas vezes um mesmo clube pelo Brasileiro Sub-20. Contra o Vitória, por exemplo, foram quatro partidas: duas pela segunda fase e duas na final – todas com triunfo alviverde.

Já contra o Fluminense são três duelos: um na primeira etapa (empate por 1 a 1) e dois na semifinal (vitória palmeirense por 2 a 0 no Rio de Janeiro e novo 1 a 1 em Itu).

Números

O título brasileiro inédito conquistado pelo Sub-20 do Verdão tem em sua campanha números incontestáveis. Em 14 partidas, o Alviverde venceu nove vezes, empatou quatro e sofreu um revés, além de ter marcado 36 gols e sido vazado apenas 15 vezes.

O Palmeiras ainda teve os dois artilheiros isolados do Brasileiro Sub-20, fato inédito desde quando a competição passou a ser organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em 2015. Papagaio, com 12 gols (novo recordista do torneio nacional), e Yan, com oito.

Fabio Menotti/Palmeiras _ Luan marcou três vezes na decisão e chegou a seis gols no Brasileiro Sub-20

Base palestrina vive fase histórica

O Centro de Formação de Atletas do Palmeiras vive o melhor momento de sua história e acumula agora 18 títulos em 2018, superando a marca obtida no ano passado (16). Em solo nacional, além do Brasileiro Sub-20, as Crias da Academia faturaram as taças da IberCup (Sub-10), GO Cup (Sub-11), Torneio Internacional de Avanhandava (Sub-12), Dani Cup (Sub-14), Copa Brasil de Futebol Infantil (Sub-15), EFIPAN (Sub-15) e Copa Santiago de Futebol Juvenil (Sub-18).

Fora do Brasil, são dez conquistas. O clube venceu a CEE Cup Sub-20 (República Tcheca), o Terborg Toernooi Sub-20 (Holanda), o Mundial de Clubes Sub-17 (Espanha), o We Love Football Sub-15 e a Scopigno Cup Sub-17 (Itália), a Copa Bellmare Sub-11, o Tokyo Youth Football Tournament Sub-14, a Copa Toreros Sub-12 e o Saitama Football Festival Sub-16 (Japão).

Vale lembrar o Verdão disputa o mata-mata do Campeonato Paulista em todas as categorias (Sub-11, Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Sub-20) e busca repetir o feito do ano passado, quando as cinco equipes chegaram à final do torneio estadual e faturaram três títulos (Sub-11, Sub-15 e Sub-20).

O jogo

O último capítulo do Campeonato Brasileiro Sub-20 para Palmeiras e Vitória começou truncado, com poucos lances de perigo. Apesar de ver o adversário abrir o placar, o Verdão não diminuiu o ritmo e logo chegou ao empate: aos 28, após tabela com Aníbal, Yan saiu na cara do goleiro rubro-negro e tocou rasteiro para o fundo das redes, marcando seu oitavo gol no torneio.

A equipe palestrina melhorou após o gol e passou a errar menos passes principalmente na transição ao ataque. Aos 44, em bola açucarada passada por Alan, Vitinho levou para dentro da área e só foi parado com falta pelo defensor do Vitória. Na cobrança do pênalti, Luan precisou de duas oportunidades para fazer o Allianz Parque explodir com a virada do Verdão.

No segundo tempo, o Palmeiras foi surpreendido logo no início com o empate da equipe visitante aos dois minutos, de pênalti. No entanto, aos 16, o Alviverde ficou novamente na frente: Rocha cruzou da direita e encontrou Luan na área. O camisa 6 mergulhou na bola e fez o terceiro dos palestrinos.

Com as alterações promovidas pelo técnico Wesley Carvalho, o time palmeirense ganhou novo gás e chegou a mais um gol com dois suplentes. Aos 23, após cruzamento de Esteves pela esquerda, Papagaio, de primeira, chutou forte, anotou o quarto do Verdão – seu 12º gol no Brasileiro Sub-20. Luan, já nos acréscimos, fez o quinto – seu terceiro no jogo – e fechou a conta.

> Clique aqui e confira as fotos da partida.

Palmeiras Sub-20: Anderson; Matheus Rocha, Vitão, Iago e Luan Cândido; Matheus Neris (Patrick de Lucca), Gabriel Menino (Marcus Meloni), Alan (Patrick de Paula), Yan (Airton) e Vitinho (Lucas Esteves); Aníbal (Papagaio). Técnico: Wesley Carvalho.

VEJA OS GOLS DO VERDÃO NA TV PALMEIRAS/FAM:

CONFIRA IMAGENS EXCLUSIVAS DA FINAL PELAS LENTES DA TV PALMEIRAS/FAM: