Palmeiras promove ação alusiva ao Novembro Azul no jogo contra Athletico-PR

Departamento de Comunicação

Os jogadores usaram números acima de 45 nos uniformes para alertar sobre a importância de fazer o exame preventivo a partir desta idade (Divulgação)

Neste sábado (28), no jogo contra o Athletico-PR, pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras entrou em campo novamente levando a bandeira de seu programa de responsabilidade social #PorUmFuturoMaisVerde. Desta vez, a numeração da camisa dos jogadores foi a responsável por levar uma mensagem da campanha promovida pelo clube para o Novembro Azul, mês em que se joga luz sobre um câncer muito frequente entre os homens: o de próstata.

Com os atletas usando apenas números acima de 45 nos uniformes, o objetivo é chamar a atenção dos torcedores para a importância da realização do exame preventivo da próstata, quando homens atingem os 45 anos.

Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), com 90% de chances de cura se diagnosticado no início, o câncer de próstata é o segundo mais recorrente entre os homens – apenas atrás do câncer de pele – e já atingiu mais de 65 mil brasileiros em 2020.

Além da alteração na numeração, o Palmeiras também promoverá posts em suas mídias sociais com informações de conscientização durante do jogo. As mensagens também estarão presentes na transmissão do jogo pelo Esporte Interativo, na tela da TNT.

Departamento de Comunicação

O Dia das Crianças, comemorado neste 12 de outubro, foi muito especial para milhares de meninos e meninas de São Paulo. O Palmeiras, em conjunto com a sua torcida e o Allianz Parque, realizou nesta segunda-feira (12) a entrega de brinquedos para crianças moradoras de comunidades carentes e instituições de apoio à infância da cidade. Os presentes foram arrecadados durante a campanha “Verde Esperança”, realizada semana passada.

Ao todo, a iniciativa arrecadou, apenas na capital paulista, 7.896 brinquedos. Além dos presentes, a criançada também ganhou mais de mil sucos e diversos chocolates doados pela Camp para comemorar esta data tão especial.

A campanha, que ocorreu entre os dias 6 e 8 de outubro, contou com a solidariedade de muitos palmeirenses e torcedores de outros clubes. Quem compareceu ao drive-thru do Allianz Parque, além de ter contribuído com um brinquedo e ter conhecido o estádio do Verdão, também foi presentado: levou para casa um livro do centenário do Palmeiras e pôde presenciar uma exposição de troféus, bandeiras e uniformes do clube.

A ação também contou com a participação das unidades da Palmeiras Store, as escolinhas oficiais Academia de Futebol Palmeiras e as torcidas organizadas Acadêmicos da Savóia, Máfia Verde, Mancha Alvi Verde, Pork’s, Rasta Alviverde e Torcida Uniformizada do Palmeiras (TUP).

Parceiros do Palmeiras como a Crefisa, a FAM e PUMA também participaram da campanha, doando milhares de brinquedos.

Muitos consulados palmeirenses espalhados pelo Brasil também aderiram à campanha. Foram 3.505 brinquedos arrecadados em 21 cidades dos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Goiás, Maranhão e no Distrito Federal. As crianças destas localidades também foram presentadas com sucos, refrigerantes e doces.

DOAÇÃO DE SANGUE

Simultaneamente à arrecadação de brinquedos, o Allianz Parque também recebeu, pela segunda vez, a campanha “Nosso Sangue Verde Amarelo”, que angariou doações de sangue para os hemonúcleos de São Paulo.

Realizada pelo Palmeiras, em parceria com a Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o Allianz Parque, a campanha resultou em um total de 357 bolsas de sangue. Como cada bolsa pode beneficiar até quatro pessoas, a iniciativa ajudou a salvar 1.428 vidas.

As campanhas sociais fazem parte do programa de Responsabilidade Institucional da Sociedade Esportiva Palmeiras “Por Um Futuro Mais Verde”. O programa visa consolidar o clube como uma organização responsável, geradora de impacto positivo para o futebol e para a sociedade por meio da atuação integrada dos pilares econômico, social e ambiental.

Palmeiras convoca torcida para campanha de arrecadação de brinquedos

Departamento de Comunicação

O Palmeiras promove nos dias 6, 7 e 8 de outubro uma grande campanha de arrecadação de brinquedos visando o Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro. Os brinquedos serão posteriormente doados a instituições de apoio ao público infantil e em comunidades carentes.

Um dos pontos de doação será o Allianz Parque, onde acontecerá um drive-thru das 10h às 18h em que os torcedores poderão entregar as suas contribuições. A entrada será pelo portão C2.

Além de participar da campanha, quem comparecer ao estádio do Verdão para a doação receberá um livro do centenário da Sociedade Esportiva Palmeiras. Também foi organizada uma exposição de troféus, como o do Campeonato Paulista 2020, camisas e bandeiras históricas. Os mascotes Periquito e Porco Gobbato marcarão presença no local.

Já os sócios do clube social poderão entregar os brinquedos na recepção do primeiro andar do prédio administrativo. Também serão pontos de arrecadação todos os consulados palmeirenses pelo país, as unidades da Palmeiras Store, as escolinhas oficiais Academia de Futebol Palmeiras e as sedes das torcidas organizadas Acadêmicos da Savóia, Máfia Verde, Mancha Alvi Verde, Pork’s, Rasta Alviverde e Torcida Uniformizada do Palmeiras (TUP).

O apoio a campanhas sociais como a doação de brinquedos é uma das iniciativas previstas pelo programa de Responsabilidade Institucional da Sociedade Esportiva Palmeiras “Por Um Futuro Mais Verde”. A iniciativa visa consolidar o clube como uma organização responsável, geradora de impacto positivo para o futebol e para a sociedade por meio da atuação integrada dos pilares econômico, social e ambiental.

Departamento de Comunicação

O Samba Digital Awards é uma premiação que reúne ativações realizadas por clubes de futebol de toda América Latina (Divulgação)

A campanha do Palmeiras que divulga rostos de crianças desaparecidas no Brasil foi a grande vencedora do primeiro Samba Digital Awards 2019, premiação que reúne ativações realizadas por clubes de futebol de toda América Latina.

Em uma partida do Campeonato Brasileiro da temporada passada, os jogadores do Verdão entraram em campo de mãos dadas com 11 mães, e não com crianças, como ocorre tradicionalmente.

A ideia era alertar sobre um problema recorrente no Brasil: o desaparecimento de jovens e adolescentes. Por isso, as mães carregavam cartazes com a imagem de seus filhos que estavam sendo procurados.

Desenvolvida em parceria com a agência de propaganda Peppery e com a ONG Mães da Sé, que auxilia as famílias nesta busca incansável, a iniciativa aproveita o Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro, para chamar a atenção para uma causa que aflige milhares de pessoas diariamente. Estima-se que, anualmente, 40 mil crianças e adolescentes desaparecem de seus lares.

A ativação do Palmeiras venceu na final campanhas desenvolvidas por Racing Club (Argentina), Club Atlético Peñarol (Uruguai), Club América (México), Esporte Clube Bahia e Clube de Regatas Vasco da Gama.

“É uma honra para nós recebermos este prêmio. Nós, como uma sociedade esportiva, não podemos ignorar os problemas que atingem nossa comunidade. O desaparecimento de crianças é acontecimento devastador para as famílias e a intenção da nossa campanha foi chamar a atenção para esse problema, além de apoiar o movimento Mães da Sé, que desenvolve um trabalho importantíssimo de auxílio aos parentes que estão passando por essa situação tão difícil”, afirma o presidente Maurício Galiotte.

A promoção de ações sociais faz parte do programa de responsabilidade institucional Por Um Futuro Mais Verde, que busca consolidar o Palmeiras como uma organização responsável e geradora de impacto positivo para o futebol e para a sociedade. Por isso, o programa possui diretrizes para uma atuação integrada e efetiva do clube em seus pilares econômico, social e ambiental. Para saber mais clique aqui.

Veja abaixo o vídeo da campanha:

 

Palmeiras e PUMA transformam mais de 1 tonelada de uniformes antigos em 2 mil cobertores

Departamento de Comunicação

A parceria entre Palmeiras e PUMA extrapolou o futebol e chegou ao campo da solidariedade. Uma ação inédita entre o clube e a fornecedora de material esportivo possibilitou a reciclagem de mais de uma tonelada de uniformes antigos inutilizados e resíduos têxteis do processo produtivo de seus fornecedores em dois mil cobertores.

Esses cobertores foram doados a 11 instituições que acolhem pessoas em situação de rua da cidade de São Paulo e que tiveram seus trabalhos impactados pela pandemia de COVID-19.

Uma das entidades beneficiadas foi a ONG Clube de Mães do Brasil, que atende todos os meses cerca de 500 pessoas em vulnerabilidade social. A entrega dos cobertores na instituição, realizada sob as normas de prevenção recomendadas, contou com a participação especial do atacante alviverde Luiz Adriano.

“Poder contribuir de alguma maneira para amenizar o frio sentido pelas pessoas que vivem em situação de rua, e também levar um pouco de carinho, atenção e conforto em um momento tão difícil como este que vivemos, é gratificante para todos no clube. É uma ação que nos orgulha e também reforça os laços de uma parceria sólida entre Palmeiras e PUMA”, disse o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte.

A transformação de uniformes antigos em cobertores é mais uma ação que integra o programa de responsabilidade institucional do Palmeiras “Por Um Futuro Mais Verde”,que busca consolidar o clube como uma organização responsável e geradora de impacto positivo para o futebol e para a sociedade. Por isso, o programa possui diretrizes para uma atuação integrada e efetiva do Palmeiras em seus pilares econômico, social e ambiental.

“Esse momento implica em reflexões não só individuais, mas principalmente para as empresas repensarem estratégias tradicionais de investimentos em marketing que agreguem valor para o clube, para nós e para a sociedade”, afirmou Fabio Kadow, diretor de Marketing da PUMA Brasil. “Quando o clube demonstra essa atitude, que é a mesma preocupação que nós temos, dá a possibilidade de agirmos juntos em diferentes frentes sustentáveis daqui para frente. Mudar o agora para ter uma nova realidade no futuro”, conclui.

RECICLAGEM

Todo o processo de reciclagem das roupas foi realizado em conjunto com a Retalhar, empresa que atua no ramo de logística reversa, ou seja, de reaproveitamento de tecidos. Após o recebimento dos uniformes, o material foi enviado à uma cooperativa para manufatura reversa, com remoção de zíperes, botões e elásticos. Depois disso, o tecido chegou à indústria recicladora, passando pelas etapas de trituração, desfibramento e agulhagem e corte até ser transformado em um cobertor.

Palmeiras leva doações à menina que ligou para a polícia pedindo cestas básicas

Ricardo Schwarz
Departamento de Comunicação

Essa é uma história sobre o poder da solidariedade. Anna Karlla, torcedora palmeirense de 10 anos, vive em Alpinópolis, no sul de Minas Gerais, e, como muitos brasileiros, teve a vida dela e da família impactada por dificuldades geradas pela pandemia do novo coronavírus.

Diante da situação, Anna Karlla resolveu agir. Sem ser percebida, pegou o celular da mãe e ligou para o 190, o serviço de emergências da cidade. Não havia nenhuma ocorrência. A garota pedia outro tipo de ajuda, em forma de cesta básica, doces e sapatos para que pudesse comemorar o seu aniversário.

Sensibilizados, os policiais do 3º Pelotão da Polícia Militar de Minas Gerais se reuniram e atenderam o pedido da menina. O caso ganhou os jornais e sites locais e essa história, sobre o poder da solidariedade, poderia muito bem terminar aqui. Mas não acaba.

Ao tomar conhecimento da história, um grupo de torcedores palmeirenses entrou em contato com o clube por meio da rede Por Um Futuro Mais Verde, projeto que integra o Programa de Responsabilidade Institucional do Palmeiras. Eles pediam ajuda para que doações recolhidas por eles também pudessem chegar à família de Anna Karlla.

Nesta sexta-feira (03), a garota recebeu em sua casa uma comitiva liderada pelo mascote do clube Periquito, que levou até ela e a sua irmã também palmeirense, além das doações, camisas do clube e um abraço de toda a nação palestrina.

Representado pelo mascote Periquito, o Palmeiras presenteou Anna Karlla e a família com camisas oficiais do clube (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

A Sociedade Esportiva Palmeiras, clube de origem imigrante e com história ligada ao senso de comunidade que o norteia até hoje, apoia e engrossa iniciativas que promovam o bem-estar social, atuando como vetor de boas ações. Por isso, em seu Programa de Responsabilidade Institucional “Por Um Futuro Mais Verde“, busca consolidar-se como uma instituição responsável, geradora de impacto positivo para a indústria do futebol e para a sociedade.

Palmeiras doa toda renda obtida em eventos-teste do novo sistema de ingressos

Ricardo Schwarz
Departamento de Comunicação

Em evento-teste, torcedores do Palmeiras puderam acompanhar o treino do time masculino no Allianz Parque (Cesar Greco/Palmeiras)

O Palmeiras realizou nesta quarta-feira (22) o primeiro depósito na conta da Arquidiocese de São Paulo, mantenedora da Pastoral do Menor, do valor arrecadado com a renda de quatro eventos-teste realizados entre fevereiro e março no Allianz Parque. O montante repassado à entidade foi de R$ 4.420,00. Um novo depósito, de R$ 6.954.00, está programado para o próximo dia 30 de abril.

Os eventos realizados pelo clube no início do ano serviram como testes do novo sistema de venda de ingressos e acesso à arena, que passou a ser o oficial no dia 15 de março. Em todos os testes, que envolveram atividades do futebol masculino, feminino e da base, foram cobrados valores simbólicos, com toda a operação realizada por meio da nova plataforma.

A doação do valor está inserida no contexto do programa “Por Um Futuro Mais Verde’. O programa busca, com base nos pilares econômico, social e ambiental, consolidar o Palmeiras como uma organização responsável, geradora de impacto positivo para a indústria do futebol e toda a sociedade. Além do dinheiro, o clube doou para a entidade camas e outros móveis do antigo alojamento das categorias de base palestrina.

“Agradecemos imensamente a doação da quantia recebida, a qual será destinada integralmente para o atendimento das necessidades básicas da população mais fragilizada neste momento de pandemia pelo COVID 19. Nossos agradecimentos ao Palmeiras pelo testemunho de solidariedade e compaixão em nome de todos os beneficiados”, afirmou Sueli Camargo, da Coordenação da Pastoral do Menor.